ASTROLOGIA

 

A ARTE DE VIVER 

 

ÍNDICE:

 

● Signos

 

● Diferenças entre signos ascendente, solar e lunar

 

● Divisão Binária (positivo,negativo,eixos)

 

● Divisão Ternária (3 Ritmos)

 

● Divisão Quaternária (Elementos)

 

● Os Planetas

 

● O que é Movimento Retrógrado

 

● Quando um Planeta está debilitado

 

● O que é Dignidade Planetária

 

● Cabeça e Cauda do Dragão

 

● O que é Planeta Regente

 

● Dignidades e Regências

 

● O que é um Trânsito Planetário

 

● Por que horário, dia e local do nascimento são tão importantes

 

● O que é Sinastria

 

● Ciclos Planetários e Idades

 

● Casas Zodiacais

 

● Casas Vazias (O que significa)

 

● Os aspectos e seus significados

 

● As Formações Planetárias

 

● Relacionamentos

 

● Personalidades

 

S I G N O S

 

 

 

Signo solar e signo ascendente

Quais as diferenças entre eles?

 


Dentro da Astrologia, não existe nada mais familiar e divulgado pela mídia do que o nosso signo solar, aquele que as pessoas sempre consultam para ler os seus horóscopos nos jornais e revistas, mesmo que não entendam nada do tema. Em segundo lugar, em termos de promoção, está o signo ascendente. Ninguém sabe muito bem o que significa, mas tem aquela curiosidade em saber. Para os que estudam Astrologia, os signos solar e ascendente geralmente são tomados como os mais fortes do mapa, seguidos pelo signo da Lua. Como nas interpretações eles estão muito associados à personalidade, fica a pergunta: qual a diferença entre os dois? Quais são as semelhanças entre alguém com ascendente Áries e com o Sol em Áries, por exemplo?

O signo Solar é aquele pelo qual o Sol estava transitando no período de nosso nascimento. Quando você diz que "é de Áries" está, em outras palavras, dizendo que o Sol estava transitando por este signo quando você veio ao mundo. Já o Ascendente é o signo que estava subindo na linha do horizonte neste mesmo instante. Como o mapa natal é uma fotografia celeste da hora do nascimento  de  uma  pessoa, nele  estarão  desenhadas  estas  posições  e

também a de vários outros corpos celestes.

A astróloga Taciana Jácome coloca o signo ascendente como  aquele  que  nos

serve de orientação, já que ele subia ao oriente na hora do  nosso nascimento. Precisamos  buscar  o  conceito  do  ascendente  quando  estamos   perdidos. Alguém  com  ascendente  Escorpião,  por exemplo, precisa compreender que

existe   uma   realidade   além  das   aparências   corriqueiras  para  não   se desorientar com os acontecimentos da vida. É diferente de quem tem Sol  em

Escorpião, que tem esta consciência como centro  de toda  psique. O  Sol  faz

com que uma pessoa enxergue o mundo através dos conceitos do signo,   o

ascendente é aquele que ajuda esta pessoa a se erguer e se orientar. Quando

compreendemos o conceito do signo  no  qual  o  Sol  está  em  nosso   mapa,

podemos encontrar o "ouro" de nossas vidas;  já com o ascendente,  temos   a

possibilidade   de  descobrir  como  nos  levantar  diante   das  situações     de

dificuldade,  rumo aos nossos propósitos mais altos.

 

Pela Astrologia Humanista, o ascendente é visto como uma expressão do eu, a

primeira manifestação do indivíduo, a forma como  ele  se  mostra  ao  mundo

em seu temperamento e aparência física. O Sol, por  sua  vez,  é  a  verdade, a

essência de uma pessoa, mesmo que esta verdade seja expressa com  a roupa

do ascendente.  Para  esta  linha,  o  Ascendente  é  como  uma  máscara  que

usamos  para  nos  mostrar  aos  outros, mas quando esta cai, é o signo Solar

quem aparece. O astrólogo Eduardo Maia percorre caminhos mais  simbólicos

para explicar o signo Ascendente e o Solar: o Sol é como o carro que andamos

na vida e o Ascendente o motorista, responsável pela direção do veículo.


Além de buscar diferenciar Sol de Ascendente, o que precisa ficar claro  é  que

as indicações de nosso temperamento não se limitam apenas a estas duas

posições. É preciso dar importância a todos os outros fatores contidos em um mapa natal, o que só pode ser feito artesanalmente, já  que  a combinação  de todos   os  aspectos   astrológicos  de  uma   pessoa  para   a   fabricação    de

interpretações pré-redigidas é tão impossível quanto o nascimento  de um  ser

humano exatamente igual a um outro.

 

 

 

 1 – Áries = É o primeiro  impulso  na  qual   a  sua alma se  alimenta  para

                   seguir e percorrer a estrada da vida. Signo do elemento do fogo,

                   representa o heroismo,a aventura e a coragem que voce precisa

                   ter para abastecer o seu carro e dar a largada para a vitória.

                   Possui entusiasmo pela vida,é direto,franco,enérgico, dinâmico,

                   ágil,   espontâneo,   ousado,  confiante,  vibrante,   aventura-se

                   internamente em busca do seu próprio ouro.

                   impulsionador (os signos de fogo são impulsionadores   =  Áries

                   pela  sua  própria natureza, representa  o  início,  o  que   puxa

                   pelos  outros,  Leão  =  pelo  prazer, Sagitário pela sabedoria.

                    Vitalidade, dinamismo, rapidez,requinte,alegria,auto-confiança.

Áries

entre 21 de março e 20 de abril

Planeta Regente: Marte.
Modo: Cardinal.
Polaridade: Masculina.
Pedra: Rubi.
Regente Natural da Casa I - O Eu, o Ego, a Aparência Física.
Signo: do Fogo, positivo

Características Básicas:

(+) Espírito pioneiro, aventuroso, empreendedor, corajoso, direto, altamente energético, não aceitando a restrição e amando a liberdade, vive o presente.

(-) Egoísta, sempre se colocando em primeiro lugar; sem sutileza, impulsivo, belicoso, satírico, impaciente, querendo tudo “agora/já!”, agressivo,   ríspido,  explodindo em   frequentes   ataques   de     impaciência e raiva, desorientado, desanimado.

 

 

 

 

 

 

 2 – Touro = Dá a possibilidade de compreender o quanto de determinação,

                    paciência  e   perseverança  são  necessárias   para   que   voce

                    percorra os seus caminhos. Objetivo, persistente e tenaz,   que

                    busca resultados concretos e práticos, produtivo, segurança   e

                    estabilidade. A tendência à estética e a motivação pelo prazer e

                    conforto,  levam-no  a  abordar  a  vida  de forma muito física e

                    sensual. Essa sensibilidade terrena acarreta forte  necessidade

                    de segurança, estabilidade material e afetiva, do contato físico,

                    a se relacionarem de forma amável  e afetiva,  apreciar  tudo  o

                    que é belo. 

                    Mais  lento,  beleza,  conforto,    amor,   sensitivo   e  sensorial,

                    determinado,    paciente,    perseverante,    trabalhador,     boa

                    memória. (2º feminilidade).

 

Touro

entre 21 de abril e 20 de maio

 

Planeta Regente: Vênus
Modo: Fixo
Polaridade: Feminina
Pedra: Ágata
Regente Natural da Casa II - Posses, Bens
Materiais, Dinheiro.

Signo – de terra, negativo

Características Básicas:

(+) Prático, digno de confiança, paciente, hábil em negócios, forte capacidade de resistência, firme senso de valores, relação com as artes, amor ao luxo, conforto e boa comida, persistente, sólido, determinado, força de vontade, afetivo, bondoso.

(-) Possessivo, preguiçoso, auto-indulgente, estático nas suas posições (cabeça dura), sem flexibilidade e originalidade, ganancioso, obstinado, rancoroso, obcecado por rotinas. Indolente,  desalentado,  frustrado, apegado as coisas,  que  ter sempre mais  e mais,  levando  ao  cúmulo  e  a

acomodação;

 

 

 

 

3 – Gêmeos = Todos os opostos,  até mesmo  aqueles que  convivem   dentro

                       de nós, dão-se as mãos e complementam-se. Tem  o  conceito

                       de amizade e mostra  o quanto  é  possível  unir  o  que   está

                       dividido    no   mundo.   A    curiosidade,  a  mobilidade     de

                       pensamento e a capacidade de percepção e assimilação,

                       facilidade de expressar-se em todos os níveis, de discorrer  de

                       um assunto para outro. A grande lição geminiana é que  tudo

                       está relacionado, interligado, é importante   unir  os  opostos,

                       para que nada se percam saíndo  do fragmentado do   mundo

                       em nossa  mente vagueia  para buscar a integração  entre  as

                       coisas,  entre   tudo.  Tem   a   facilidade   de,   mentalmente,

                       separar as coisas e depois juntá-las novamente,leva a buscar

                       sempre   diversas   alternativas  e  possibilidades  para  tudo;

                       sua mente está  sempre inquieta,  movimentando-se  para   a

                       integração e complementação.

                       Comunicação, cultura geral, amizade,   flexibilidade,   união,

                       engraçado, adora aprender.

 

 

Gêmeos

entre 21 de maio e 20 de junho

 

Planeta Regente: Mercúrio
Modo: Mutável
Polaridade: Masculina.
Pedra: Água-marinha
Regente Natural da Casa III - Comunicação, Locomoção.
Signo = ar, positivo

 


Características Básicas:

 

(+) Adaptável, versátil, intelectual, engenhoso, lógico, espontâneo, jovial, conversador, escritor, jornalista, línguas, jovial e atual na aparência.

(-) Inconstante,   agitado,  inquisitivo,  inconsistente,  muda  de  opinião    facilmente, energia nervosa, superficialidade.

 

 

 

4 – Câncer = Envia  o  conceito   de   memória;   todos  os  fragmentos    do

                      passado constituem   a   sua   vida,  como  ela   é  hoje,    nós

                      precisamos  recolhe-los  para  compreender  a  nós   mesmos.

