> Sintonia Saint Germain
.
Spaces Help
Sintonia Saint Germain
Grupo de Estudos
 
Profile
 
Name: Sintonia
Occupation: Moderador
Location: Rj, Rio de Janeiro, Brazil
Eu Sou a Expressão da Lei nos corpos. O Equilíbrio da estrutura nos corpos. Eu Sou o poder de restaurar todos os desequilibrios da estrutura. Eu Sou a memória. A Memória de Deus nos corpos. A Memória da Presença de Deus nas células.
View profile details
 
Blog
 
February 04
Via Sacra

Via Sacra escrita por Dom Antonio de Castro Mayer

 

ORAÇÃO PREPARATÓRIA

Meu Senhor Jesus Cristo, disponho-me a acompanhar-Vos no caminho que trilhastes do pretório de Pilatos ao Calvário, para Vos imolardes por minha salvação. Peço-Vos a graça de conceber grande dor e arrependimento de ter pecado, causando vossos atrozes sofrimentos, e que vosso Sangue preciosíssimo infunda em minha alma o propósito firme de nunca mais pecar.

ANTES DE CADA ESTAÇÃO

Dirigente: Nós Vos adoramos, Senhor, e Vos bendizemos;

Todos: Porque pela vossa Santa Cruz remistes o mundo.

No final da consideração, depois da Ave Maria:

Todos: PESA-ME, SENHOR, de todo o meu coração ter ofendido a vossa infinita bondade, proponho com vossa graça a emenda, e espero que me perdoeis por vossa infinita misericórdia. Amém.

Dirigente: Compadecei-vos de nós, Senhor!

Todos: Compadecei-vos de nós!

Dirigente: Que as almas dos fiéis defuntos, por misericórdia de Deus, descansem em paz. Todos: Amém.

OBS. O FIEL DEVE FICAR:

DE PÉ: Durante o Cântico e a Leitura do Texto.

DE JOELHOS: Durante a leitura do texto da 12º Estação e demais orações.

 

I ESTAÇÃO

 

A morrer crucificado

Teu Jesus é condenado

For teus crimes, pecador.

 

Jesus é condenado à morte

Dirigente: Cedendo aos clamores dos judeus, Pilatos condenou Jesus à morte na Cruz.

O que levou os judeus a pedirem a morte de Jesus Cristo foi sua infidelidade. Quiseram seguir uma religião do seu agrado, e não a Religião revelada pelo Filho de Deus humanado. Nisto imitaram a desobediência de Adão e a rejeição da vontade de Deus.

Nós estamos na mesma miserável condição. Humilhemo-nos e peçamos a Nossa Senhora nos alcance a graça de sermos fiéis à Santíssima Vontade de seu Divino Filho.

Ave Maria...

 

 

II ESTAÇÃO

 

Com a cruz é carregado

E do peso acabrunhado:

Vai morrer por teu amor.

 

Jesus com a Cruz às costas

Dirigente: Depois da vigília no Horto das Oliveiras e da atrocíssima flagelação, Jesus se submete ainda ao sacrifício de carregar a Cruz até aa Calvário.

Jesus o fez para reparar os nossos pecados. Aprendamos que sem sacrifício e o habitual espírito de mortificação, nossa religião é vã, vazia, sem merecimento. Peçamos a Nossa Senhora a graça de aceitar com alegria as mortificações que nos impõe o cumprimento de nossos deveres de estado.

Ave Maria...

 

 

III ESTAÇÃO

 

Pela Cruz tão oprimido,

Cai Jesus desfalecido

Pela tua salvação.

 

Jesus cai pela primeira vez

Dirigente: Já esgotado pela insônia, fome e perda de sangue, Jesus sucumbe ao peso da cruz e cai por terra.

Nos desígnios de Deus, esta queda é para descontar as ofensas de nossos pecados, e para nos alertar contra nossa presunção. Por nós mesmos só vamos de pecado em pecado, de queda em queda.

Peçamos a Nossa Senhora nos alcance a graça da vigilância na oração e na fuga das ocasiões de pecado.

Ave Maria...

 

IV ESTAÇÃO

 

De Maria lacrimosa,

Sua Mãe tão dolorosa,

Vê a imensa compaixão.

