O Chohan do Sétimo Raio



O 10º D-Graal "AYAM"


     

  "AYAM" nos induz uma grande luz de reconciliação com nossa Alma. Ele permite ir em direção a si mesmo, ao meu eu mais íntimo, de revelar-me, e de dizer enfim: "Decido que terminou, olho-me e dou-me a absolvição de todos os meus pecados. Se eu decido, tudo é possivel."

 Ele nos é apresentado como numerosos testes para experimentar, para verificar se as decisões são veradadeiramente abertas com força, se os reajustamentos são realemente perfeitos e oportunos.

  "AYAM" ajuda os seres que são bastante sofridos, sofridos por se abrir a Deus, por compreeender e tolerar o sofrimento, e também compreeender o dos outros. Compreeender também o progresso a seguir face aos nossos "erros", "erros" do passado. A luz feita Fé, fé da reconversão.

"AYAM" auxilia aos que estão em guerra com eles mesmos, trazidas no meio de uma vida de renovação, que tende a modificar-se, e deseja que nada seja mudado,e de controle dos seus hábitos.

  "AYAM" impulsiona a achar o equilibrio em meio as favoráveis estruturas do passado, as lições, as experiencias adquiridas do passado, e a transformar as que tem lugar no ser afim de fazer frutificar a Vida, deixar correr a Vida.

 A luz pode vir a parar a todo momento de passar, se nós deixamos o velho nos alcançar em permanencia no nosso cotidiano. Se o principal acordo for sobre os nossos medos, nossos desgostos, nossas dualidades, nós não poderemos mudar, modificar nossa vida e construir uma vida serena. A luz é a felicidade exigida a que nenhuma sombra subsiste, e ela nos exige purificação e o retorno a nossa alegia interior.

  "AYAM" nos abre os braços a compreensão, e nos indica as boas primaveras em viver para achar o equilibrio. A nós de refletir sobre os nossos passos. Ele nos revela e nos mostra nossa origem, nossas origens face ao Creador. Nós sabemos então como cumprir nossa vida e como a realizar.

  "AYAM" nos indica o caminho e nos permite rencontrar o que de direito para que as coisas se façam. Os conhecimentos transmitidos pela luz acham uma direção nos conhecimentos das coisas do passado, e nos permite então compreender as interconexões existentes entre os valores no passado e os de hoje."

"AYAM"


"Eu Sou a memória de tua alma.
Eu Sou a força pura de tua marerialização.
Eu Sou a origem de tua creatividade de fazer tua mente marterializar todas as coisas.
Eu Sou a abundância da vida manifestada no teu ser interior.

Eu Sou a força da taça recebendo em seu seio as energias do universo.
Eu Sou a força de tua matéria.
Eu Sou a força de tua experiencia.
Eu Sou a memória de tua creatividade
Por mim, tu encontras teu poder de creação.
Eu Sou, "AYAM", eu te bendigo."


 

---


Volte a Homepage