sintonia

 

OS DEZOITO "ADES"


Sri Krishna conduz a quadriga onde dita os 18 cantos do Bhagavad-gita

Sumário
00. Introdução
01. Serenidade
02. Regularidade
03. Ausência de Vaidade (orgulho)
04. Sinceridade
05. Simplicidade
06. Veracidade
07. Equanimidade
08. Firmeza
09. Não-irritabilidade
10. Adaptabilidade
11. Humildade
12. Tenacidade
13. Integridade
14. Nobriedade (Nobrense)
15. Magnanimidade
16. Caridade
17. Generosidade
18. Purezidade (Purezense)

0. Introdução
Para qualquer que seja o sucesso na vida, e especialmente para um aspirante ter sucesso na vida espiritual, é essencial que desenvolva certas virtudes cardeais. A Virtude é força, poder, e a chave para a paz. Um homem virtuoso é sempre feliz, pacífico e próspero. As pessoas me perguntam para menções específicas das virtudes que alguém deve desenvolver. A canção dos Dezoito “ades” , enumera estas virtudes que se deve cultivar. Pegue qualquer uma destas virtudes e desenvolva-as para o mais alto grau da perfeição; erradique “in totum” suas más-qualidades, mesmo na forma mais sutil. Medite nestas virtudes, para seu benefício, e cultive-as como método. Eis a canção das Dezoito “Ades”.

Serenidade, regularidade, ausência de vaidade,
Sinceridade, simplicidade, veracidade,
Equanimidade, estabilidade, não-irritabilidade,
Adaptabilidade, humildade, tenacidade,
Integridade, nobriedade, magnanimidade,
Caridade, generosidade, purezidade.
Pratique estas dezoito “ades”.
Você irá alcançar a imortalidade,
Brahman é a única verdadeira realidade,
O Sr. Esse ou Aquele, são uma falsa realidade.
Você irá permanecer na eternidade e na infinidade,
Você irá contemplar a unidade na diversidade;
Você não poderá obter isso na universidade.
Você poderá obter isso na Floresta da Universidade.

1. Serenidade
Seja tranqüilo internamente. Deixe a paz interior e o regozijo irradiar através de uma fisionomia serena. Uma fisionomia serena é pacífica, sorrindo e séria, e não esboça qualquer emoção violenta; é como a superfície tranqüila de um lago.

2. Regularidade
Seja regular nos seus hábitos diários, em seu trabalho, e na sua prática espiritual. Reserve um tempo particular. Seja pontual nas suas atividades diárias. Você deverá ser livre de aborrecimentos, medo, ansiedade, casualidade e trabalho desgastante. Você irá fazer o que é certo no momento certo.

3. Ausência de Vaidade (ausência de orgulho)
Não se vanglorie do seu nascimento, posição, qualificações e alcances espirituais. Honre os outros. Seja bom com todos. Trate do mesmo modo as criaturas consideradas inferiores como iguais, e com respeito.

4. Sinceridade

Deixe suas palavras serem coerentes com seus pensamentos; deixe as suas ações combinarem com suas palavras. Deixe que haja harmonia entre seus pensamentos, palavras e ações.

5. Simplicidade
Seja natural. Seja simples na sua fala. Não deforme as palavras e os assuntos. Seja sincero; evite a diplomacia , astúcia e desonestidade. Seja simples no seu vestir. Seja simples no seu alimento.

6. Veracidade
Seja verdadeiro. Cumpra com suas promessas. Não seja exagerado. Não distorça os fatos. Pense duas vezes antes de falar. Fale a verdade. Fale docemente. Seja preciso no que você disser.

7. Equanimidade
Seja calmo. Tolere um insulto com paciência. Tolere a injustiça, o sofrimento, falhas e os desrespeitos calmamente. Não se exalte com o elogio, agrado, sucesso ou honra. Olhe tanto a derrota com a vitória com uma visão de igualdade. Comporte-se da mesma maneira com os amigos e os inimigos. Jamais deixe qualquer coisa perturbar a sua mente interior.

8. Firmeza
Lembre-se que você não poderá alcançar qualquer coisa se você não firmar a mente. Escolha a sua meta ou ideal e lembre-se disto sempre. Nunca deixe a sua mente sem controle, mesmo por um pequeno momento.