 

Jesus encontra-se com sua Mãe Santíssima

Dirigente: Na agonia, do Horto do Getsêmani e no processo infame a que foi submetido seu Divino Filho, esteve ausente Maria Santíssima. Quando, porém, vai Ele consumar o sacrifício da redenção do mundo. Ela se apresenta. É que ambos, Jesus e Maria, no decretos do Altíssimo, estão como identificado na missão redentora do homem. É como Mãe dos remidos que Maria coopera na obra da salvação.

É a esta Mãe que recorremos para nos assegurar a fidelidade a seu Divino Filho, e meio da sociedade paganizada que nos envolve

Ave Maria...

 

V ESTAÇÃO

 

Em extremo desmaiado,

Deve auxílio, tão cansado,

Receber do Cirineu.

 

Simão Cirineu ajuda Jesus a levar a Cruz

Dirigente: A breve trecho, no caminho do Calvário, convencem-se os verdugos do Salvador de que pela extrema debilidade, conseqüência das torturas a que tinha sido submetido, Jesus Cristo não estava em condições de carregar o seu patíbulo até ao cimo do monte. Forçaram Simão de Cirene a carregar a cruz do Salvador.

Nossa salvação, por vontade de Deus, não se realiza sem nossa cooperação. Precisamos, a nosso modo, ajudar Jesus Cristo a carregar a Cruz. E o fazemos quando não nos conformamos com a maneira de proceder de uma sociedade que, na prática, se afastou da austeridade cristã. Que Nossa Senhora nos alcance esta graça.

Ave Maria...

 

VI ESTAÇÃO

 

O seu rosto ensangüentado,

Por Verônica enxugado,

Eis no pano apareceu.

 

Verônica enxuga a face de Jesus

Dirigente: Do meio daquela multidão sádica que formava o séquito nefando do Salvador no caminho do Calvário, destaca-se uma mulher forte que, arrostando a arrogância dos soldados, aproxima-se de Jesus e com uma toalha Lhe limpa o sagrado rosto desfigurado pelo sangue da coroa de espinhos pelos escarros dos sicários do Sinédrio e pelas bofetadas da soldadesca bestial.

Admiremos envergonhados a fortaleza desta mulher e peçamos a Nossa Senhora nos alcance a graça de nunca trairmos por respeito humano nossa religião, com nosso procedimento.

Ave Maria...

 

VII ESTAÇÃO

 

Outra vez desfalecido,

Pelas dores abatido,

Cai em terra o Salvador.

 

Jesus cai pela segunda vez

Dirigente: Não obstante o auxílio do Cirineu, a enorme fraqueza do Salvador fê-lo cair uma segunda vez no caminho do Calvário.

Esta segunda queda do Salvador lembra nossas repetidas culpas e, de outro lado, da infinita misericórdia de Deus que só espera nosso arrependimento para nos soerguer.

Que a fraqueza do Redentor que o prostrou por terra, seja a nossa fortaleza, e não nos permita aceitar um meio-catolicismo ao sabor da sensualidade feito mais de quedas do que de virtudes.

Ave Maria...

 

VIII ESTAÇÃO

 

Das matronas piedosas,

De Sião filhas chorosas

É Jesus consolador.

 

Jesus consola as filhas de Jerusalém

Dirigente: Ao ver os tormentos a que os sicários do Sinédrio submetiam Jesus no caminho do Calvário, umas piedosas mulheres de Jerusalém não contiveram as lágrimas e expandiram em altos prantos suas consternação. Jesus, agradecido, exortou-as a que tornassem profícuos seus prantos, chorando mais por elas e seus filhos, do que por Ele.

O que Jesus deseja é a nossa salvação. Por isso ferem-Lhe mais nossos pecados do que O afligem as chagas de seu corpo ou Lhe pesa a coroa de espinhos. "Chorai por vós e por vossos filhos" - nos repete o Senhor, quando nos vê mais preocupados com nossas moléstias e os bens terrenos do que com os nossos pecados. Abra-nos os olhos a virgem Santíssima para purificar nosso catolicismo.

Ave Maria...

 

    IX ESTAÇÃO

 

Cai terceira vez prostrado,

Pelo peso redobrado

Dos pecados e da cruz.

