São Jorge e o Dragão

SÃO JORGE E O DRAGÃO
1943, pintura mural à têmpera, 244x61 cm
Museu Casa de Portinari, Brodowski, SP

 

São Jorge e o Dragão

SÃO JORGE E O DRAGÃO


ORAÇÃO de SÃO JORGE

Chagas abertas, Sagrado Coração todo amor e bondade, o sangue do meu senhor Jesus Cristo, no corpo meu se derrame, hoje e sempre.

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos eles possam ter, para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não o alcançarão, facas e lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se arrebentarão sem o meu corpo amarrarem.

Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder da sua Santa e divina Graça, a virgem Maria de Nazaré, me cubra com o seu sagrado e divino manto, me protegendo em todas as minhas dores e aflições, e Deus com a sua Divina Misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos, e o glorioso São Jorge, em nome de Deus, em nome de Maria Nazaré, em nome da falange do Divino Espírito Santo, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas anulas defendendo-me com a sua força e como a sua grandeza, do poder dos meus inimigos carnais e espirituais e de todas as suas más influências, e que debaixo das patas do seu fiel ginete, meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós, sem se atreverem a ter um olhar sequer que me possa prejudicar.

Assim seja com o poder de Deus e de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.

Amém.

 

 

São Jorge e o Dragão

SÃO JORGE E O DRAGÃO


São Jorge
23 de Abril

Diz a lenda que Jorge, guerreiro vindo da Capadócia, Turquia, teria salvo uma princesa das garras de um terrível dragão. Jorge, com sua espada, domou o dragão, que a princesa conduziu de volta a seu povoado como um manso cordeirinho. O misterioso cavaleiro disse ter vindo em nome de Cristo e que todos deveriam se converter. Por fim, o glorioso mártir foi condenado à morte por ter renegado os deuses do império. Durante seu martírio, Jorge mostrou-se tão inflexível que a própria mulher do imperador Diocleciano converteu-se ao cristianismo. Embora Jorge não seja mais considerado santo pela Igreja católica, seu culto é autorizado pela tradição. São Jorge é patrono da Inglaterra, Portugal, Geórgia e Lituânia.

Oração a São Jorge

Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos tendo pés, não me alcancem; tendo mãos, não me peguem; tendo olhos não me vejam e nem em pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar. Jesus Cristo me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minha dores e aflições e Deus com a sua Divina Misericórdia e grande poder seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meus inimigos; e glorioso Sao Jorge, em nome de Deus em nome de Maria de Nazareth em nome da falange do Divino Espírito Santo, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, do poder dos meus Inimigos carnais e espirituais e de todas as suas más influencias, e que de baixo das patas do seu fiel ginete, meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós, sem se atreverem a ter um olhar se quer, que me possa prejudicar.

Assim seja com o poder de Deus e de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.(Tradição popular)

23 de Abril

O Ilustre entre os mártires,
o Glorioso e Vitorioso São Jorge

Tropários da Festa

Apolitikion - (4º tom)

Ó vitorioso Jorge, ilustre entre os mártires,
libertador dos cativos, protetor dos pobres,
médico dos doentes e defensor dos governantes;
intercede a Cristo Deus pela salvação de nossas almas!

Outro Apolitikion

Pela fé, combateste o bom combate,
ó lutador pela causa de Cristo,
e por ela desprezaste a impiedade dos perseguidores.
Oferecido a Deus como oblação agradável,
ganhaste a coroa da vitória.
Por tuas orações, ó São Jorge,
alcancemos todos o perdão das nossas culpas.

Kondakion

Cultivado por Deus
te tornaste um excelente cultor da piedade
e colheste para ti as espigas das virtudes;
semeando com lágrimas, colheste com alegria;
e lutando até o sangue, ganhaste Cristo.
Por tuas orações, ó São Jorge,
que possamos alcançar o perdão de nossas culpas.

Prokímenon

Alegra-se o justo no Senhor e n'Ele confia.

Ouve, ó Deus, a minha voz quando te rogo!

Aleluia

Aleluia, aleluia, aleluia!

Como a palmeira, florescerá o justo,
elevar-se-á como o cedro do Líbano.
Aleluia, aleluia, aleluia!

Plantado na casa do senhor,
florescerá nos átrios de nosso Deus.
Aleluia, aleluia, aleluia!

Kinonikón

A memória do justo será eterna!
Aleluia, aleluia, aleluia!
 

 

O Ilustre entre os Mártires, o Glorioso e Vitorioso Jorge

o dia 23 de abril, a Igreja, no Oriente e no Ocidente celebram o grande mártir, São Jorge. Porém, enquanto a última reforma litúrgica para a Igreja latina viu retroceder a importância desse santo, para os fiéis ortodoxos ele será sempre o "megalomártir, vitorioso e taumaturgo" em honra do qual a festa não se celebra somente em 23 de abril, mas ainda no dia 3 de novembro, quando, por toda parte, se comemora a reconstrução da igreja dedicada a ele, em Lydda (atualmente em Israel), onde foi deposto o seu corpo glorioso. Há uma tradição que aponta o ano 303 como ano da sua morte. Como a liberdade de culto para os cristãos se deu somente dez anos depois dessa data, supõe-se que também a igreja em honra de São Jorge tenha sido construída por vontade do imperador Constantino.

