As Gralhas na Tempestade

 

As dificuldades não são um castigo, mas desafios, oportunidades para brincar com a tempestade. É isso exatamente que fazem as gralhas. Quando os outros pássaros se apavoram e buscam um refugio, as gralhas se deliciam.

Viagem Interior:

 Na plena Luz da sua consciência imagine
seu lugar de poder,

perto duma cachoeira,
escutando o barulho da água,
respirando esse cheiro verde de folhas,
sentindo a brisa acariciar seu rosto,
seus braços, suas pernas.

Ande na mata.
O Céu está escuro, escurecendo cada vez mais.
Uma Tempestade está se despertando no horizonte.

 Veste um corpo de Gralha e voa 
ao topo de um velho eucalipto,
observando, com prazer, a dança dos relâmpagos que se aproximam. De repente, o vento em fúria cavalga as árvores. A violência do vento toma você nos seus braços, leva você para cima,
para mais alto, para as alturas.
Fechando as asas, mergulha no abismo,
caindo como uma pedra,
deliciando-se com a velocidade,
com a velocidade crescente.
No último momento, perto do chão,
abrindo as asas,
deslisando como um relâmpago
bem perto das ervas torcidas de vento.

Girando, abrindo suas asas às rajadas do temporal.
O temporal atira v
ocê para a esquerda,
para cima,
precipita você para baixo,

e você desliza para as alturas.

Voa com as asas da Tempestade.

Desliza nos corredores aéreos,

deixando a velocidade levar você cada vez mais,

subindo...
descendo... brincando...
voando
com as próprias asas da Tempestade.

Voando em um mar de relâmpagos.

Você voa com as asas da Tempestade.

Deliciando-se.
Turbilhonando nos turbilhões.

Subindo montanhas de ar.

Descendo precipícios.

Tirando seu Poder da própria Tempestade.

Voando a gloriosa dança dos elementos,
da chuva e dos relâmpagos.

Voando no imprevisto das rajadas do vento,

para a direita, para cima, para a esquerda.

Voando com as asas da Tempestade.
Tirando seu Poder da própria Tempestade.

Comentário

Em uma situação difícil, lembre-se das gralhas. Abre suas asas à violência da situação, divirte-se.

            anterior.gif (1189 bytes)            proximo.gif (1194 bytes)




O texto original é encontrado com toda a nossa gratidão em:
Descubra seu Lado Infinito