 

Jesus cai pela terceira vez

Dirigente: Novamente a extrema debilidade prostra a Jesus por terra. É mais uma humilhação que se junta a todas, as outras igualmente atrozes a que se sujeitou o Salvador na sua Paixão.

Fê-lo por nosso amor, nossa salvação, mas também para que compreendêssemos que, sem a aceitação amorosa das humilhações que Nosso Senhor nos envia, não participamos da Redenção, porquanto não nos assemelhamos a Jesus Cristo.

Que a Virgem Santíssima, Mãe das Dores, nos compenetre desta verdade.

Ave Maria...

 

X ESTAÇÃO

 

Dos vestidos despojado,

Por verdugos maltratado

Eu Vos vejo, meu Jesus.

 

Jesus é despojado de suas vestes

Dirigente: Chegado ao Calvário, foi , Jesus despudoradamente despido de suas vestes pela soldadesca imunda.

Jesus, o cândido lírio da inocência, mais branco, mais puro do que o mais puro arminho e que a mais branca neve, é apresentado nu aos olhos da multidão, tendo apenas para velar seu corpo sagrado a túnica do seu sangue sacrossanto.

Foi certamente a mais sensível das humilhações a que nossos pecados submeteram o Filho de Deus. No entanto, é a humilhação a que mesmo as pessoas que se dizem cristãs e tementes a Deus, continuam a submeter o Divino Salvador. A Virgem Mãe, pureza alvinitente, nos alcance o apego ao recato, à modéstia, ao comedimento, que são as condições indispensáveis para a prática da virtude.

Ave Maria...

 

XI ESTAÇÃO

 

Sois por mim â Cruz pregado,

Insultado, blasfemado

Com cegueira e com furor.

 

Jesus é pregado na Cruz

Dirigente: Estirado Jesus sobre a Cruz, esticaram-Lhe violentamente os membros e os cravaram no madeiro com grossos e pontiagudos cravos.

O suplício da Cruz era reservado aos escravos, com os quais era legítimo não ter a menor comiseração. Além disso, Jesus Cristo foi crucificado entre dois ladrões, como a indicar - diz S. Boaventura - que era o pior deles.

Tudo concorria para levar aos extremos os sofrimentos físicos e morais do Divino Salvador. Cravado na Cruz após a flagelação e coroação de espinhos, não é possível imaginar sofrimentos mais atrozes. Considerado malfeitor vil e abjeto como os crucificados, é impossível humilhação maior.

Pois esses sofrimentos, essas humilhações foram o preço de nossos pecados. Foi assim que Ele nos libertou da escravidão do demônio da morte eterna, e nos mereceu o céu no seio de Deus.

Com o coração agradecido, aprendamos a apreciar as humilhações e os sofrimentos com que Deus purifica a nossa alma, especialmente quando exigidos pelo cumprimento dos deveres de nosso estado.

Ave Maria...

 

XII ESTAÇÃO

 

Por meus crimes padecestes.

Meus Jesus, por mim morrestes.

Como é grande a minha dor!

 

Jesus morre na Cruz

Dirigente: Depois de três horas de tormentosa agonia, Jesus inclinou a cabeça e morreu.

Consumou-se o sacrifício. O véu do templo rasgou-se de alto a baixo anunciando a abolição da lei mosaica substituída pela lei de Cristo que a aperfeiçoa e supera, e atinge todos os homens.

Exclama São Paulo: "Estou pregado na cruz com Cristo." É este também o ideal da vida do fiel: unir-se a Jesus Crucificado. Ou seja, tomar o caminho da renúncia de si mesmo na obediência aos legítimos superiores, nas humilhações, no espírito de mortificação, nos sacrifícios exigidos para o cumprimento dos próprios deveres. São as disposições da alma que pedimos à Virgem Santíssima presente ao pé da Cruz.

Ave Maria...

 

XIII ESTAÇÃO

 

Do madeiro Vos tiraram

E à Mãe Vos entregaram,

Com que dor e compaixão.

 

Jesus é descido da Cruz

Dirigente: Nicodemos e José de Arimatéia obtiveram de Pilatos o corpo de Jesus. Cuidadosamente O retiraram da Cruz e O entregaram à sua Mãe, Maria Santíssima, a quem Ele pertencia por direito materno.