Em ambas as festas repete-se o mesmo tropário conclusivo:

"Libertador dos cativos e defensor dos pobres,
médico dos enfermos, sustentáculo dos reis,
ó vitorioso e grande mártir Jorge,
pede a Cristo Deus que salve nossas almas."

A etimologia do nome, relacionado à terra e a quem a cultiva, faz alusão em sentido espiritual o hino encontrado no Ofício dos dias 23 de abril e 3 de novembro:

"A tua vida foi digna do teu nome, Jorge glorioso:
tomada a Cruz de Cristo em teus ombros,
beneficiaste o terreno tornado estéril pelo embuste do demônio
e, tendo extirpado como arbusto espinhoso o culto dos ídolos,
plantaste o cepo da verdadeira fé.
Por isso consegues a cura para os fiéis de toda a terra
e te mostras bom cultivador da Santa Trindade.
intercede, te pedimos, pela paz do mundo
e pela salvação das nossas almas."

Apesar das escassas notícias biográficas, nem sempre concordantes, os elogios tecidos pelas duas orações apresentadas delineiam uma figura excepcional do santo. Nascido na Capadócia de pais cristãos, foi predestinado para empreendimentos nobres. Um velho manual russo assim diz de São Jorge: Tendo ingressado para o serviço militar, "distinguiu-se pela inteligência, coragem, capacidade organizativa, força física, porte nobre." Mas é sobretudo na Passio Georgii (tida por muitos como apócrifa) que encontramos descritos os detalhes dos inúmeros suplícios aos quais o valoroso militar cristão foi submetido ao confessar a sua fé até o fim, até sua degolação. No Oriente, enquanto alguns atribuem a responsabilidade da condenação de São Jorge ao imperador dos Persas Daciano, para a maioria foi o imperador Diocleciano o responsável. Algumas recentes publicações, como o Minéon de abril, publicado em 1985 aos cuidados do Patriarcado de Moscou, relatam os diversos suplícios aos quais foi submetido o Santo: aprisionado, espancado, esfolado por uma roda cheia de pregos, sepultado numa fossa, obrigado a correr calçando botas de ferro incandescente ... e outros mais. Com a ajuda de Deus e dos seus anjos, Jorge sai-se sempre vitorioso e incólume e revida com respostas corajosas e cheias de fé aos seus perseguidores, muitos dos quais se convertem ao cristianismo.

Em algumas representações e especialmente nos ícones, o mártir Jorge aparece montado num cavalo, quase sempre branco, no ato de matar um dragão que está aos seus pés. Na cena de fundo é possível ver com freqüência, próximas de uma janela, algumas pessoas, entre as quais uma donzela destinada a ser vítima do monstro faminto, se não tivesse intervido o "Vitorioso." Esse episódio, porém, é relatado numa época mais tardia em relação às primeiras "paixões" . Entre os ícones, existe um, antiqüíssimo, pintado com a técnica da encáustica e conservado no mosteiro do Sinai (talvez do séc.VI) onde os santos Jorge e Teodoro aparecem eretos, ladeando a Mãe de Deus sentada num trono.

O culto de São Jorge, ininterrupto no Oriente e bem cedo assumido também pelo Ocidente como símbolo de virtude intrépida, é muito difundido, quer na dedicação de igrejas e instituições, quer na piedade popular: desde Jerusalém, onde já no século VI existiam um mosteiro e uma igreja dedicados ao santo, até Bizâncio onde era venerado num orfanato; desde a Inglaterra, onde a famosa Ordem da "Jarreteira" é na realidade a "Ordem de São Jorge" e onde também o calendário anglicano conserva a festa, até a Rússia, onde a imagem do santo aparecia no brasão da cidade de Moscou, e onde desde a primeira introdução do cristianismo muitas igrejas e mosteiros lhe foram dedicados. A mesma cidade de Roma julga possuir o crânio do santo mártir, conservado na igreja de São Jorge al Velabro.

A Geórgia - uma das 15 repúblicas que constituíam a então União Soviética - acredita ter uma ligação peculiar com São Jorge, também pela semelhança do nome. Mas também no monte Athos, a montanha sagrada do monaquismo ortodoxo, o santo é muito venerado e representado. A Etiópia e em geral os fiéis coptos conhecem muito bem o "megalomártir," celebrado também por eles em 23 de abril. Entre os maronitas, o culto desenvolveu-se especialmente depois das Cruzadas.

No Mínéon do mês de abril, publicado em 1985 em Moscou, os dados biográficos do santo informam:

"Ele morreu quando ainda não tinha trinta anos. Apressando-se para se juntar à armada celeste, entrou na história da Igreja com o apelido de Vitorioso."

     

Para ouvir o som do video
Deslique aqui o Som do Site


ORAÇÃO de SÃO JORGE "PEDRO BIAL"

 



Tríduo a São Jorge - 1º DIA - A FÉ



Tríduo a São Jorge - 2º DIA - A ESPERANÇA



Tríduo a São Jorge - 3º DIA - A CARIDADE

SÃO JORGE - ST GEORGE



MOVIMENTO DE FÉ A SÃO JORGE - ALVORADA



JORGE DA CAPADÓCIA


 

São Jorge e o Dragão

SÃO JORGE E O DRAGÃO




Volte a Homepage. Back