                      Lembrar  do  nosso  próprio  passado,  recorrer à memória da

                      Humanidade,  tão  fragmentada  e  esmagada  sob nossos pés

                      apressados.  Faz  parte  de  sua  natureza  a  introspecção e a

                      necessidade  de  intimidade;  é preciso  se  ambientar  com  o

                      lugar,  com  o  fragmento  ou  pessoa,  para   depois  ir   se

                      mostrando,  se  apresentando,  se  colocando  com  toda   sua

                      sensibilidade e tenacidade, que  faz  com  que  se  agarre  aos

                      seus  sentimentos,   convicções,  opiniões  e   racionalizações,

                      dando-lhe a convicção de  saber  o  que  é  o  melhor  para  si

                      mesmo.  Tímido  e   grande   senso   de   auto-proteção,   vive

                      entocado em sua contra protetora. Deixando-se guiar por sua

                      intuição   e  sintonizando  com  as  lembranças  do   passado,

                      recompõe   essas  recordações  e  resolve  fechar  as  questões

                      emocionais;   cicatrizar   as   feridas   do   passado   significa,

                      livrar-se   de  fardos  emocionais,  que   impedem  de  viver

                      melhor  no  presente.  Administra  bem  sua  sensibilidade   e

                      emoções para viver melhor em qualquer tempo.

                      Maternal, sensível,   amigo,   intuitivo,   protetor,   emocional,

                      memorial,  carinhoso,  cuida  do  outro,  sedução  na  arte  de

                      cozinhar (1º  feminilidade).

                         

Câncer

entre 21 de junho e 21 de julho

Planeta Regente: Lua
Modo: Cardinal
Polaridade: Feminina
Pedra: Pedra-da-lua
Regente Natural da Casa IV - A Família, o Lar,
Senso de Maternidade.

Signo = Água, negativo

Características Básicas:

(+) Gentil, sensível, simpático, imaginação poderosa, lembranças do passado, instinto materno ou paterno,  solícito,  protetor,  cauteloso,  perspicaz,  gosto familiar.

(-) Super-emotivo,    hipersensível,   mordaz,    melindroso,    mal-humorado, pessimista, inclinação a auto-compaixão, rancoroso, instável, desorganizado.

 

 

 

 

 5 – Leão = Aprende a centralizar suas energias e extrair o verdadeiro brilho

                  que existe nas coisas e dentro de  si mesmo.  Brilhar,  aparecer,

                  liderar,  ser  amado,  respeitado,  o   que  acontece  quando    se

                  encontra   a  essência  de  sua  alma,  sentindo-se  pleno  de   si

                  mesmo, com urgente  necessidade  de  ser  grandioso  e  doar-se

                  sem querer nada em troca, o levando naturalmente ao  comando

                  e   a  expressar  toda  sua  criatividade  e  grandeza,    buscando

                  sempre o seu valor, tem a glória de abrir vastos horizontes e,  de

                  forma extraordinária, mostrar o seu brilho, que certamente será

                  expresso de maneira calorosa e amorosa.

                  Melhor  auto-estima,  luxo   beleza,  lazer,   namorar,    paternal

                  (proteção), nobreza de caráter.

 

 Leão

entre 22 de julho e 22 de agosto

Planeta Regente: Sol
Modo: Fixo
Polaridade: Masculina
Pedra: Âmbar
Regente Natural da Casa V - Jogos,
Diversões, Namoro, Filhos.

Signo = Fogo, positivo


Características Básicas:

(+) Magnânimo,   generoso,   criativo,     entusiasmado,   bom    organizador, indulgente, expansivo, com senso para o  drama  e  a  encenação;  senso  de nobreza, exaltação do ego.

(-) Dogmático,     brigão,   pomposo,   esnobe,   intolerante,   opiniões   fixas, prevalecimento de suas idéias, gosto pelo poder ou  por  aparecer  mais  que os outros. irresponsável,    vaidoso,  namorador.   Quer  um   palco,   gestos

gradiosos,  dramáticos,   esmagando   os   outros  com   sua  eterna  chama

ofuscante, pois,   precisam  constantemente  de   atenção  e  como  é  difícil

dividir atenções e lideranças. Gosta de ser tratado como “realeza” e quando

a glória não se apresenta nos feitos  da  sua vida,  tende  a   se  retirar  com

raiva,    tal   como   uma   criança  irritada  por   não   ser   o    centro    das

brincadeiras.  É imperioso  sua   necessidade  de  aparecer  como   indivíduo,

de  ser  respeitado  e  reconhecido  por   sua   “generosidade”;   quando  fica

esperando algo em  troca:   quer  gratidão  e  lealdade  das  pessoas.  “Isto é

a representação de um papel (o Persona)”. Egoico  e arrogante,  só olha para

o próprio umbigo.

 

 

 

6 – Virgem = Sem a simplicidade, a naturalidade,  o conceito  da Paz  e  da

                      Pureza, transmitidos  por este signo,  a vida  seria  impossível

                      na Terra. Ser simples e natural é desenvolver  sua  capacidade

                      de   prestar   serviços  úteis. É  desfazer-se  do  que   não     é

                      essencial, fazer ajustes e encontrar as melhores técnicas para

                      incrementar  sua  atuação  no mundo.  Cuidar  dos  detalhes,

                      preocupar-se  com  a  saúde  e   a    aparência,   organizar  os

                      serviços de forma metódica, porém prática. Planeja e  executa

                      tarefas, buscando dar o melhor de si. Tem a peculiaridade de

                      analisar minuciosamente cada etapa do que  realiza,  tecendo

                      comentários e críticas;  busca a perfeição e procura fazer tudo

                      de forma “impecável”.

                      Eficientes,  prestativos,  buscam  a  perfeição, se  prendem  a

                      detalhes, cuidadosos, muito fiéis.

 

             Virgem

entre 23 de agosto e 22 de setembro

 

Planeta Regente: Mercúrio
Modo: Mutável
Polaridade: Feminina
Pedra: Turquesa
Regente Natural da Casa VI - Trabalho,
Saúde, Cotidiano.

Signo: da Terra, positivo

 

 

Características Básicas:

(+) Discriminativo, analítico, meticuloso, modesto, ordeiro, limpeza, higiene, primeiros socorros, pequenas coisas e detalhes, prestativo.

(-) Exageradamente detalhista e preocupado, hipercrítico, enfadonho, anormalmente convencional, exagero na seletividade pessoal, meticuloso.

 

 

 

 

 

7 – Libra = Transmite os conceitos da proporção e  da  justiça.  A  noção   é

                   compreensão do equilíbrio, é fundamental para que as  pessoas

                   e o mundo permaneçam  caminhando.   Acionar   a   tônica    do

                   equilíbrio, se traduz em  sempre  pesar  e  medir  cada  ação   e

                   decisão agindo com ponderação. Os relacionamentos são muito

                   importantes   na   vida,   é    essencial    o    agrupamento,     as

                   associações, as parcerias, em suma, estar  “casado”.  Aprecia  o

                   que é belo, agradável e harmonioso.

                   Vivência à dois, união, sociedade, respeitador, educado, fino,

                   requintado, elegância, admira a beleza, a arte, leis,a justiça, no

                   amor (longo, tépido = paixão).

 

 


Libra

entre 23 de setembro e 22 de outubro

 

Planeta Regente: Vênus
Modo: Cardinal
Polaridade: Masculina
Pedra: Pirita
Regente Natural da Casa VII - Relacionamentos, Casamento, Associações.
Signo: do Ar, positivo


Características Básicas:

(+) Encantador, preza a harmonia e condições agradáveis
de vida, natureza despreocupada, romântico, diplomata,
tem senso estético, idealista, refinado.

(-) Extremamente indeciso, frívolo, mutável, facilmente
influenciável, inconstância de emoções.

                  

 

 

 

 

 

 8 – Escorpião = Precisamos da “morte” para  renascermos  diante  de  uma

                          nova  realidade.  Escorpião  é  ir  além  das  aparências,   é

                          transformar e regenerar todas as coisas. Expressa-se na

                          vida com uma marcante intensidade de sentimentos, que a

                          faz   ser  intuitiva,   passional,  enigmática,   impulsiva     e

                          profunda.   Tem   uma   grande    e    turbulenta     energia

                          fervilhando  no   seu   íntimo   e   precisa   aprender   como

                          canalizar    tal   força.   É    não    contentar-se     com      a

                          superficialidade, pois a uma exigência de que um poço seja

                          cavado e que se penetre nele  para  conhecer  e  aceitar  os

                          seus sentimentos ali guardados,  para  uma  renovação.  É

                          preciso eliminar, matar certas coisas, para  poder  começar

                          do zero. Conscientizando-se da perda e vivência da  dor,   a

                          raiva,  o ciúme, inveja,  está penetrando no mundo  desses

                          sentimentos turbulentos e secretos, aceitando-os  e  tendo,

                          assim, uma chance de transformá-los. Há de se remover os

                          entulhos,   para  ter-se  espaço  livre  e  limpo  para  novos

                          sentimentos e novas possibilidades na vida. Não acumule,

                          nem reprima velhos e fortes sentimentos  em sua  alma.  À

                          medida que se apresentarem, vá logo tentando canalizá-los

                          de  forma  construtiva,  liberando-os  e  dando-lhes   novas

                          formas.

                          Intuição (2º), percepção, energia,  comando interno,  poder,

                          liderança,  fala pouco, muito observador.

 

Escorpião

entre 23 de outubro e 21 de novembro

Planeta Regente: Plutão
Modo: Fixo
Polaridade: Feminina
Pedra: Turmalina negra
Regente Natural da Casa VIII - Transformações, Sexualidade.
Signo: da Água, receptivo


Características Básicas:

(+) Emoções e sentimentos poderosos, sentido de finalidade, altamente imaginativo e profundo, discernimento sutil, persistente, determinado à conclusão de seus objetivos.

(-) Ciumento, controlador, possessivo, passional, guarda mágoa, desconfiado, teimoso, reticente.

 

 

 

 

9 – Sagitário = É transcendência,  é elevar-se  rumo  à  verdade;  é  buscar

                         atingir cada vez metas mais elevadas, através da Sabedoria.

                         Apresentam-se   de  forma  vibrante,  confiante,   positiva  e

                         Entusiasmada. A mente aberta para novos  conhecimentos,

                         o desejo de expandir seus horizontes, buscando ir  além  do

                         que já aprendeu. Olhar o caminho  a sua  frente,  descobrir

                         novos    significados    para   a   vida,    vendo    todas      as

                         possibilidades que se apresentam para alcançar seus alvos;

                         sem descuidar-se do que se apresenta no meio da  jornada,

                         saindo   de  uma  forma  de  vida  emocional,   passar   pelo

                         humano/racional e transcender.  Sagitário   à  alma  um

                         direcionamento para o alto.  A  Alma  busca  o  elevado. 

                         ficar  na  parte   animal,   vai  mostrar-se  na  vida   apenas

                         emocionalmente;    através    do    intelecto     atinge      um

                         conhecimento maior, que revelará seu mundo interior mais

                         rico  e  sábio,  dispondo-se  a  disparar   flechas  de fogo no

                         conhecimento em diversas  direções,  levando  sabedoria   e

                         entusiasmo para os corações das pessoas.                       