A Virgem Mãe contemplou em silêncio a retidão profunda daquele rosto sempre senhor de si mesmo, embora desfigurado pelos atrozes sofrimentos e morte violenta. Contemplou, adorou, e O apresentou ao Padre Eterno como propiciação pelos nossos pecados, nossos de seus filhos adotivos.

Habituemo-nos a viver com Maria. Ela nos levará a Jesus. Ela nos dará sua graça e seu vigor para triunfarmos da multidão dos atrativos para o mal que emergem de uma sociedade imersa no egoísmo e na sensualidade.

Ave Maria...

 

XIV ESTAÇÃO

 

No sepulcro Vos deixaram,

Sepultado Vos choraram,

Magoado o coração.

 

Jesus é depositado no sepulcro

Dirigente: Atendida a exigência de seu direito materno, Maria Santíssima acompanho o enterro de Seu Divino Filho organizado por Nicodemos e José de Arimatéia. Foi Ele deposto num sepulcro novo, aberto na rocha, no qual ninguém tinha ainda sido sepultado.

Sobre todos desceu um ambiente de paz que sepultou o alarido da multidão infrene, quando pedia a morte do Salvador.

A paz do Senhor é a paz de consciência que repercute no homem todo, dando-lhe a sensação de um profundo bem-estar. Esta paz encontramo-la quando desalojamos de nosso coração os sentimentos egoístas e sensuais para enche-lo de caridade de Nosso Senhor Jesus Cristo. Virtude que obteremos pela intercessão de Maria Santíssima.

Ave Maria...

 

Meu Jesus, por vossos passos,

Recebei-me em vossos braços,

A mim, pobre pecador.

 

ORAÇÃO FINAL À VIRGEM DOLOROSA

 

 

Ó Maria, minha Mãe, compartilho conVosco as dores e sofrimentos que suportastes no corpo e na alma, ao acompanhardes Vosso Divino Filho no caminho do Calvário, e ao assistirdes à sua dolorosa e humilhante morte na Cruz.

Peço-Vos que me guardeis sob vossa proteção para que não torne a pecar, renovando a Paixão de Vosso Divino Filho.

(Padre-Nosso e Ave-Maria, na intenção do Sumo Pontífice para se lucrarem as indulgências).

 

Pela Virgem Dolorosa,

Vossa Mãe tão piedosa,

Perdoai-me, meu Jesus!

1:59 PM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (0) | Blog it | Organizações
Via Sacra

 

JESUS / Paixão e Morte

 

  Chegada a época da Páscoa judaica, Jesus reúne os apóstolos para, com eles fazer aquela que seria a sua última refeição. Ali, Jesus toma um pão e divide em doze partes, dando uma para cada apóstolo dizendo:
"
Tomai todos e comei, este é o meu corpo que será entregue por vós
".
Depois, pegou um cálice com vinho e mandou que todos bebessem, dizendo:

 

 

"Tomai todos e bebei este é cálice do meu sangue, o sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós, para remissão dos pecados; fazei isto em memória de mim" (instituída a Eucaristia). 
Jesus sabe que será traído e que o momento final de sua missão aqui entre nós, se aproxima; sabe de tudo que Lhe espera, mas por amor a nós, aceita o sacrifício mortal. Manda que Judas (o traidor), faça o que tem de fazer. Judas sai e ao retornar volta com uma escolta de soldados, que levam Jesus aprisionado.  

 

 

Jesus é levado ao Cenáculo, onde é julgado culpado, pelos sacerdotes por blasfêmia contra as Leis de Deus. Queriam eles livrar-se de Jesus, pois seus ensinamentos tornavam-se uma ameaça ao seu poder. 
Como, pela lei judaica, eles não tinham como matar um judeu, levaram Jesus à presença de Pilatos (representante do governo romano em Jerusalém) para que este fizesse o que eles mesmos não fizeram. 
Nesta época, havia também outro judeu preso pelo governo romano, sendo este por crime de assassinato (Barrabás). Como era época da Páscoa, Pilatos podia libertar um prisioneiro, sendo uma forma de bom relacionamento entre Roma e os judeus. Pilatos, após interrogar Jesus, e não conseguindo achar nada de que pudesse culpá-lo contra o império romano, porém pressionado pelos sacerdotes, passa para o povo judeu a responsabilidade de  decidir quem será libertado. O povo. também pressionado pelos sacerdotes e os rebeldes seguidores de Barrabás, escolhem Barrabás, e Jesus é condenado a morrer pela cruz.
Entregue aos soldados romanos, estes torturam Jesus com chicotadas e uma coroa de espinhos, antes de fazer com que Ele levasse sua própria cruz para o local do calvário.   

