O Chohan do Sétimo Raio



O 67º D-Graal "AYAM"


 

       "AYAM" nos faz descobrir as delícias da infância que se banha na energia da mãe e encontra a alegria do pai." A mãe estrutura e dá os limites a criança que tem necessidade como pontos marcadores para crescer. Em efeito, este sobe a Árvore da Vida e aprende. O ciclo recomeça e tem que saber o que significa crescer para a Luz de Deus. A alegria na aprendizagem está presente.

"AYAM" inspira-nos esta juventude, este regresso a nós, esta felicidade da juventude reencontrada onde a indiferença combina-se a sabedoria de crescer, de ver e observar. O tempo cristalisa e a juventude continua presente em nós pela Força da Vida. A Força de Vida está presente e mostra-nos a sua evolução e as lições que decorrem mas que são sobretudo para os adultos que aprendem a reencontrar o seu olhar de criança e assim amadurecer e ocupar-se da Vida.

"AYAM" põe-nos em contacto com a música que faz escoar-se no Tempo e retomar o curso das coisas. Ela é uma chave, como a água para reencontrar a Vida.

"AYAM" nos conduz a descobrir toda a riqueza da nossa sensibilidade a abertura e a abundância. Dá-nos o desejo de descobri-la toda e de brincar com a Vida e de gostar do que nos traz. Recorda-nos que fazemos parte desta vida e que temos apenas de nos deixar levar por ela, ser em comunhão com ela.

"AYAM" carrega nele a espontaneidade dos que iluminam a vida dos outro. A espontaneidade e a alegria de viver e fazem sempre descobrir os aspectos ilusórios da vida perante os aspectos reais frequentemente escondidos. O que está aberto a Vida, sabe olha-la em todos os aspectos positivos e passa para além das portas da ilusão, para encontrar reais dados, o verdadeiro sentido da Vida. Isso permite abrir todas as portas aos conhecimentos dos planos sutis integrando as Leis relativas."

"AYAM"

"Eu Sou a Criança."
Eu Sou a criança que sempre foi e que continuará.
Eu Sou a Consciência que levava antes de nascer.
Eu Sou a memória desta Consciência.
Eu Sou o Amor que você tem a você mesmo,
o Amor que leva a sua história.
Eu Sou a Matriz do Amor sobre o vosso plano.
Permito que o Amor nasça no interior das vossas células quando constroem-se.
Eu Sou o que vos diz: "Olhe-se, olha como é lindo e goste de você, porque és a encarnação do Amor, digno de Amor, portador de Amor".
Eu Sou a felicidade que tem de portar esta criança interna.
Eu Sou a Paz que isso vos traz.
Eu Sou o presente no qual vive
e a descoberta que faz o mundo momento após momento.
Eu Sou a permanência do vosso ser.
Por mim, você percebe a imortalidade de todas as coisas
é bobagem projetá-los no passado e no futuro.
Só o presente é eterno
e é a encarnação desta eternidade.
Eu Sou o Amor que se materializa em vosso coração.
Eu Sou o Amor que leva às vossas crianças.
Eu Sou o que os mostra que cada um dos vossos irmãos é uma criança.
Eu Sou o que vos permite gostar de cada um como uma criança.
Eu Sou a doçura da Mãe.
Encarno-os.
Encarnem-me.

Eu Sou"AYAM", eu te bendigo."
 

---


Volte a Homepage