                         Busca    a   cultura,    conhecimento,   a   sabedoria,    quer

                         sempre aprender, bem humorado, otimista, jovial.

 

 

Sagitário

entre 22 de novembro e 21 de dezembro

Planeta Regente: Júpiter.
Modo: Mutável.
Polaridade: Masculina.
Pedra: Jade.
Regente Natural da Casa IX - Estudos Superiores,
Grandes Viagens.

Signo = do fogo, ativo

Características Básicas:

(+) Jovial, otimista, com senso de justiça;  versátil,  mente  aberta,  adaptável, amante da liberdade, perspectiva filosófica, sincero, franco, alegre, aventureiro, escrupuloso.

(-) Propenso ao exagero, ao extremismo, sem tato, inquieto, negligente, turbulento, cegamente otimista, irresponsável, caprichoso, vaidoso, exibido.

 

 

 

 

 

10 – Capricórnio = Simboliza o TODO,  a   sedimentação,  a  plenitude  e  a

                               altura da natureza; é perceber o  grande  potencial  que

                               temos de alcançar, o topo de nós mesmos.  Ser  pleno  e

                               estar por inteiro em tudo que realizar,  com  praticidade,

                               obstinação  e  determinação,  para  alcançar  as   metas

                               traçadas, dando-lhes consistência e realidade. Dá  uma

                               forma objetiva e definitiva aos projetos,  torna  concreto

                               tudo   aquilo  que    enxergava  com  possibilidade  de

                               realização.    Naturalmente    disciplinados   em     seus

                               horários,    prazos    estipulados,    projetos    definidos,

                               responsável, eficiente e paciente.

                               Otimista, determinado, respeitador.

 

 

 

Capricórnio

entre 22 de dezembro e 20 de janeiro

 

Planeta Regente: Saturno
Modo: Cardinal
Polaridade: Feminina
Pedra: Ônix
Regente Natural da Casa X - Status
Profissional, Carreira.

Signo = da Terra, receptivo

 


Características Básicas:

 

(+) Digno de confiança, determinado, ambicioso, cuidadoso, prudente, senso de humor refinado, disciplina, paciente, perseverante, tendência a levar tudo a sério.

(-) Aparência rígida, séria, sisuda, super exigente, pessimista, convencional, avarento, mesquinho,  tendência  a  ser  "desmancha prazeres",   deprimido,   

triste.

 

 

 

 

 

 

 

11 – Aquário =  É o  vôo  que   podemos levantar  rumo  à  perfeição   e   ao

                         entendimento de que somos feitos à imagem e   semelhança

                         do Princípio e que a ele  devemos  “imitar”.  É  olhar para  o

                         mundo, desejando torná-lo mais justo e igualitário.  Guiado

                         por estes ideais, sai de uma visão subjetiva  e pessoal  para

                         ampliar  o  horizonte  e  sintonizar-se  com  novas  idéias  e

                         tendências (mudanças  sociais,   igualdade  de  tratamento,

                         oportunidades   para   todos).   Cultiva  amizades,   elevada

                         auto-estima, sabe o que quer, consegue restringir  o  desejo

                         pessoal em função do coletivo, pouco convencional.  Ama  a

                         liberdade   e  a   independência,   objetividade   e   agilidade

                         mental, ideais de fraternidade e igualdade.

                         Inovadores,    diferentes,    aberto   a   tudo,    inventivo

                         e  criativos, pré-visão, intuição mental, grande amigo.

 

Aquário

entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro

 

Planeta Regente: Urano
Modo: Fixo
Polaridade: Masculina
Pedra: Ametista
Regente Natural da Casa XI - Amizades,
Grupos, “Os Outros”.
Signo = do Ar, ativo

 

 

Características Básicas:

(+) Humanitário, independente, cordial, prestativo, progressista, original, inventivo, espírito reformista, fiel, leal, idealista, intelectual, liberdade, convívio em grupo.

(-) Imprevisível, excêntrico, rebelde, obstinado, sem tato, fixo em suas opiniões, caprichoso, anticonvencional.

 

 

 

 

 

 

 

12 – Peixes =   Abre as  portas para que possamos contemplar o universo  e

                        sentir    o   quanto   somos   parte   dele.    Encontramos    a

                        dissolvência e, o desapego dos desejos egoístas que  causam

                        turbulência em  nossos   corações.  É  Fé,   é  a  certeza   no

                        sagrado, uma Fé que supera a  dualidade  das   emoções   e,

                        simplismente  compreende.  Desapego  e   entrega,   que   se

                        traduzem em  abnegação  e   que  é  capaz  de  fazer   um

                        soldado audaz  e  confiante;  que  fará  surgir  o  lado   mais

                        sensível,    intuitivo,    criativo   que   poderá   guiá-lo    para

                        desenvolver    o   artista    ou   o   místico,    desprendida    e

                        caridosamente, estará   a  serviço  do  outro,   usando    sua

                        sensibilidade   e  imaginação criativa para  tornar  o  mundo

                        mais  pacífico  e amoroso. Nas águas de  peixes     nadam

                        a serenidade, o abandono, a intuição e a dissolução  do  eu.

                        Não  existe nenhum  apego,    entrega   e  união.  É   o

                        milagre da vida envolto na compaixão e no Amor Universal.

                        Muito   sensível,    espiritualidade,    empatia,     humildade,

                        compaixão, compreensão, perdão, despreendido,  carinhoso,

                        sereno,intuitivo, abandono,  dissolução  do eu,  desapegado,

                        entrega e união (todo) Amor Universal.

 

Peixes

.entre 20 de fevereiro e 20 de março

 

Planeta Regente: Netuno
Modo: Mutável
Polaridade: Feminina
Pedra: Turquesa
Regente Natural da Casa XII - A Mente
Espiritualizada, o Inconsciente.
Signo = da Água, receptivo


Características Básicas:

(+) Emotivo, humilde, simpático, desprendido de coisas materiais, sensível, adaptável, impressionável, gentil, intuitivo, receptivo, espiritualizado.

(-) Dúbio, negligente, preguiçoso, desorganizado, vicioso, confunde-se facilmente, indeciso, melodramático, escapismo, mundo das ilusões.

 

 

 

 

 

 

Qual é a diferença entre o ascendente, o signo solar e o signo lunar? Qual é o mais importante?

 


Na carta astrológica de nascimento não existe um signo mais importante do que outro. O signo ascendente é aquele que está ocupando a região correspondente ao leste, na carta astrológica, no momento em que um evento ou pessoa está nascendo. É o signo que fornece os indícios da forma física que teremos e a maneira espontânea de agir que iremos desenvolvendo ao longo da vida. O signo ascendente informa como iniciamos as coisas em nossa vida, pela primeira vez, pois marca a nossa primeira entrada no mundo dos quatro elementos. Uma série de outros fatores intervém na análise desse comportamento espontâneo.

Dependendo do dia de nascimento, a pessoa que tem o mesmo ascendente que outra poderá ter em seu mapa astral o planeta regente do ascendente em signos diferentes, auferindo nuances diferentes para cada um. Por exemplo, duas pessoas têm o mesmo signo ascendente, Sagitário. As duas terão traços principais semelhantes no comportamento espontâneo. Ambas podem ter vontade de viajar, conhecer outros países e pessoas, gostar de andar a cavalo, ter facilidade para línguas e esportes e adorar aventuras. Mas, se no mapa de uma delas o planeta regente Júpiter encontra-se em Escorpião, isso acrescenta uma nuance diferente ao seu comportamento e forma física do que da outra pessoa, cujo Júpiter natal estava no signo de Sagitário. A primeira tenderá a ser mais cautelosa ou controladora do que a segunda.

O signo solar indica o senso de identidade de cada um, a maneira de entender o mundo e a forma pela qual somos capazes de agir como sóis na comunidade familiar ou social em que vivemos. O Sol é símbolo da vida, ele aglutina planetas em torno de si. Ele simboliza a força criadora, onde somos criativos, líderes e temos algo a ensinar aos outros e a realizar na vida. A casa astrológica em que o Sol natal se encontra representa a área da vida em que precisamos nos realizar, para termos um sentido profundo de estarmos vivos e atuantes. Aqui também alguns outros fatores entram na consideração da identidade pessoal.

Por exemplo, duas pessoas podem ter o mesmo signo, ou seja, terem nascido no mesmo intervalo de dias que marca a passagem do Sol em, digamos, Virgem. Em um caso, porém, o planeta regente, Mercúrio, estava transitando o próprio signo de Virgem, e em outro, talvez estivesse em Libra. Essa diferença é importante pois acrescenta mais informações a respeito da forma como a pessoa irá usar seus talentos criativos para se expressar na vida e se impor no ambiente. Mas existem outras diferenciações menores. Dependendo do dia de nascimento, aquelas duas pessoas cujo signo natal é Virgem podem ter nascido em decanatos diferentes, o que enriquece a análise. Podem ainda ter o grau do Sol natal em outras divisões menores do Zodíaco, denominadas termos, o que interfere também no resultado geral.

 

 



O signo lunar é o signo em que a Lua transitava no dia e hora em que nascemos. Ele dá informação a respeito de como recebemos os condicionamentos dados pela família e sociedade. Informa como tendemos a ver nossas mães, como lidamos com nossas emoções, sentimentos, intuição e senso de segurança pessoal. As mesmas considerações que aplicam ao signo ascendente e ao solar se aplicam aqui também. Uma Lua natal em Câncer indica uma resposta emocional ao ambiente bem diferente de uma Lua natal em Capricórnio. A primeira age com emoção e procura o conforto espontaneamente. A segunda teme por sua segurança emocional, é cautelosa e tende à tristeza.

 

 

 

Divisão Binária = Os doze signos podem ser divididos em 2 grupos:

                                positivo negativo/masculino feminino/ativos receptivos

                                positivos   =  signos do Fogo e do Ar

                                negativos  =   Signos da Terra e Água

 

Os signos são alternadamente positivos e negativos, mas os signos opostos tem a mesma polaridade. Não há criticismo implícito nos signos negativos, nem supremacia nos masculinos, pois cada um precisa do outro.

 

 

 

 

E I X O S

 

Chamamos Eixos em Astrologia, as polaridades dos Signos, ou seja é o Signo e seu Oposto, são as energias que temos gravadas em nós, em nosso consciente e inconsciente.