 

 

Jesus, ferido e cansado, cai  pela primeira vez no caminho, com o peso da cruz. (hoje conhecido como VIA SACRA).

    

 

 

Jesus vê sua mãe (Santa Maria) em meio ao povo
(Ela o acompanha em todos os momentos mais importantes de sua Missão, sempre presente no Plano de Salvação)  

 

 

Simão Cirineu ajuda Jesus a levar a cruz.

 

 

Verônica enxuga o rosto de Jesus (a imagem do rosto fica marcada no pano) 

 

 
Jesus cai pela segunda vez.  
 

Jesus consola as mulheres de choram

 

 Jesus cai pela terceira vez
 

Jesus é despido, para ser colocado na cruz

 

 
Jesus é pregado na cruz
 

 

Jesus morre na cruz. 
Podemos questionar esta morte, julgar seus juizes, etc, mas foi por meio dela que Jesus nos libertou do pecado. E por sua ressurreição vencemos a morte.

   Jesus ao morrer e ressuscitar, liberta-nos de todos os pecados e nos deixa o caminho da salvação. Nós, pecadores, nos afastamos dia a dia deste caminho, buscando as coisas da matéria (do homem), e só por sua infinita bondade e amor, podemos ser perdoados. Somente o  "verdadeiro" arrependimento, através da Confissão, nos une novamente.

 

setstats1

1:38 PM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (0) | Blog it
A Via Sacra

Via Sacra
   

Primeira Estação - Jesus é condenado à morte
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Disse-lhes Pilatos: "Que hei-de fazer então de Jesus chamado Cristo?". Eles responderam: "Seja crucificado!". E ele acrescentou: "Mas que mal fez Ele?". Eles então gritaram mais forte: "Seja crucificado!". Então soltou-lhes Barrabás e, depois de ter feito flagelar Jesus, entregou-O aos soldados para que fosse crucificado (Mt 27,22-23.26).
 

 

Segunda Estação - Jesus toma a cruz aos ombros
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Então os soldados do governador, levando Jesus para o Pretório, reuniram toda a corte. Despiram-n'O e puseram-Lhe uma capa escarlate e, tecendo, uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça e uma cana na mão direita; e depois, enquanto se ajoelhavam diante d'Ele, faziam troça, dizendo: "Salve, rei dos judeus!". E cuspindo n'Ele, tiraram-Lhe a cana e batiam-Lhe com ela na cabeça. Depois, despiram-Lhe a capa escarlate, vestiram-n'O com as suas vestes e levaram-n'O para 0 crucificar (Mt 27,27-31).

 

Terceira Estação - Jesus cai pela primeira vez
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Ele carregou os nossos sofrimentos, tomou sobre Si as nossas dores como alguém que merece castigo, e é ferido por Deus e humilhado. Ele foi trespassado pelos nossos delitos, esmagado pelas nossas iniqüidades. O castigo que nos dá a salvação, caiu sobre Ele; por Suas feridas nós fomos curados. Todos nós andávamos errantes como um rebanho, seguindo cada qual o seu caminho; O Senhor fez cair sobre Ele a nossa iniqüidade (Is 53,4-6).

 

 Quarta Estação - Jesus encontra a sua mãe
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Simeão disse a Maria, sua mãe: "Eis que este menino vai ser motivo de queda e elevação de muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição, para que se revelem os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada trespassará a tua alma". Sua mãe conservava todas estas coisas em seu coração (Lc 2,34-35.51).

