chama violeta  Pager




 


MANTRA

Maha Mrityunjay


Deslique aqui o Som do Site

O Espírito Concedendo Mantra

O Maha Mrityunjay é um mantra que é dito para rejuvenescer, promover saude, prosperidade, uma vida longa, paz, abundancia e contentamento. O Mantra é uma velha técnica de centúria de uma unidade connectada para a pura consciência e felicidade.

A prece é endereçada a LORD SHIVA. Cantando este Mantra, divinas vibrações são geradas contra as atividades da forças do mal da palavra e são criados poderosos escudos protetores. Ele é dito para proteger quem canta contra acidentes e falta de sorte, azar de toda espécie. É uma vibração em cada elétron, cada átomo, cada célula e molécula do seu corpo e o desliga do véu da ignorância. Ele inflama um fogo em nós que cosome toda nossa negatividade e purifica nosso sistema inteiro. Ele também é dito para termos uma poderosa cura das doenças declaradamente incuráveis, mesmo que seja pelo médico. É um mantra para conquistar saúde e nos conectar com nossa divindade interior.

Conhecido como o Moksha Mantra do Lord Shiva, Maha Mrityunjay invóca o interno de Shiva e remove o medo da morte, liberando-nos do ciclo do nascimento e morte.

Maha Mrityunjay

Om Tryambakam

Yajaamahe

Sugandhim

Pushti

Vardhanam

Urvaa

Arukam

Eva

Bandhanaat

Mrityo

Muksheeya

Maa

Amritaat

Maha Mrityunjay

Om Tryambakam

O 3º olho da unidade que quer dizer Lord Shiva

Yajaamahe

nós todos adoramos o

Sugandhim

Cheio de essência

Pushti

Poderosa

Vardhanam

A unidade que faz crescer

Urvaa

o pepino perfeito

Arukam

Pronto para ser arrancado

Eva

tal qual

Bandhanaat

Doador de salvação da escravidão, do cativeiro

Mrityo

da morte

Muksheeya

(Conduza-me para a) LIBERDADE de

Maa

pronome acusativo como meta de um movimento :

ir para ...

Amritaat

em direção a Eternidade

Om! Nós adoramos Lord Shiva (A 3ª Visão) quem é cheio de essência e quem nutre todo o ser; possa Ele liberar-me da morte, concedendo salvação e (conduzindo-me) em direção a Eternidade (Fazendo-me imortal) tal como o perfeito pepino é arrancado (da trepadeira) da sua escravidão.

 

YANTRA

Um desenho usado na Meditação.

 

Em Sanskrito:

Significa " instrumento". Um diagrama linear usado como um suporte. Em sua forma mais elaborada e pictorial é chamada de Mandala...

Termos usados neste Yantra.

Bhairava (O Colérico)

É um dos mais terrificantes aspéctos de Shiva. Ele é frequentemente descrito com o franzir as sobrancelhas, olhar com desdém , furiosos e astutos olhos, dentes de tigre e reluzente cabelo; completamente nu exceto pela guirlanda de cabeças e um enrrolado de cobras ao redor do seu pescoço. Nas suas quatro mãos carrega um laço, tridente, tambor, e cabeças. Ele está sempre acompanhado por um cachorro.

Bhairava é Shiva na sua mais terrificante, e sua mais medonha forma. Ele pode ser entendido como uma particular manifestação, ou emanação de Shiva, ou como Shiva revelando-se como um alto nível. Em alguns mitos, Shiva criou Bhairava como uma extensão de si próprio, para fazer punição a Brahma. Bhairava é a encarnação do medo, Ele diz que aquele que o encontra deve confrontar a origem dos seus próprios medos. Seu nome descreve o efeito que ele tem sob estes que o contemplam, como ele deriva da palavra bhiru, que significa tornar-se o medo, ou sentindo grande medo. Em algumas origens, Bhairava ele mesmo diz, ter oito manifestações, incluindo

Kala (zangado),

Asitanga (com membros enegrecidos),

Sanhara (destruição),

Ruru (canalha),

Krodha (raiva, cólera),

Kapala (esqueleto,crânio,cadáver,cérebro,cabeça),

Rudra (tempestade ,irritação)

and Unmatta (ecolerizar-se).