Os Eixos são 6:

  1. Eixo Áries e Libra
  2. Eixo Touro e Escorpião
  3. Eixo Gêmeos e Sagitário
  4. Eixo Câncer e Capricórnio
  5. Eixo Leão e Aquário
  6. Eixo Virgem e Peixes

 

Exemplo: se uma pessoa tem o Sol em Virgem, esta energia está gravada nela à nível consciente, e para que haja equilíbrio é necessário procurar o outro lado, Peixes, que está gravado em seu subconsciente para completar-se inteiramente.

 

 

 

1o EIXO: ÁRIES - LIBRA

ÁRIES:


Signo Cardinal de Fogo, regido por Marte. Rege a 1a Casa (personalidade, maneira de agir). Apóstolo Simão - Eixo oposto: Libra
Áries é o símbolo do princípio da criação, do começo, do dar a vida. É o símbolo da vontade, de ação, do querer, do princípio, do domínio da vida.
É o primeiro a lançar a semente da criação. Áries está ligado à primeira manifestação de vida, a individualidade. Áries marca o início do Zodíaco, marca a entrada do equinócio onde os dias e noites são iguais e Libra também. Por isso, quase sempre a reação dos dois signos deste eixo, são parecidas, embora haja diferença no cômpito geral da ação. Áries é o símbolo da personalidade individual do homem, da independência, da unidade, pois usa a palavra (ariana) EU SOU. O Cordeiro, símbolo de Áries tem o significado da inocência, no sentido da espontaneidade, da impulsividade, da não premeditação, da conotação da verdade. O Ariano é o maior difusor da verdade (não a verdade total e absoluta), mas da sua verdade. Ele é um apaixonado pela sua verdade, assim como pela sua vida. Áries não premedita o que faz ou o que pensa, ele não poderia, jamais pára para pensar o que está dizendo, se está ferindo ou não. Ele simplesmente despreza o que pensa, o que lhe vem à cabeça ou dentro dele, sem que suas ações ou palavras passem por qualquer processo autocrítico. Do fogo brota a impulsividade, é passional, e a impulsividade está ligada a Áries.
O fogo é a coisa do momento, é o impulso, ele tem o sentido da vida, aquece, é explosivo enquanto duram o calor e a energia, mas acaba logo que acaba o combustível. O Ariano só aprende a controlar sua impulsividade, batendo com a cabeça na parede, que é justamente sua parte mais sensível. Ele é o Líder, comanda, domina, impõe a sua vontade em detrimento à vontade dos outros, sem cogitar se os outros aceitam ou não. Por isso para que Áries consiga o equilíbrio deve buscar o seu pólo oposto que é Libra; senão pode tornar-se egoísta, individualista, ditador e autoritário.
No corpo humano Áries rege a cabeça, pois é como aparecem febres altas, infecções fortes que elevam a temperatura, é problema de cabeça.

 

LIBRA:

Signo cardinal de Ar, regido por Vênus. Rege a 7a Casa. Uniões afetivas, sociedades, divisão do Eu. Apóstolo João. Pólo oposto - Áries.
Se Áries é a individualidade, Libra é o outro lado, a coletividade, é o símbolo do ser social.
Quando falamos em grupo numa coletividade sem individualizar as pessoas, estamos falando de Libra.
Libra é a divisão do Eu em relação do outro. Ponderar as minhas ações e pensar o resultado que uma ação minha tem a nível de outra pessoa, a outra cabeça. Exemplo: Hoje não estou afim de dar aulas, o que vocês acham? Esta é uma atitude libriana. Áries diria, hoje eu não quero dar aula e fim. Libra mede, pondera, analisa a reação de cada um e é aí que entra o símbolo da balança, pesa sua idéia e ação e também a idéia do outro. Para um legítimo libriano a idéia do outro tem sempre mais valor que a dele. Libra usa a balança a vida toda, sempre medindo e pesando tudo. Se ele tem fome e sede, põem um prato da balança 3kg de pão e no outro, um recipiente com

 igual quantidade de água, aí custará a decidir por um ou por outro, porém as duas têm pesos iguais. Por estar sempre medindo ele atrasa a força da decisão, porque leva sempre muito tempo para equilibra-se, pois os pratos da balança estão sempre estáveis e custam a chegar ao equilíbrio. Libra precisa de Áries para ajudar a decidir com rapidez e tomar atitudes concretas nas horas certas (precisa da impulsividade de Áries). Libra é diplomata, harmonioso, ele gosta que as coisas estejam sempre bem, sem discórdia. Áries, não, parte para a luta. Libra se não busca o pólo oposto, torna-se indeciso, sem opinião própria dependendo da idéia do outro. Se alguém emite uma opinião com a qual Áries não concorda, ele parte para a luta, para a briga, enquanto Libra não, irá concordar, estudar a opinião do outro e achar que ele tem razão. Ambos se tornam negativos na medida em que não procuram o pólo oposto, isto é, o equilíbrio.
Por isso Áries tem que ponderar, tem que medir o resultado de suas ações para abrandar a sua impulsividade e para que não prejudique os que estão à sua volta. Libra irá ponderar, pesar e equilibrar suas energias e ações a vida inteira, por isso é consciente a sua natureza, mas deverá também ter força de decisão e domínio de sua própria individualidade. No corpo humano, Libra rege o sistema renal e as nádegas.

 

2o EIXO: TOURO – ESCORPIÃO

TOURO:


Touro é regido por Vênus, Signo fixo de Terra, rege a 2a casa. Concretização, realização material, finanças, todos os ganhos com esforço próprio. Apóstolo Judas Tadeu; Pólo oposto - Escorpião. Áries comanda - Touro obedece. É o signo que vai transformar a idéia lançada por Áries em realidade. Touro tem a força da realização, está ligado à matéria, ao trabalho artesanal, à materialização, ao executar, ele é um excelente trabalhador e tem habilidade manual muito grande, por isso é chamado O Artesão. Touro tem a necessidade de realização. Ele só se satisfaz quando vê a coisa realizada, construída e para isso, ele necessita paciência que é uma das suas características. Touro é muito apegado à tudo, principalmente ao que faz, pois tudo é feito com muito carinho. O apego de Touro é de afeição, amor. Mas se Touro se apegar de mais à concretização das coisas, ele pode ficar subjugado à matéria. Ele precisa realizar e manter materialmente as coisas para não perder sua realização, mas para não ficar subjugado à matéria deve buscar o Pólo Oposto (Escorpião), para se desapegar e aprender a transformar as coisas. Um dos símbolos taurinos é fazer crescer, aumentar, por isso Touro está ligado ao acúmulo da matéria. O crescimento da matéria é função Taurina (não é matéria como forma, mas no sentido filosófico). Os Taurinos são afetuosos, conservadores, mantendo as coisas e conservando-as ao seu redor, isso faz com que eles sejam pacatos e acomodados. A acomodação é típica de Touro. Ele tem necessidade de realização das coisas e vai fazendo o que as outras pessoas lhe pedem, mas como sente que está sendo dominado, ele empaca e não sai do lugar, e quando isso acontece é difícil mudar, pois aí vem a sua teimosia que é infindável. Touro é desejo e o Taurino está sempre desejando as coisas, ele nunca está satisfeito, enquanto não realiza o que deseja, porém quando esse desejo é realizado, passa a ser outro o objeto do desejo (Vênus é desejo). Pode estar ligado ao desejo de comer, de acumular matéria, pode ter tendência a engordar. Touro, quando se propõe fazer algum

 

trabalho, ele executa e realiza. É a força física, é o trabalho passivo, não é a energia dinâmica, a idéia dinâmica. Taurino é prático, digno de confiança, resistente, persistente, sólido e tem força de vontade. Necessita segurança, e é extraordinariamente obstinado, possessivo e ciumento. É paciente e leva muito tempo para se aborrecer, mas quando isso acontece, se torna extremamente violento e feroz. O Touro deve procurar o Pólo Oposto (Escorpião) para se tornar mais desapegado, menos ciumento e possessivo. No corpo humano rege as glândulas, o que produz caso seja descontrolado, emagrecimento ou engorda.

 

ESCORPIÃO:
Escorpião é regido por Plutão, Signo fixo de Água, rege a 8a Casa.
A morte em todos os sentidos (Capacidade para renascer, heranças, pensões, transmutações). Apóstolo Judas Escariotes. Pólo Oposto - Touro. O Escorpião é o químico, aquele que dissocia a matéria, para criar outra, inteiramente diferente. É o símbolo da transformação, é a busca do novo, não é apenas renovar, transformar e transmutar. Está ligado à renovação, assim como Aquário esta ligado à inovação e desapegar da matéria.
Escorpião nos traz a conotação de destruição, realmente se ele tiver um pouco de Touro. Exemplo: Touro se ganha uma xícara vai utilizá-la e conservá-la como tal o resto da vida, já Escorpião irá transformá-la, fará um furo e a xícara nunca mais poderá ser utilizada como tal, será transformada num vaso de plantas. Só Escorpião dissocia as coisas para criar de novo, é porque tem poderes sobre as coisas. Ele é o símbolo do domínio. O domínio de Touro é o domínio material no sentido de carinho, ele quer estar perto das pessoas de quem gosta.
O domínio de Escorpião é profundo, é o domínio da alma, ele domina pela força interior que tem, não é como o domínio do leonino, Leão chega e centraliza. Escorpião cutuca a pessoa e diz o que está dentro dela, Áries fala sem pensar, o Escorpião sabe porque está falando, ele tem a consciência do que fala. Escorpião está ligado às coisas ocultas, muito profundas. Esse seu lado oculto de instinto é difícil de entender. Costuma-se dizer que o Escorpião não perdoa, não esquece o que fazem com ele. Como a força está com ele, se sente ferido e se desestrutura.
Escorpião está ligado à morte, mas no sentido do renascimento, para renascer, antes é necessário morrer. Ele está ligado à regeneração, ao trazer nova vida, por isso está ligado à cirurgia, ele tem o sangue frio que os cirurgiões precisam ter. Mas não é o sangue frio do Capricórnio, é o enxergar dentro, é cortar, extrair o que não serve. O Escorpião gera vida nova - Renasce.
Ele sabe renovar, transformar, se desapega das coisas velhas, das estruturas envelhecidas e as transforma em outra coisa. Se não souber ser Touro, não tiver carinho, não souber conservá-la, não se apegar às coisas, ele destrói tudo, e si conservar, passará a vida destruindo o que poderia ser aproveitado e cingir-se-á mal acabando por destruir-se também. Touro é sensualidade da matéria, é Vênus, é forma sensual. O Escorpião é carisma interior é energia sensual. Escorpião é o símbolo do instinto, por isso está ligado aos órgãos reprodutores, é o instinto primitivo do homem, que é o gerar, é sobrevivência, a reprodução.