Quinta Estação - Jesus é ajudado por Simão de Cirene
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Ao saírem, encontraram um homem de Cirene, de nome Simão e obrigaram-no a carregar a cruz de Jesus (Mt 27,32).
Jesus disse aos Seus discípulos: "Se alguém quer vir após Mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me" (Mt 16,24).

 

Sexta Estação - Verônica enxuga o rosto de Jesus
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Não tem aparência nem beleza para atrair o nosso olhar, nem simpatia que nos leve a apreciá-lO. Desprezado e rejeitado por todos, homem das dores, familiarizado com o sofrimento; como alguém diante do qual se esconde orosto... (Is 53,23). 

Sétima Estação - Jesus cai pela segunda vez
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Eu sou o homem que conheceu a miséria sob a vara do seu furor. Ele me guiou e me fez andar nas trevas e não na luz... Murou os meus caminhos com pedras lavradas, obstruiu as minhas veredas... Ele quebrou os meus dentes com cascalho estendeu-me na cinza (Lm 3,1-2.9.16). Não temos um sumo sacerdote incapaz de se compadecer das nossas enfermidades, pois Ele mesmo foi provado em tudo como nós, exceto no pecado (Hb 4,15).

 

Oitava Estação - Jesus encontra as mulheres de Jerusalém
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Grita do teu coração ao Senhor, ó virgem, filha de Sião; faz derramar como torrente as tuas lágrimas... levanta para Ele as mãos pela vida dos teus amados filhos que morrem de fome em cada esquina da rua (Lm 2,18.19).
Grande multidão O seguia, e as mulheres batiam no peito e lamentavam-se por causa d'Ele. Jesus, porém, voltando-Se para as mulheres, disse: "Filhas de Jerusalém, não choreis sobre Mim, mas antes sobre vós mesmas e sobre os vossos filhos. Dias virão em que se dirá: Felizes as estéreis cujas entranhas nunca deram à luz e cujos seios nunca amamentaram. Pois se tratam assim o lenho verde, o que acontecerá com o seco?" (Lc 23,27-29.31).

 

Nona Estação - Jesus cai pela terceira vez
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
É bom que o homem carregue o seu jugo desde a juventude. Que esteja sozinho e fique calado, quando a desgraça cai sobre ele; que ponha a sua boca no pó; talvez haja esperança; que dê a cara a quem o fere até se fartar de insultos, porque o Senhor não o rejeitará para sempre... Embora castigue, também terá piedade segundo a Sua grande misericórdia (Lm 3,27-32) .

 

Décima Estação - Jesus é despojado das suas vestes
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Chegados a um lugar chamado Gólgota... deram-Lhe a beber vinho misturado com fel... (Mt 27,33-34)
Depois de crucificarem Jesus, os soldados dividiram em quatro as suas vestes, ficando cada um com a sua parte. Deixaram de lado a túnica. Era uma peça única e sem costura. Por isso disseram entre si: "Não a rasguemos, mas tiremo-la à sorte para ver com quem fica". Assim se cumpria a Escritura: "Repartiram entre si as minhas vestes e deitaram sortes sobre a minhatúnica" (Jo 19,23-24).

 

Décima Primeira Estação - Jesus é pregado na cruz
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Depois de O crucificarem, fizeram um sorteio, repartindo entre si as suas vestes. E ficaram ali sentados a guardá-lO. Acima da cabeça de Jesus puseram o motivo da sua condenação: "Este é Jesus, o Rei dos Judeus". Com Ele foram crucificados dois ladrões, um à direita, outro à esquerda. E os que passavam perto, injuriavam-n'O, meneando a cabeça e dizendo: "... Se Tu és o Filho de Deus, desce da cruz!".
Também os chefes dos sacerdotes, juntamente com os escribas e os anciãos caçoavam d'Ele: "Salvou os outros, e não pode salvar-Se a Si mesmo. Se é o Rei de Israel, desça agora da cruz e acreditaremos n'Ele (Mt 27,35-42).

