O Chohan do Sétimo Raio



O 17º D-Graal "AYAM"

"AYAM" permite aliviar e ajudar as pessoas que são confrontadas com provas importantes, provas ligadas a sua história e a sua história cármica." As pessoas que são confrontadas com situações extremamente difíceis, continuam pessoas que têm um poder ou um potencial enorme. Quanto mais é difícil a prova, maior é a estrada a traçar para os outros.

"AYAM" ajuda-nos a compreender estas provas, a olhar e a aceitar. Permite pelo amor que detem a transmutar e a transformar. Permite transcender toda vibração pelo amor e o olhar de amor dos outros, porque, neste momento é o olhar do outro, os outro que ajudam-nos a realizar esta ou estas passagens.

"AYAM" ajuda-nos a dissolver todas as noções de culpabilidade, culpabilidades que vêm de longe, todas as noções de angústia, de tristeza, de suicídio. Leva-o bem elevado, bem distante, na Luz dos outros, na Luz de amor dos outros. Porque estes sofrimentos estão lá para despertar em nós a noção de compaixão, de auxilio e de serviço. Gostar dos outros como gostam como qualquer um gosta.Leva imediatamente a sofrermos, e atualmente, nós podemos ajudar os outros a não sofrer, porque já passamos por esta experiência. O olhar sobre nós está lá unicamente para que o possamos o levar um dia sobre os outros.

"AYAM" mostra-nos que os velhos esquemas têm o seu tempo e a sua razão, e que atualmente, devemos destacar-nos para ir para outras fontes e outros objetivos, objetivos de criação e de construção.

"AYAM" ajuda-nos a passar de papel de vítimas ao papel de guias, e de purificadores cármicos, individuais e planetários. O que transmutamos no interior de nós tem uma repercussão sobre todo o ambiente e bem mais. Aquilo toca todo o planeta e que aprendemos a transmutar, retransmitimo-lo aos outros de modo que possam seguidamente o fazer.

"AYAM" conduz a força interna de crer no progresso espiritual, sobretudo nos períodos de dúvidas intensas. Acompanha realmente cada pessoa durante as dificuldades do progresso iniciador e insufla-lhe esta força para que possa continuar a sua estrada, desempenhar o seu papel. Por isso, nos solicita interiorizarmo-nos e focalizarmos sobre nós, introspecção frente a cada acontecimento não compreendido.

"AYAM" nos solicita empregar o tempo a apreender cada situação ou conflito, antes de continuar a sua estrada, e sobretudo não se deixar aprisionar, e agir demasiado rapidamente enquanto não integrarmos a situação.

"AYAM" traz assim a paz e serenidade do ato justo, ao momento justo, e não ter mais conflito interno. Se os conflitos persistem é que a lição não foi compreendida e "AYAM" permite então retornar sobre os pontos não compreendido.

"AYAM" faz descer com ele novos conceitos espirituais, e novas ideias humanitárias.

""AYAM" ajuda-nos a ter em tudo o amor incondicional."
De amor incondicional Ele quer dizer gostar e gostar de tudo, de você mesmo primeiro, gostar do vosso corpo, gostar do vosso ser, da vossa alma e do vosso espírito, gostar de toda coisa que o vosso corpo toca, ainda que seja de simples matéria para vocês. Porque para nós nada não é insignificante, tudo é extraordinário e tudo é vivente.

"AYAM" nos mostra o amor incondicional em todos os atos, todos os gestos e todas as palavras. Tem necessidade deste amor incondicional e tem necessidade de mostrar que existe, que vem do Céu, mas sobretudo que é para ser dado a Terra em vosso cotidiano.

"AYAM" é a doçura e a harmonia, para que o trabalho que tem que ser feito sobre você, seja mais suave, mais moderado, porque é ligado aos seres que têm uma grande obra a fazer sobre eles mesmos, um trabalho de reajuste com os Planos de Luz e a Matéria.

"AYAM" faz ver a essas pessoas que elas estão com muitos efeitos, estão cheias de energias pesadas, as energias da tristeza, da negatividade, a fim de que tomem consciência que existem e que são difíceis de passar, mas também que é possível o exceder, o transformar e o transmutar. O seu papel é conduzir a Luz sobre toda coisa, conduzir a doçura, a compreensão e a harmonia e que não tem mais nenhuma razão de permanecer na agressividade, na dureza ou no rancor, que não tem mais razão de permanecer nas paixões, ou nas coisas realmente difíceis da Matéria.

"AYAM"

"Eu Sou a União do Pai e da Mãe."
Eu Sou a manifestação do novo reconhecimento de Deus Pai-Mãe.
Eu Sou a força tranquila de Amor que realiza.
Eu Sou o que abandona o ego para tornar-se a Realidade.
Eu Sou a manifestação da Unidade feita homem.
Eu Sou a manifestação divina feita homem.
Eu Sou o símbolo do equilíbrio do Amor,
Que nunca é limitado,
Sempre conduzido.
Eu Sou o que é sempre presente e manifesta a Presença.
Eu Sou a lei do equilíbrio,
A manifestação do equilíbrio.
Eu Sou o que de você gosta muito.
Eu Sou "AYAM", eu te bendigo."



 

---


Volte a Homepage