3o EIXO - GÊMEOS - SAGITÁRIO

GÊMEOS:
Signo mutável de Ar, regido por Mercúrio, rege a 2a Casa. Adaptação, intelecto, dualidade. Apóstolo Mateus - Pólo Oposto, Sagitário. Cada Signo representa uma característica humana, uma cadência de vida, Gêmeos é o Signo que simboliza a dualidade. Ele tem a capacidade de fazer as coisas paralelamente, por isso seu signo são duas paralelas. Ele capta, percebe, faz várias coisas ao mesmo tempo. Consegue falar ao telefone enquanto está batendo à máquina, para isso tem flexibilidade, adaptação e movimento. O homem tem na atividade intelectual, onde pela idéia concreta, ele expressa seu conhecimento, Gêmeos transmite concretamente a idéia, ele está ligado à comunicação e à expressão. A palavra, seja escrita ou falada, é função geminiana. Áries lança a idéia, mas gêmeos irá divulgá-la, para que isto ocorra, é preciso que ele seja versátil, que se adapte à situação, porque ele comunica a idéia do outro, ele tem que adaptar-se à esta idéia, para divulgá-la bem. Tanto o conhecimento pela expressão, como captar pela informação, são características de Gêmeos. A versatilidade e a troca rápida, são símbolos geminianos. Ele consegue adaptar-se à função direta das coisas, é a necessidade imediata, é a oportunidade do momento, tudo que é rápido é geminiano. Gêmeos tem a necessidade de movimento, dualidade e multiplicidade das coisas. Si dos vários interesses que ele tem, não direcionar um e trabalhar nele para buscar o ideal, torna-se dispersivo. Ele quer fazer várias coisas ao mesmo tempo, começa a estudar Astrologia, secretariado amanhã, informática depois de amanhã, mas é necessário que conclua o que iniciou, pois na maioria das vezes, ele deixa pelo meio o que começou, sem terminar nada, nem seguir seu objetivo. O geminiano deve buscar na atividade versátil que tem, vários momentos onde possa fazer várias coisas ao mesmo tempo, pois isso, a movimentação é muito importante para ele. Ele tem o movimento dentro de si e será difícil tirá-lo desta característica. Exemplo: Meu exemplo que simboliza bem o eixo em comparação, Gêmeos é o macaco, Sagitário é o elefante. Gêmeos é como o macaquinho, na floresta, pula de galho em galho com flexibilidade e movimento, conhece um pouco de cada canto da floresta, só que não sabe por onde vai, pula de cá para lá e quer estar em toda parte ao mesmo tempo. Se ele quer beber água, vai pulando de galho em galho, em direção do lago, se distrai comendo frutinhas, olhando tudo à sua volta e quando vê, está na montanha, do outro lado do lago. Já o elefante (Sagitário) quando vai beber água no lago, vai em frente, se encontra uma árvore no caminho, a afasta com a tromba e continua até chegar ao lago que é o seu objetivo. Assim o macaco aprende como elefante para não se dispersar, esquecendo seu caminho. Gêmeos precisa se conscientizar, segui seu objetivo, pois do contrário passará a vida inteira fazendo um pouco de cada coisa, sem finalizar, sem completar coisa alguma. O aprender, o intelecto, é coisa geminiana. Sendo calado ou eloqüente, ele expressa objetivamente a idéia, através da fala, da escrita ou do desenho. Com Gêmeos é a toca rápida com o meio, ele rege no corpo humano, o Sistema Respiratório. Rege também o sistema nervoso, baço e as mãos.

SAGITÁRIO:
Signo mutável de fogo - regido por Júpiter - Rege a 9a Casa - Filosofia, estudos superiores, grandes viagens - Apóstolo Pedro - Pólo Oposto, Gêmeos.
A representação de Sagitário é um Centauro, meio homem, meio animal, com uma flecha apontada para o alto.
É o símbolo da evolução, da busca, do objetivo distante. Áries também é fogo, cria a vida, Leão sustenta e Sagitário busca uma nova vida, transformando-a num ideal e buscando muito longe. Ele é filósofo, é aquele que vai entender a Lei da Evolução da vida. Por ser Pólo Oposto de Gêmeos, enquanto este busca um momento que é passageiro, Sagitário o objetivo, o ideal das coisas. Gêmeos expressa a idéia concreta, Sagitário busca a idéia abstrata. Sagitário busca as coisas ao longe, ele estipula um caminho e segue através dele. Se Sagitário estiver no quarto e ir para o jardim, ele atravessa a sala e mesmo que ele esteja demorando, ele chega ao jardim. Gêmeos sai do quarto e quando chega à sala, e se distrai com alguma coisa, esquece de ir ao jardim que era seu objetivo primeiro. Sagitário tem um ideal e quer alcançá-lo,vai atrás dele, e tem esperança de consegui-lo, por isso ele é otimista e alegre. Gêmeos se satisfaz com o momento, Sagitário busca o objetivo e na hora em que seu objetivo é desfeito, algo se esvazia dentro dele e então sente-se insatisfeito e se propõe à nova busca.
A busca de Sagitário é a expansão. Sagitário na busca de um ideal, tem na mesma, um método, uma lei para alcançar seu objetivo, mas durante o caminho, as coisas mudam, modificam-se, por isso, se ele não consegue mudar, procurando adaptar-se mais, sendo mais flexível (sendo Gêmeos), ele não conseguirá chegar até lá. Ele não pode se manter tão rígido, tem que aceitar as idéias dos outros também. A Filosofia e a Religião são símbolos de Sagitário. São elas que fazem as leis, os métodos, para a orientação espiritual do homem, para que o homem encontre DEUS. Mas até na Religião as coisas mudam, adaptam-se às circunstâncias do meio. Este lado de Gêmeos, da adaptabilidade, é o lado que Sagitário deverá buscar, prestar atenção ao momento e tentar adaptar-se à ele. Gêmeos está ligado à 3a Casa-movimento, pequenas viagens, é o ir à Petrópolis e voltar, o ir à outros lugares próximos; ir à Nova York, Índia, é coisa de Sagitário, é a 9a Casa que são as longas viagens. É o buscar ao longe, ele vai do outro lado do mundo à busca da cultura. Sagitário busca o conhecimento de outras culturas, outros povos, mas para conhecer ele precisa adaptar-se. Se vai à Nova York e não se adapta lá, não vai conhecê-la bem. Sagitário está ligado à necessidade de aprofundamento de conhecimento. No corpo humano rege o movimento, as coxas e a coluna.

4o EIXO - CÂNCER - CAPRICÓRNIO

CÂNCER:
Signo Cardinal de Água - Regido pela Lua - Rege a 4a Casa: Raízes, Família, Antepassados, Bens de Família - Apóstolo Felipe - Pólo Oposto, Capricórnio.
Câncer representa a evolução e involução, é o ir em frente e voltar para trás (o caranguejo é um animal que mora dentro da toca. Só sai para buscar alimento e então volta novamente à ela para digeri-lo). Assim também acontece com as suas experiências, até quando foi magoado e ferido. Câncer é regido pela Lua, que é o elemento que faz com que a Terra acompanhe o movimento do externo com o interno, ou seja, a Lua enche e sobe a maré, a Lua mingua e desce a maré. A lua também está ligada à relação do mundo interior, com o mundo exterior, simboliza o plano emocional do homem, por isso Câncer é o símbolo ligado às emoções e aos sentimentos. O ir e voltar de Câncer, é sensibilizado através do Sonho e da imaginação. O Canceriano não tem limite de tempo, a imaginação, é o não limite, deste tempo em todos os sentidos (o tempo e o espaço é o que nos coloca com a natalidade da vida). Nossa vivência é limitada através do tempo e do espaço. Mas é através da imaginação que o Canceriano vai para frente e para trás com a mesma felicidade que vive o presente. As emoções se fixam fielmente em sua memória, como espelho de câmara filmadora, ele absorve as imagens fielmente, é a gravação emocional da experiência. É uma memória mais forte que a racional, pode não se lembrar de detalhes, mas sente a mesma emoção. Cada experiência se grava tão bem emocionalmente como uma fotografia é impressa no negativo. Exemplo: Si em determinada situação sentir um perfume característico, dali à 20 anos, quando sentir o mesmo perfume, lhe vem à memória exatamente aquele momento do passado. O Canceriano vive a impressão que as coisas dão à ele, não racionaliza a pessoa nem a experiência. Ele tem a impressão emocional e esta é difícil de ser escondida, em seu rosto espelha a emoção, seja através do riso ou de lágrimas, ou dos olhos que brilham. Esse reflexo de emoção é coisa bem canceriana. Existe uma analogia entre os Signos e as águas que simbolizam muito bem a diferença entre os Signos de Água. Câncer é o 1o signo de água, seriam as águas do lago, ou lagos, água parada que reflete as coisas como elas são, quando vemos refletido na lagoa, parece que estamos dentro dela, que mergulhamos nela, mas é uma reflexão exterior, reflete o que está fora dela. O Escorpião, seria a água dos rios, aquela que passa e se renova, nunca é a mesma, é transformação. Peixes, seria as águas do mar, onde todas as outra desembocam, é a totalidade. As coisas cancerianas não são paradas e limitadas de uma circunstância ou vivência externa, ela se projeta interiormente. Essa troca com o meio é fundamental para o canceriano. Ele se envolve com o meio em que está. As pessoas confiam à ele os seus segredos, e com a sua mente intuitiva e profunda, é difícil algo que eles não descubram, só se não quiserem, porém ele jamais julga, (isso é coisa de Sagitário), ele ouve, absorve e reflete. O canceriano nunca irá diretamente às coisas, ele rodeia como (caranguejo anda para os lados) roda, volta, mas está sempre atento à tudo que se passa, quando aparece alguém para apanhar seu pedaço, aí lança-se à frente, pega-o e não larga mais. Câncer precisa do seu lar, do seu teto, pois estando protegido, ele poderá dar proteção. Ele é o teto da casa, a proteção. Capricórnio é a estrutura, o alicerce. Ele tem que ter a estrutura pronta e firme para colocar o pé. Câncer, rege a digestão, o estômago, está ligado à parte emocional (doenças do estômago, como úlcera, gastrite pois são emocionais).