 

Décima Segunda Estação - Jesus morre na cruz
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
A Mãe de Jesus, a irmã de Sua Mãe, Maria de Cléofas e Maria Madalena estavam junto à cruz. Jesus, vendo a Sua Mãe e, perto dela, o discípulo a quem amava, disse à Mãe: "Mulher, eis o teu filho!". Depois disse ao discípulo: "Eis a tua Mãe!" (Jo 19,25-27).
Desde o meio-dia até às três horas da tarde fez-se escuridão em toda a terra. Pelas três horas, Jesus deu um grande grito: "Eli, Eli, lamá sabactâni?", que significa: "Meu Deus, meu Deus, por que Me abandonaste?"... E Jesus, dando um grande grito, entregou o espírito (Mt 27,45-46.50).

 

Décima Terceira Estação - Jesus é descido da cruz
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
Estavam ali muitas mulheres, a olhar de longe; elas tinham seguido Jesus desde a Galiléia para O servir... Ao entardecer, chegou um homem rico de Arimatéia, chamado José, que também se tornara discípulo de Jesus. Ele dirigiu-se a Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos ordenou que lhe fosse entregue (Mt 27,55.57-58).

 

Décima Quarta Estação - Jesus é sepultado
V. Nós Te adoramos, ó Cristo, e Te bendizemos.
R. Porque com a Tua santa cruz remiste o mundo.
José, tomando o corpo de Jesus, envolveu-O num lençol limpo e colocou-O num túmulo novo, que mandou escavar na rocha. Em seguida, rolou uma grande pedra para fechar a entrada do túmulo e retirou-se. Maria Madalena e a outra Maria estavam ali sentadas, era frente do sepulcro (Mt 27,59-61).
 

2:56 AM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (0) | Blog it
A Via Sacra Online

A Via Sacra Online

I Estação

Jesus é condenado à morte.
Pilatos mandou vir água e lavou as mãos diante da multidão: "Estou inocente do sangue deste homem". A responsabilidade agora é do povo". Depois de mandar açoitar Jesus, entregou-o para ser crucificado."

II Estação

Jesus carrega a sua cruz.
Jesus recebe sobre seus ombros a cruz e se dirige ao Calvário ou Gólgotha ('lugar do crânio' em hebraico). A Cruz é um antigo instrumento de suplício, usado para executar os condenados à morte.

III Estação

Jesus cai pela primeira vez.
Jesus caminha cansado e abatido sob o peso da cruz. Seu corpo está coberto de sangue, suas forças esmorecem e ele cai. Com chicotes, os soldados que o escoltavam o forçam a se levantar.

IV Estação

Jesus encontra Maria, sua mãe.
Mãe e filho se abraçam em meio à dor. Eles tudo partilharam até a cruz. Sua união era tão intimamente perfeita, que não tinham necessidade de falar, porque a única expressão residia nos seus corações.

V Estação

Jesus recebe ajuda de Simão para carregar a cruz.
Na verdade, Simão de Cireneu foi obrigado a carregar a cruz. Ele vinha passando, quando recebeu dos soldados a ordem de ajudar, Jesus tinha que permanecer vivo até a crucifixão.

VI Estação

Verônica enxuga a face de Jesus.
Uma mulher que assistia à passagem de Jesus decide limpar a sua face tingida de sangue. O pano usado por Verônica teria ficado gravado com a imagem do rosto de Cristo.

VII Estação

Jesus cai pela segunda vez.
Jesus sabia que iria enfrentar um cruel sofrimento. Seu espírito estava preparado, mas seu corpo estava cansado e abatido. Ele caminhava com dificuldade e mais uma vez tropeçou e caiu.

VIII Estação

Jesus fala às mulheres de Jerusalém.
Já próximo do Monte Calvário, Jesus esquece sua dor para abrir o coração e consolar as mulheres que, chorando, lamentavam o seu sofrimento.

IX Estação

Jesus cai pela terceira vez.
Aproxima-se o fim da Via Crucis, com a última queda de Jesus, a terceira de três quedas. Jesus chega ao Calvário. Quiseram dar-lhe vinho misturado com fel, mas ele não quis beber.

X Estação

Jesus é despojado de suas vestes.
Os soldados tomaram as roupas e as sortearam entre eles, cumprindo assim, as profecias antigas que descreviam esse episódio.

XI Estação

Jesus é pregado na cruz.
Jesus é crucificado. Cravos de ferro rasgam sua carne, dilacerando suas mãos e pés. A cruz é erguida, e o Cristo fica suspenso entre o céu e a terra. Agora, ele está definitivamente pregado à cruz.