9. Não-irritabilidade
A irritabilidade é precursora de ataques violentos de ira. Vigie cuidadosamente a sua mente para um equilíbrio mental. Limpe as ondas de ira que possam elevar-se do lago da mente. Dome-as aqui e agora. Não permita que elas assumam grandes proporções. Então você irá alcançar a paz.

10. Adaptabilidade
Compreenda bem a natureza das pessoas com as quais você entra em contato. Ajuste o seu modo de aproximar-se delas. Ajuste-se você mesmo de modo a agradá-los. Alegre-se pacientemente com a excentricidade dos outros. reaja sempre de um modo harmonioso. Sirva e ame a todos. Tenha o sentimento de que o Senhor reside no coração de todos como o verdadeiro Ser de todos.

11. Humildade
Respeite a todos. Salde com as mãos postas diante de todos. Não levante a voz com os mais velhos, e com pessoas veneráveis. Olhe para ponta dos seus pés enquanto caminha. Veja o Senhor em tudo, e sinta que você é Seu servo, e, portanto, o servo de todos. Não considere nada como sendo inferior a você.

12. Tenacidade
Esta é a amiga natural da firmeza. Uma vez que você tenha fixado a sua meta, e escolhido o seu caminho, prenda-se a ele. Não vacile. Seja constante. Jamais comprometa seus princípios fundamentais. Tenha a seguinte atitude: “Eu posso abrir mão da minha vida, mas eu não irei me desviar do cominho; eu não quebrarei o minha promessa”.

13. Integridade
Desenvolva uma personalidade íntegra. Amarre a extremidade de tudo no seu caráter. Torne-se uma pessoa de elevados princípios morais. Leve uma vida de retidão. Deixe a retidão exalar a sua doce fragrância para você. Todos irão confiar em você, obedecer você, respeitar você, e reverenciar você.

14. Nobriedade (Nobrense)
Evite a propensão para as drogas e a intoxicação. Jamais olhe para dentro dos defeitos dos outros. aprecie sempre as boas qualidades dos outros. Seja digno na tolerância. Jamais dobre-se para os pensamentos desprezíveis, bem como palavras e ações deste tipo.

15. Magnanimidade
Tome sempre uma larga visão das coisas. Ignore as falhas dos outros: seja grande, e com uma cabeça nobre em tudo o que você faz. Evite falar de cosias idiotas e de tagarelice infantil. Não deixe a mente ficar nos pensamentos de pouca importância, e coisas insignificantes.

16. Caridade
Doe, doe e doe. Este é o segredo da abundância. Irradie pensamentos de bondade e amor. Esqueça as falhas dos outros. Abençõe a pessoa que ofende a você. Distribua o que você tem com os outros. dissemine conhecimento espiritual para todos. Use a riqueza material, conhecimento e sabedoria espiritual de tudo que você possui como um depósito divino.

17. Generosidade
Em qualquer coisa que você der, seja generoso. Tenha um grande coração. Não seja miserável. Sinta a alegria e compraze-se com os outros, e produza alegria. A generosidade é a virtude-irmã da Caridade. Ela é a satisfação da caridade, magnanimidade é nobriedade.

18. Purezidade (Purezense)
Seja puro de coração. Erradique a luxúria, a ira e o orgulho. Seja puro nos seus pensamentos. Pense sempre em Deus. Pense no bem-estar de todos. Seja puro nas suas palavras; jamais expresse palavras grossas e cruéis. Seja puro no corpo; mantenha-o limpo e saudável. Mantenha suas roupas e suas cercanias limpas. Observe as regras de higiene psíquica, moral e espiritual.

Estes dezoito “ades” devem pavimentar o caminho para a sua marcha em direção ao reino de Deus. Eles abrirão para vocês os portões da imortalidade. Você irá alcançar grande sucesso nesta vida mesmo. Uma pessoa que possua estas qualidades é. em larga medida, realmente, um santo, que será respeitado, adorado, e admirado por todos.

Om tat sat

SWAMI SIVANANDA

© The Divine Life Society Trust

© Tradução para o Português de Shri Swami Krishnapriya Das
SOCIEDADE DA VIDA DIVINA BRASIL
Av. Cel. Lucas de Oliveira, 2884
90460-000 - Porto Alegre, RS, Brasil
2ª edição em Português – 2002

Originalmente publicado por
THE DIVINE LIFE SOCIETY
P.O. Shivanandanagar—249 192
Distt. Tehri-Garhwal, Uttar Pradesh,
Himalayas, India.

Voltar