CAPRICÓRNIO:
Signo Cardinal da Lua - regido por Saturno - Rege a 10a Casa - Objetivo: Ambição, caminho e posição de atuação na sociedade - Apóstolo André - Pólo Oposto - Câncer.
Câncer põe o exterior para dentro dele, Capricórnio afasta o exterior para proteger o que tem dentro, tem estrutura interior sólida, mas coloca à sua volta um anel de gelo como capa de proteção. Capricórnio é a cristalização da humanidade, é o limite do tempo. É nesse Cardinal de Terra que começa a cristalização do interior, em Touro esta matéria será aumentada, em Virgem, ela será reformada, lapidada. No momento em que há cristalização, há a constância do presente, assim o eixo Câncer-Capricórnio é o símbolo da eternidade, o passado, o presente e o futuro. Câncer está sempre indo e voltando através da imaginação. Capricórnio é o presente, ele organiza e materializa a passagem do tempo. Ele limita o tempo e o espaço. Ele mede tudo, é quem determina a largura e o comprimento da experiência de uma matéria e de sua atividade. Ele limita a realidade. O símbolo de Capricórnio é a cabra montanhesa, lá em cima da montanha poderá ver toda a realidade que a cerca, por isso sobe passo a passo até alcançar o topo, ele sabe onde quer chegar e sabe que a sua realidade é uma questão de tempo. Muitas vezes a vida de Capricórnio se torna rígida, dura, difícil, exatamente por estar em contato com a realidade, presa no limite do tempo, que precisa ser exato. Para não se endurecer demais, tem que buscar o outro lado, Câncer, que é mais emocional e sonhador. Capricórnio vive intensamente o momento presente, ele luta, busca realizar concretamente as coisas e procura a sua auto realização. Por isso é o símbolo da vivência, da experiência, e passo a passo, ele acumula esta experiência, até chegar ao amadurecimento. Mas no momento em que amadurece ele se cobra solidez e segurança, infra-estrutura e é por isso que tem necessidade de realização, obrigação de fazer, concretizar. O lado do dever de responsabilidade de Capricórnio é propósito próprio, é auto confiança. No corpo humano ele rege tudo que se calcifica, cristaliza, toda a estrutura, esqueleto, tendões, joelhos, articulações, cartilagens e a pele.

 

5o EIXO - LEÃO - AQUÁRIO

LEÃO:
Signo fixo de fogo - Regido pelo Sol - Rege a 5a Casa - Filhos, amores, paixão, jogos e a consciência de individualidade - Apóstolo Tiago Menor - Pólo Oposto - Aquário.
Leão é regido pelo Sol, que é o centro do sistema solar. É o sol que mantém, que organiza, disciplina, que faz com que todos os planetas à sua volta mantenham sempre uma lei de rotação. Esta órbita em volta do Sol, todos em torno de um elemento central, se manifesta pelo poder da gravitação solar. O Sol atrai os planetas e faz com que eles se mantenham regularmente em torno dele. Isto é fundamental para a compreensão do Signo de Leão. O Leão representa o centro da vida, tem poder de organização, disciplina pela atração que ele possui. Mantém tudo ao seu redor, as pessoas, as situações organizadamente e também disciplinarmente. Assim como o Sol é o símbolo da vida, o leonino quando vive uma experiência, ele quer sustentá-la e mantê-la quente e viva, pois Leão é calor e as coisas que estão vivas, têm calor, são quentes, quando mortas perdem a vitalidade e o brilho. Quando as coisas estão vivas, são exuberantes, atraentes, assim com é o Leão, ao contrário quando morrem perdem o viço, a atração e a exuberância. O fundamento da energia leonina é o poder de atração. O Leão nos leva a pensar no magnetismo, no brilho, na atração das coisas, pois tudo que tem vida e brilho tem o poder de atrair, pelo fogo interior que possui e que existe dentro de cada manifestação vital. Tudo que tem brilho e atração, que chama nossa atenção, são coisas leoninas à sua volta. Exemplo: Quando se fala no coração da América do Norte, não se fala em Washington que é a capital e sim em Nova York que brilha em termos de vida, é o centro de atração dos Estados Unidos. No Brasil, o centro de atração é São Paulo, ascendente Leão, ele tem a energia leonina, move o Brasil, centraliza as coisas. Sendo Leão o centro, aquele que atrai e mantém, tendo a consciência de sua própria individualidade, ele terá obrigatoriamente muita segurança, senão, não poderá centralizar e organizar as coisas à sua volta. Por isso é o símbolo da confiança, da certeza interior, da consciência do Eu, centraliza tudo em torno dele. Tanto Áries como Leão e Sagitário, os 3 signos de fogo, estão ligados à individualidade. Áries cria a individualidade, Leão centraliza e mantém, Sagitário transforma a individualidade em um ideal, em busca da perfeição que é DEUS. O Sol no horóscopo é também o símbolo da figura paterna dentro do nosso conceito social, que em torno dele é que tudo se mantém, é o centro da família. Já a Mãe é a emoção, a Lua, é a relação da troca diária. A sociedade patriarcal é bem leonina, o Pai é figura central, é ele que mantém a estrutura familiar, ele se senta à cabeceira da mesa e centraliza tudo à sua volta. O Leão atrai naturalmente, mesmo sem querer, ele mantém as coisas à sua volta. Ele não precisa colocar um abacaxi na cabeça ele chama atenção, é exuberante com a natureza, por mais feio que seja dentro de nossos conceitos de estética, ele chega e marca presença, tem charme, tem viço. O Leão domina pela presença, ele atrai à tudo e todos. No corpo humano o Leão rege o coração, que é o órgão que tem o poder de vida do homem. Seu poder de influência sobre o fígado e o baço que é o órgão através do qual, o Sol vitaliza nosso organismo.

 

AQUÁRIO:


Signo fixo de Ar - Regido por Urano - Rege a 11a Casa: Planos, projetos, fraternidade - Apóstolo Tiago Maior - Pólo Oposto - Leão.
A umidade é atraída pelo Sol e se transforma em nuvem que atrai o raio e através da tempestade, há chuva que irá renovar as coisas trazendo-lhe nova vida, mantida pelo Leão (sol). O raio cósmico, a eletricidade, é aquário, onde há renovação da vida e onde há o curto-circuito da tempestade. O Aquariano choca pela inovação, ele é aquele que sacode a árvore para que as sementes pulem e possam nascer em outro lugar. A tempestade sacode a árvore e ainda rega a semente para que ela possa nascer e crescer, porém, se a tempestade não termina, poderá destruir tudo. Assim é o Aquariano. Se não souber manter a vida das coisas que renovou, poderá destruí-las. Ele é a descentralização da energia, é aquele que irá irradiar esta energia, mas se ele não conservar o calor, irradiará tudo para os outros e em conseqüência ficará sem energia e sem calor. O Aquariano não é seguro de si, não tem autoridade, cede muito e se descentraliza. Ele sempre pergunta o que devo fazer, apesar de fazer sempre o que quer, sem escutar a opinião dos outros, mas ele pergunta por insegurança. Ele busca irradiar e atingir o centro do outro, para ser o outro, é a fraternidade. Libra é a união, sou eu e o outro, Aquário é irradiação, abrange muito mais.

 

O Aquariano é o precursor, tem suas originalidades, liberdade em agir e em criar. Ele é o símbolo da liberdade, é diferente da independência de Áries, que não cede e não depende de ninguém. O Aquário é altruísta, é decidido no sentido de impulsionar, o novo (a decisão de inovar) e muitas vezes introvertido. A ausência de Leão lhe traz a incerteza de êxito, falta de confiança no próprio poder e isto o faz hesitar e evitar-se. Por isso ele é tenso, dá choque e descargas nos outros. Para se desvencilhar desta tensão, terá que ter mais confiança em si e arcar com as conseqüências de ser o pioneiro. Aquário provoca choque, impacto e repentinamente, rompe, não consegue manter o que criou, ele dinamiza tanto que acaba por dinamitar.

Ele é rebelde. Os Signos de Ar, são Signos Mentais. Gêmeos é o próprio intelecto. Libra e a ponderação, intelectualiza as coisas. Aquário cria o novo, através do intelecto, inova. No corpo humano, Aquário rege o Sistema Nervoso, a circulação do sangue e as pernas.

 

 

6o EIXO- VIRGEM - PEIXES

VIRGEM:

 

Signo mutável de Terra - Regido por Mercúrio - Rege a 6a Casa: Trabalho, empregados, saúde, harmonia com a natureza, purificação - Apóstolo Tomé - Pólo Oposto: Peixes
A energia de Virgem, representa o processo analítico que existe na natureza, este processo é seletivo, é a Separação do joio e do trigo. Daí o símbolo de Virgem, que representa a pureza, mas não a pureza moral e sim o que é puro na natureza, na energia. A energia A energia Virginiana está ligada ao sistema purificador, depurador. Para que possa depurar, purificar alguma coisa é necessário analisá-la, portanto a análise é inerente à purificação. Para analisar é necessário observar atentamente. Os métodos científicos de análise são virginianos. Observa-se o elemento, analisa-se esse elemento, separando-o para chegar à uma conclusão. Uma das características do virginiano é a crítica. Vigem é observador, detendo-se extremamente nos detalhes, ele é minuciosamente detalhista. Precisa observar bem, com bastante espírito crítico e analítico, para que nada se perca. Virgem parte do todo para o particular e Peixes é o contrário, parte do particular para o todo. Num processo analítico a pessoa não pode se envolver com o fato, se põe à parte para conseguir analisá-lo bem. É o que acontece com o processo de psicanálise, se o psicanalista se envolve com o cliente, não poderá analisá-lo com isenção de ânimo, com frieza, de fora. Não é a frieza de Capricórnio que se faz superior, se põe lá em cima, totalmente afastado.