XII Estação

Jesus morre na Cruz.
Com o Sol eclipsado, Jesus gritou do alto da cruz: 'Pai, nas Tuas mãos entrego o meu espírito. Agora, estou contigo'. Baixou a cabeça e morreu.

XIII Estação

Jesus é retirado da Cruz.
Depois de pedir autorização a Pilatos, José de Arimatéia e Nicodemos compraram um lençol de linho branco e tiras de pano, e retiraram o corpo de Jesus da cruz. Maria, sua mãe, o recebeu em seus braços.

XIV Estação

Jesus é sepultado.
José de Arimatéia, Nicodemos e alguns apóstolos tomaram o corpo de Jesus, envolveram-no com um lençol de linho e o deitaram numa saliência na rocha em forma de cama. Então fecharam a entrada com uma grande pedra.

 

A Ressurreição.
No domingo, as mulheres que foram ao túmulo o encontraram vazio. Viram dois homens com vestes claras e brilhantes que lhes perguntaram: "Por que procuram entre os mortos, quem está vivo? Ele não está aqui, mas ressuscitou".

2:02 AM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (0) | Blog it
February 03
A Via Sacra

 

 

Dia 25/03/2005

Exercicio sempre na Sexta-feira Santa .

1- Exercício Alfa com o Mestre Jesus.

Fazer a Via Sacra

Seguir com: 

          2- Exercício Omega com a Mestra Magda.

                             Fazer a Via Sacra

Durante o exercicio iniciático faça a visualização das 14 estações da cruz com mentalização através dos quadros da Via Sacra. A primeira Via Sacra  é Alfa. Seguir com a segunda Via Sacra que será Omega.

Use o slide das fotos desse site.

Estudar a parte de texto em:

viasacra.htm

 

7:34 PM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (0) | Blog it | Organizações
Falando sobre Sintonia Saint Germain

Citação

Sintonia Saint Germain

http://www.sintoniasaintgermain.com.br

 



 


SAINT GERMAIN


 

 

A Idéia

Este local da Web é dedicado à expansão dos ensinamentos nos dias presentes ao Mestre Ascenso Djwhal Khul, também conhecido como O Tibetano, e para os seus estudantes simplesmente como o Mestre D.K.

O Mestre D.K. está muito envolvido com o planeta neste momento. Ele está ajudando aos grupos e aos indivíduos como você a transformar suas vidas como uma ajuda para a transformação da Terra.

Desde 1984 que ele trabalha com canais excepcionais. Ele os prove, com uma âncora, para o seu ensino neste momento.

Ele atualmente introduz os seus ensinos pelo Brasil e em oito outros países. Juntos, o Professor e o canal tocaram as vidas de pessoas incontáveis.

O Sintonia Saint Germain traz a você, do Espaço Espiritual as Dimensões do Plano Terra, através do Espaço Cibernético, esses ensinamentos profundos.

Apresentando Ele mesmo os Seus Pães de Proposição.


Y.G.

NAMASTE


4:31 PM | Permalink | Comments (0) | Trackbacks (1) | Blog it
 
Photo album
 
 
Archives
 
  • February, 2005
  •  
    Custom list
     
    Sintonia Saint Germain
    Site de Ensinamentos
    Jorge Bastos Gracia
    Comunidade Primeiro Grau
    Sintonia Saint Germain
    Comunidade Primeiro Grau
    Sintonia Saint Germain
    Site multiplay
     
    Blog list
     
    MAHATMALOKA
    msn Spaces
     
    Music
     
    There are no music lists on this space.
     
    Updated spaces
     
  • Xia at Chapel Hill
  • Joop
  • Computech911
  • sober
  • My Space
  • 夏夜晚风
  • Tates Space
  • flippin awesome
  • Nae place
  • eric
  •   Try MSN Internet Software for FREE!   |  Feedback | Report Abuse |Help
      MSN Home  |  My MSN  |  Hotmail  |  Shopping  |  Money  |  People & Chat
      ©2005 Microsoft Corporation. All rights reserved.   Terms Of Use   Advertise   MSN Privacy Statement   GetNetWise   Anti-Spam Policy