Nirriti

A deidade Nirriti, a deusa da destruição, que mora no reino da morte. Mula é frequentemente associada com o assassinato, violencia e crueldade. Arrogancia, egotismo, luxúria e raiva pode ser experimentado aqui. Nirriti significa "calamidade" e pode indicar um individuo amarrado para a posição de falta de sorte,azar ou desgraça. Nirriti, sendo a deusa da destrição, tem o poder de arruinar, destruir e interromper coisas (barhana shakti).

Ela revela a coisa necessária para a dissolução para poder proceder na nova vida. Nirriti é também chamada Alakshmi ou a negação de Lakshmi (prosperidade). Ela é também descrita como Kali, A feroz deusa que coloca um colar de cabeças, representando a cabeça da ignorancia.

Mula causa dor, mas a dor é destinada para mostrar a pessoa sobre o caminho correto que leva a realização de Deus. Ela conduz a pessoa a buscar um auxilio divino. A pessoa Mula pode ser muito devotada por um caminho de espiritualidade e deve aprender a transmutar a animalidade do ego em espirito. Seu simbolo animal é um cachorro macho e sua natureza é rakshasica ou demoniaca. Mula é uma tikshna (afiada ou terrivel) nakshatra que pode ser relatada por magia negra, jogar feitiço, exorcismo, castigo e até mesmo por matar. Atividades de poder, destemor e ousadia pode ocorrer sob sua influencia. Eles devem aprender a controlar suas paixôes. Para a pessoa Mula, a dor é necessária, o sofrimento é relativo.

 

Os Simbolos:

om

jum

sah,

as letras que são colocadas em voltadas petalas do yantra.

DIKPALAS

 

Dikpalas são os guardiões de quatro direções e de quatro cantos.

Indra, rei dos deuses, preside sobre o leste;

Varuna, senhor dos oceanos e rios, sobre o oeste;

Kubera, deus da riqueza, sobre o norte e 

Yama, deus da morte, sobre o sul.

 

INDRA


Indra é o Deus Hindu. Ele é o rei do Céu. Ele é  respeitado como o Deus da chuva. Deus dos Deuses, Senhor do Firmamento, é o mais importante deus védico; ele é o líder dos  Devas, o deus da guerra, o deus do trovão e tempestade, o maior de todos os guerreiros. Ele é o defensor de deus e dos homens frente às forças do mal.
Arquétipo de guerreiros e heróis arianos, ele derrota os demônios e mata o demônio-dragão Vritra. Sua consorte é Indrani, chamada também Sashi (o Poder).

 

Varuna

Varuna era o mais importante deus na mitologia Hindu pré Védica. Ele era visto como o senhor do cosmos, Varuna é visto como um homem branco em armadura de ouro cavalgando a Makara (o monstro do mar), ele também era o senhor da morte, uma posição dividida com Yama, e podia conferir imortalidade se ele selecionasse. Varuna tornou-se o deus dos oceanos e rios. As almas de quem se afogam quando viajam, são atendidas pelos nagas. Varuna senta com sua mulher Varuni, no trono de diamantes de deuses e deusas de diferentes rios, lagos e primavera de sua corte.

 

KUBERA

KUBERA o senhor da riqueza e o guardião da direção norte. De acordo com a mitologia hindu, é apresentado para ser a  austeridade para milhões de anos, em respeito pelo qual Brahma deu-lhe a imortalidade e fez dele o deus da riqueza guardião de todos os tesouros da terra que tem que distribuir de acordo com o destino dos receptores. O lugar da moradia de Kubera esta em Alaka nos himalayas, cercado de riquezas magníficas. Kubera é adorado também por Budistas.   

 

 

Yama

Yama, o rei e o juiz dos mortos,  sentam-se no centro das regiões do inferno. Os maus são trazidos antes dele para serem examinados, julgados e conduzidos então à sua punição pelos demônios.. O senhor da morte. Yama era o primeiro homem, filho de Vivasvant, o sol. Acoplou-se com sua irmã Yami para criar a humanidade. É reconhecido como o primeiro homem que morreu, criando o trajeto para todo o homem que o seguiram.

 




Volte a Homepage. Back