Virgem pára, observa, ele não se afasta. Se o virginiano conhece a pessoa, ele analisa cada detalhe desta pessoa, da ponta dos pés ao fio de cabelo, de repente, se detém em uma pequena pinta que a pessoa tem no olho, aí, já não existe mais a pessoa e sim a pinta, a qual ele está analisando. Virgem se prende ao detalhe, esquecendo-se da estrutura, do todo; se ele não consegue retroceder, entrando novamente na integridade do elemento (como Peixes), ele poderá dissociar e se perder nos detalhes. É claro que se Virgem analisa atentamente cada detalhe, ele vai perceber os mínimos erros e com isso se torna perfeccionista. Virgem , pega uma pedra bruta e começa a lapidar, e lapida tanto, buscando a perfeição, que se não tiver Peixes, acaba com a totalidade da pedra sem perceber, ele acaba por desintegrá-la, destruindo sua essência. Certos pensamentos são usados no Sentimento exato para um determinado Signo. Por Exemplo: Para CAPRICÓRNIO colocar um tijolo sobre o outro, tem que ser preciso, bem posto para assegurar uma estrutura sólida e firme. Se ao colocar o tijolo, cair um pouco de cimento e sujar, não tem importância desde que o tijolo esteja bem consolidado; já para VIRGEM, esse cimento que caiu do lado de fora tem muita importância, pois ele se preocupa mais com o detalhe do que com a estrutura. CAPRICÓRNIO é preocupado

com a segurança, a estrutura, é persistente nisso, VIRGEM é preocupado com o detalhe, com a perfeição, é persistente em buscar o perfeito. Todos os Signos de Terra, estão ligados ao trabalho, Capricórnio lança as bases da estrutura, Touro o trabalhador braçal e Virgem é o trabalhador minucioso, ligado aos detalhes, habilidoso. Um espécime do reino animal que está ligado à Virgem é a abelha, ela é perfeccionista, prática, excelente trabalhadora e se esmera nos detalhes. O favo é a coisa mais perfeita da natureza- a procura de Virgem é o aperfeiçoamento. Tanto Gêmeos como Virgem são regidos por Mercúrio, são rápidos, sendo que Gêmeos é nervoso e Virgem é ansioso em

 

 

sua procura de aperfeiçoamento. Este dois signos têm o dom da palavra, dada por seu regente. O geminiano sai falando, comunicando, ele usa a palavra como elemento de comunicação. O Virginiano, observa, analisa e só depois de muito tempo usa a palavra, como decorrência de sua observação.

 

Outra característica de Virgem é que ele só acredita, vendo, tem que ver para crer. Por isso ele deve buscar o Peixes, acreditar nas suas coisas, crer na própria vida. Peixes é intuição, imaginação, sonho. Virgem é observação, detalhe e perfeição. Virgem em aspectos passivos pode ter excesso de depressão, de organização,a ou ter mania de limpeza, ou então não conseguirá manter a organização que necessita.

 

No corpo humano, Virgem rege, os intestinos delgado, onde é feita a depuração e aproveitamento dos alimentos.

 

 

PEIXES:


Signo mutável de Água - Regido por Netuno - Rege a 12a Casa - Compreensão, ocultismo, limitação, isolamento, busca do porque da vida. Apóstolo Bartolomeu - Pólo Oposto - Virgem.
Peixes - É o seguro que representa a síntese da vida. Assim como Gêmeos, representa a dualidade, Peixes representa a totalidade que existe no homem. Um dos símbolos atribuídos à Peixes é a serpente, que engole a própria cauda que significa o infinito, apenas o ponto limitado. Peixes é aquele que alcança tudo, que compreende a síntese da experiência. Quando ele faz uma experiência, entra dentro dela e passa a ser a própria experiência. A característica importante deste Signo, é a compreensão, é entender a totalidade, mas ele perde a visão dos detalhes e das particularidades. Diz-se que Peixes, é ótimo ombro onde as pessoas vão chorar, vão buscar compreensão, mas Peixes não consegue analisar nada, não sabe criticar, observar o erro, ele acaba absorvendo o problema da pessoa, aí em vez de termos uma pessoa com problemas, teremos duas. Peixes, precisa de Virgem, que é o discernimento. Virgem limpa tudo com cuidado, pega um pano para tirar o sujo das coisas, lava-o e torna a passar, até que tudo fique bem claro. O peixe não apenas passa a esponja, ele absorve tudo (por isso é dado a intoxicações).
No corpo humano, Peixes regem, os pés e tornozelos.

 

 

 

 

 

 

 

Divisão Ternária  =  3 ritmos - Qualidades

 

 

Além de estarem associados aos elementos da natureza, os signos também se correspondem a outras tres qualidades, de acordo com a sua posição no Zodíaco: Eles podem ser impulsivos, fixos ou mutáveis. Também contamos aqui, quantos pontos se tem em cada uma destas qualidades e o que isto tem a dizer do temperamento.

 

Impulsivos ou Cardinais: Áries, Câncer, Libra e Capricórnio.

. Os quatro cardinais são os signos da iniciativa. Eles so talhados para começar qualquer aventura nova, Desbravando e manifestando uma criatividade empreendedora. Mas a vontade poderosa e independente pode torna-se impaciente e cruel se a alto motivação ceder por completo.

 

Fixos:   Touro, Leão, Escorpião e Aquário.

. É uma descrição adequada para estes quatro signos. Todos têm as qualidades comuns da determinação, lealdade e consistência. Uma pessoa com signos fixos fortes em seu mapa, mirando um alvo, a pouca coisa que possa detê-la: Ela é persistente e digna de confiança. As manifestações menos desejáveis desta energia fixa são: a teimosia, a intolerância e uma incapacidade de lidar com as mudanças ou aceitá-las, quando ela ocorre.

 

Mutáveis:  Gêmeos, Virgem, Sagitário e Peixes.

A mutabilidade é adaptável e flexível. Onde estes signos são fortes a uma habilidade para distribuir e utilizar energia – os signos cardinais iniciam e criam, os fixos consolidam e preservam, mas os mutáveis disseminam, tanto aplicando construtivamente quanto desperdiçando. Estes signos podem sofrer uma falta de perseverança e de propósito, mudando conforme o vento.

 

Os pontos:

 

Carência:   Menos de 4 pontos

Equilíbrio: 4 pontos

Excesso:    Mais de 4 pontos

 

IMPULSIVOS OU CARDINAIS:

 


Carência: Se há uma coisa que voce precisa é uma boa dose de energia e impulso para começar e arriscar no novo. Não tenha tanto medo de se laçar ao mar e viver uma aventura, ainda que se corra certo risco. Vá mais a frente, ouse, arrisque e não detenha todos os seus barcos por segurança. Pelo menos uma vez em cada semestre se permita agir por impulso, sem medos, com coragem e ousadia.

 

 

Equilíbrio: Voce sabe a hora certa de começar as coisas e desencadear as suas ações. Sem se arriscar demais e sem deixar de ousar por medo do novo, voce consegue pesar o momento mais oportuno para se lançar nas coisas nas quais acredita. Este equilíbriop garante o impulso suficiente para que voce possa cumprir aquilo que necessita, dentro do seu tempo e da sua natureza.

 

 

Excesso: O excesso no ritmo impulsivo diz respeito ao seu poder de iniciativa. Desenvolver projetos pioneiros, se arriscar e se lançar nas coisas, sem medo e com uma boa dose de ousadia, faz parte de seu temperamento. Se há quatro barcos para mandar ao mar, voce não terá nenhuma dificuldade de lançá~los ao mesmo tempo, tamanho o seu impulso de aventura. Um grande potencial seu é não ter medo de começar da estaca zero. Só tenha um pouco de cuidado, já que as vezes as situações exigem mais prudência do que impulso.

 

 

 

 

 

 

 

FIXOS:

 

Carência:  Uma das coisas que voce mais precisa aprender para estar equilibrado é dar continuidade aquilo que começou, porque tudo no mundo precisa de um enraizamento para estar firme. Voce pretende só dar início às coisas ou ficar pulando de galho em galho sem segurar nem conservar nada em sua vida? Como dica, procure persistir mais, agarrar mais as coisas e não desistir ao primeiro obstáculo. Seja mais consistente e teimoso, tentando fixá-las e conservá-las por mais tempo.

 

Equilíbio: Voce possui o pique ideal para manter as coisas que começou, sabendo, dentro da medida certa, tocar com segurança os seus projetos, sem desistir aos primeiros obstáculos. Quando precisa dar continuidade a um relacionamento,  a um trabalho ou a qualquer coisa que surja em sua vida, voce tem o potencial de seguir com segurança, se precisar esforçar-se tanto nos momentos de amarrar e enraizar o que anda solto.

 

Excesso:  Conservar as coisas é algo que você precisa e sente necessidade de fazer. Sendo assim, você não é daqueles que começa e abandona o barco por falta de persistência, mas, ao contrário disso, sabe dar continuidade e manutenção àquilo que foi iniciado, fixando, enraizando e, sobretudo, amarrando as coisas nas quais está envolvido para que não se soltem nem fiquem flutuando por aí. Seja em sua vida afetiva, nos projetos, trabalho ou nas mínimas coisas do dia-a-dia, você fará de tudo para que as coisas tenham continuidade e sejam conservadas ao máximo.

 

MUTÁVEIS:

 

Carência: Não é natural para voce aceitar que algumas coisas precisam de mudança e não funcionam mais como deveriam do jeito que estão. Quando a palavra mudança torna-se urgente em algumas situações, voce se desespera com uma das suas maiores dificuldades e tende a agir de duas formas: ou descarta o que já fez e começa tudo novamente ou decide permanecer com o antigo, conservando aquilo que precisa ser reavaliado e reciclado. Como excercício, procure prestar mais atenção nestas duas atitudes e tente ser mais maleável. Aprendendo realizar mudanças, voce terá um trunfo a mais nos momentos de dificuldade.

 

Equilíbrio: A sua natureza possui a quantidade equilibrada do ritmo mutável, indicando que está dentro do seu temperamento a capacidade de mudar e readaptar as coisas, quando há necessidade. Como possui essa energia na medida certa, voce tem o potencial de agir sem sair mudando tudo que vê pela frente, muito menos sem saber o que fazer em situações que lhe exigem improvisos. Use bem este seu faro e descubra os momentos oportunos para dar uma “mexidinha” naquilo que anda precisando.

 

Excesso: Voce possui uma capacidade acima da média para modificar as coisas que já não estão lhe satisfazendo. Readaptar, provocar modificações, ser maleável e flexível são palavras bastante familiares à sua natureza e ainda por cima tem um excelente poder de associação, juntando fatos e idéias. Aproveite essa sua capacidade para reciclar aquelas águias da sua vida que já não estão mais funcionando bem, sejam elas afetivas, profissionais, financeiras ou de qualquer outra ordem.

 

 

 

Cardinais  =  1  4  7  10  (1/7 – 4/10)

Fixos        =   2  5  8  11  (2/8 – 5/11)

Mutáveis  =   3  6  9  12  (3/9 – 6/12)

(esperança)

 

 

 

Cardinais – iniciativa, capacidade empreendedora,  tenacidade, ambição,               

                    impaciência, desistência, vulnerabilidade, pessimismo.

 

 

 

Fixos         Determinação,  estabilidade,  firmeza,  vontade,  sabe  o  que

                    quer. Intolerância, excesso de apego, inflexibilidade.

                    (Obs:  ter um fixo em uma casa principalmente, é algo muito

                   forte e difícil de erradicar).

 

 

 

Mutáveis Transitoriedade,   flexibilidade,     adaptaveis,     mutabilidade

                    indecisão, volubilidade,  superficialidade,  inconstância,   não

                   não realiza nada (não chega ao final).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Divisão Quaternária

 

 

elementos = fogo, terra, ar, água.

