Pensar por si próprio

Na escola, aprendemos a saber, a não pensar.
Todos nos fomos raptados, sequestrados longe da nossa plena autenticidade pela educação, pela escola, pelas Religiões. Um pastores acredita que devemos pertencer ao seu rebanho e quer nos transformar em ovelhas. Os padres falam no nome de Deus, como se Deus falavasse em palavras limitadas. Deus não fala português, nem francês. Deus fala o Universo, as galaxias, o sistema solar, a Terra e o Céu, o vento que vem do mar, as montanhas e as planicies, as arvores e as flores, e os passaros, e as pessoas.
Deus não cabe numa doutrina. A Realidade não cabe numa filosofia. É grande demais, misteriosa, fascinante. Sem o senso do Misterio perdemos o contato com a imensidão da Realidade viva.
Fomos treinados a rejeitar uma imensidão, uma imensa parte de nos, fomos raptados por doutrinas, preconceitos, emoções. Mas basta perceber isso para se libertar.
Giordano Bruno, que foi queimado pela "Santa" Inquisição, escreveu: "Em Deus temos nosso ser. Fora dEle não podemos cair." Cair para onde? Tudo é divino. Podemos compreender melhor sabendo que nos Templos do Tibete tinha, no altar, a estatua de um demonio, e acima a estatua de um deus. Claro: na noite do inconsciente, algumas energias nossas atuam de maneira cega, demoniaca. Mas na plena Luz da consciência usamos essas mesmas energias de maneira consciente, luminosa.

Aprendemos a saber. A saber! a não pensar, mas a saber o que sabem as Autoridades. Nossa educação nos ensina a não pensar, a não perceber por nos próprios, a olhar pelos olhos de pretensas Autoridades. Nossa educação nos aprisona em cerebros de papagaios.

Fomos raptados, mas ninguém pode nos raptar, ninguém pode raptar o Infinito! Temos apenas que nos lembrar, nos lembrar de quem somos: da nossa essência. Não somos nossas roupas, nem nosso corpo. Temos roupas, temos um corpo humano maravilhoso. Não somos nossas emoções, temos emoções. Somos a consciência dessas coisas.

Sua consciência tem limites?

Fomos treinados a usar uma metade de cerebro, o hemisfério esquerdo, que pensa de maneira lógica, linear "Isso, então isso, isso e aquilo." Com facilidade o hemisfério esquerdo percebe a relação entre dois elementos, três, quatro, até +/- 7 elementos. Alem de 7 se confunde. É por isso que usamos computadores. O cerebro direito (sensibilidade, imaginação, intuição) pensa de maneira espacial, sente tudo ao redor, percebe duma vez uma quantia enorme de informações. Quando nosso cerebro direito derrame um maremoto de informações em cima da nossa lógica, nossa lógica se perde numa grande confusão, mas isso é riqueza de informações. Quando isso ocorre, basta usar a precisão do cerebro esquerdo, da inteligência racional, formular uma pergunta precisa. A precisão da pergunta focaliza com precisão a percepção, o cerebro direito, e temos um contato direito com a realidade. A inteligência racional é precisa, é feita para perguntar. Quem é competente para responder é a percepção, o contato imediato com a realidade.

O saber pensa com o passado, a percepção percebe a realidade atual, única do momento. Quando um psicologo, um médico sabe, se aprisona no seu saber, ele não percebe o paciente, e de maneira arbitrária aprisona o paciente numa definição. Precisara curar o paciente não apenas do seu problema, mas da definiçãoo psicologica ou médica.

Uma certa filosofia Nova Era queria rejeitar a lógica. Seria rejeitar a outra meta do cerebro, como o demostram os aleijados desse falso esoterismo.

Para despertar em nos a Inteligência Total e conscientemente usar o lado direito do nosso cerebro, vamos usar o mito da Deusa:

 

Viagem Interior

Entrando na noite misteriosa do seu mundo profundo,
caminhando no luar do seu mundo interior,
já você pode sentir a presença da Deusa .
A sua esquerda, num movimento do ar,
ela começa de aparecer,
sorridente.
Você abraça ela,
consciente de assim abraçar sua própria alma.
E você pergunta a ela o que você quer saber.
O que ela sente, você sente,
você sente a resposta, percebe, sabe.
Talvez imagens vão parecer,
talvez vai ouvir uma voz,
ou apenas sentir, perceber.
Perceber diretamente o que é.
Basta perguntar, e sentir
o que você quer saber.
Delicie-se de curiosidade,
pergunte, sinta.
Pergunte, sinta.

 

Comentários

Perguntar (cerebro esquerdo) focaliza com precisão a intuição, a telepatia, a percepção (cerebro direito). A única dificuldade vem do fato que se formularmos uma pergunta errada teremos uma resposta parcial, errada. Para escapar dessa armadilha, é bom formular uma seqüência de perguntas, olhando o problema de diversas perspectivas. Uma pergunta imprescindivel: "Quais são (ou serão) as conseqüências?"

Como posso viajar para o Egito? - Asim, assim e assim. - Quais serão as conseqüências? Um virus vai me pegar, vou morrer?" Melhor ir para um outro lugar?


INDICE - PRÓXIMO




O texto original é encontrado com toda a nossa gratidão em:
Descubra seu Lado Infinito