Fogo e Ar      =  ativos, extrovertidos

Terra e Água = receptivos, introvertidos

 

Em seu mapa astrólogico, existem vários planetas, que são distribuídos entre os signos. Cada um dos signos está associado a um elemento da natureza. Através da posição dos planetas dentro desses signos em seu mapa, podemos contar quantos pontos voce tem em cada um dos elementos e associá-los à sua personalidade. Todos temos em nosso mapa astrológico: 4 elementos da natureza e cada um deles associado a tres signos.

 

 

 

 

 

 

 

E o que significam os quatro elementos?

Os  elementos   Fogo,   Terra,   Ar  e   Água   descrevem  funções   básicas  da

personalidade:   a  intuição,  a  sensação,   o  pensamento  e    o   sentimento, respectivamente.
• Fogo é intuição ou a capacidade de antecipar o futuro através de imagens  e

  insights. Entendimento imediato ou não de qualquer situação.



Os signos de fogo são Áries, Leão e Sagitário.


• Terra é sensação ou a  capacidade  de  lidar  com  os  aspectos  materiais  e

   concretos da vida e ainda de expressar suas sensações ou sentidos físicos.


 

Os signos de Terra são Touro, Virgem e Capricómio.


• Ar é pensamento maior/menor capacidade intelectual, ordenação mental e aprendizado, maior/menor interesse em atividades intelectuais e capacidade de se relacionar.



Os signo de Ar são Gêmeos, Libra e Aquário.


• Água é sentimento maior ou menor capacidade de expressar sentimentos e emoções, maior ou menor capacidade de envolvimento com pessoas, ambientes e atividades.

Os signos de Água são Câncer, Escorpião e Peixes.





 

 

Vamos conhecer um pouco mais os elementos?


Tradicionalmente divididos em 2 grupos:

(Yang) - Fogo e Ar - masculinos, ativos, doadores e auto-expressivos. Operam de dentro para fora, são auto-centrados.

(Yin) - Água e Terra - femininos, passivos, receptivos e auto-repressivos. Operam de fora para dentro, a partir do mundo externo.

 

 

 

 

 

Características dos elementos:

 

 

 

Fogo   :                 = vitalidade, energia, dinamismo, entusiasmo, alegria,

                                 auto-confiança, ativos.

 

 

Terra :                   = perseverança. Prudência,   objetividade,   praticidade,

                                 preservação.

                               possessividade,   materialista,  obstinação,    ambição

                                 excessiva, avareza.

 

 

Ar      :                   = criativos,  idealistas,  ligados  ao  intelecto,  sociáveis,

                                 independentes.

                               utopias, excêntricos, individualistas, contraditórios.

 

 

 

Água  :                   = sentimento, emoção, intuição, percepção, imaginação,

                                 misticismo.

                              chantagista,       supersticioso,         sentimentalismo,

                                 premeditador, astucioso, falso.

 

 

 

 

Contagem de pontos:

 

Carência:  Menos de 3 pontos

Equlíbrio: 3 pontos

Excesso:   Mais de 3 pontos

 

 

 

 

FOGO:  (entusiasmo)

 

 

Excesso: indica um temperamento vibrante e caloroso, dando-lhe a capacidade de festejar as coisas, comemorar e contagiar quem está próximo. Voce é festivo e cheio de arroubos e calor em seu coração, tendo o dom de valorizar e aquecer os momentos de sua vida. O fogo representa a energia vital que está dentro de nós, a centelha que nos estimula para a vida. A pessoa que tem muita força em fogo, esta energia é um grande trunfo para a sua personalidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

Equilíbrio: Você possui a  quantidade  adequada  do  elemento  fogo  em  sua

personalidade,   que   está  simbolicamente   associado  ao  entusiasmo   e   à

vibração. Isto significa que sabe a hora certa  de  vestir  a  camisa  do  time  e

comemorar os seus gols, assim como possui na  medida  certa  a  paixão  pela

vida.  Nem  muito  e  nem  pouco,  mas   o  suficiente  para  valorizar  aqueles

momentos coloridos, sem por isso ser  vítima  de  arroubos  exagerados.  Com

este   elemento  equilibrado,  você  não  corre  o  risco  de   cair  numa   super

valorização das coisas e muito menos em uma desvalorização. Por isto,   saiba aproveitar o seu potencial, colocando a dose certa de açúcar no bolo e  saindo

 para a festa!

 

 

Carência:   Aquela centelha responsável em nos fazer vibrar diante da vida   é

uma coisa que lhe falta. Para que  isto  possa  ser  amenizado,  de  modo  que

encha   o  seu  coração  de  calor,  aquecendo-lhe  interiormente  para   poder

transpirar e contagiar aqueles que estão a seu lado. Festeje a vida, celebre  os

bons momentos e inflame as coisas, isto trará mais brilho e alegria para o seu cotidiano.

 

 

 

 

TERRA: (praticidade)

 

 

Excesso:  O seu temperamento está cheio de senso da realidade e você possui a coerência e a consistência necessárias para lidar com as coisas do dia-a-dia, principalmente as de ordem prática e material. O excesso de terra em sua personalidade indica uma necessidade de que as coisas estejam seguras e sejam tangíveis para você. Mas é bom tomar cuidado para não se ter uma visão pragmática e muito materialista do mundo. Saiba aproveitar o seu dom de ter os pés bem ficados ao chão para construir e realizar aquilo que tem por objetivo, mas sem ressecar demais os alicerces!

 

 

Equilíbrio:  A energia do elemento terra na medida certa no seu temperamento, significa ocorrência em suas idéias e praticidades suficientes  para realizar as coisas que deseja. Sem ser extremamente materialista se tem a capacidade de lidar com as coisas do cotidiano e manter o senso de realidade.

 

 

Carência: As pessoas que tem aspirações e ideais, devem saber o quanto é importante trazê-los à terra e realizá-los. Acontece que com pouca terra fica faltando a consistência e o senso prático necessários. É importante não esquecer que vivemos num mundo material e desprezar ou ignorar esta realidade é negar uma parte de nossa natureza.

 

 

 

 

 

AR:  (pensamento)

 

Excesso:  Voce possui uma antena parabólica em sua cabeça, tendo a capacidade de captar todas as informações no ar e se ligar rapidamente em tudo que está acontencendo em sua volta. A sua mente, racional e lógica, sabe articular os pensamentos e até mesmo brincar com eles. Toda atividade que estimule o intelecto e o processo cognitivo é bastante apreciada por pessoas que, como voce, possuem uma quantidade de ar no mapa astrológico acima do necessário. A inteligência é um grande trunfo, mas cuidado para que ela não feche os seus olhos para os outros setores da sua vida.

 

Equilíbrio: Tem o pique ideal para desenvolver a vitalidade do pensamento. Este equilíbrio intelectual é um grande trunfo para conseguir articular as idéias e aprender aquilo que precisa, sem ser racional demais. Aproveite o potencial procurando estar antenado com o mundo e mantendo a sede de conhecimento saciada.

 

Carência: Uma das maiores dificuldades é lidar e compreender o universo do pensamento e o mundo das idéais, o que causa dificuldades na hora de raciocinar as coisas e apresentar soluções para os problemas. Procure estimular mais o intelecto, através de leituras e sociabilizando mais as idéias, afinal a capacidade de pensar e de entender as coisas de maneira mais lógica é um trunfo muito valioso. Todas as vezes que a vida apresentar situações difícies, em vez de só reagir pela emoção, pelo entusiasmo ou pela praticidade, procure parar e pensar mais sobre o assunto. Certamente, ao se exercitar, poderá encontrar saídas mais racionais e lógicas, sem tanta dificuldade.

 

 

ÁGUA:  (emoção)

 

 

Excesso:  Voce não tem a menor dificuldade em deixar o seu sentimento rolar, permitir que ele tome conta e transborde em seu coração, mesmo quando corre o risco de ser afogado por eles. Grande parte da sua compreensão do mundo é baseada nas emoções e, sem elas, voce sente a vida desprovida de qualquer encanto. A capacidade de deixar os sentimentos virem à tona é uma das suas grandes forças, mas cuidado com as enchentes! Sinta com toda a sua intensidade, mas não deixe que isto turve sua visão para os outros setores do seu cotidiano.

 

 

Equilíbro: Possuir emoção na medida certa em seu temperamento, facilita bastante a postura diante das situações em que precisa deixar os sentimentos fluirem. Quando a alma pedir, tenha a capacidade de deixar o que sente vir à tona, sem com isso provocar enchentes. O potencial de recolocar as expressões emocionais  nos momentos mais adequados é algo que conta a favor. Durante as situações da vida, use este potencial e não deixe que o mundo interior fique ressecado. 

 

 

 

 

Carência: É muito importante para a vitalidade permitir que os sentimentos fluam em sua vida, sem resistir tanto a eles. A dificuldade em lidar com as próprias emoções prendem muitas coisas que possui em seu coração, podendo por muitas vezes, ressecar o seu cotidiano. Trabalhe em busca de colocar sua emoção para fora, permitindo que ela percorra os caminhos que a natureza mais íntima deseja.

 

 

*  Já se completou a estrela de 12 pontas (Vide Diagrama)

 

 

O Fogo de Áries, aquece a água de Câncer, que evapora em Libra, e que move a Terra em Capricórnio (idéia).

 

 

Primavera:  Áries, Touro, Gêmeos – início da vida (infanto-juvenil)

Verão:         Câncer, Leão, Virgem – desenvolvimento da vida (adulta)

Outono:       Libra, Escorpião, Sagitário – maturidade

Inverno:      Capricórnio, Aquário, Peixes – senilidade

 

 

 

OS  PLANETAS

 

 

 

SOL - (rege o signo de Leão)


O Sol é o centro do nosso sistema solar, ele comanda, organiza, dirige e mantém todos os planetas que gravitam à sua volta.

Também em nosso horóscopo, o Sol representa a parte importante de nossas vidas, vitalizando e desvitalizando a casa onde se encontra.

O Sol sempre indica a vitalização das coisas, simboliza o pai, a autoridade, o governo, o comando de todas as áreas. O Sol está ligado ao controle interno que temos, aquilo que nos leva a organizar a estrutura que está à nossa volta, a Casa onde ele se encontra, é onde seremos capazes de vitalizarmos e desvitalizarmos. Como aspectos benéficos do Sol, temos a honra, a lealdade, a auto confiança e todos os sentimentos dignos. Aspectos passivos do Sol, ocasionam a vaidade, a arrogância, o egoísmo, o ódio e a imposição. Com aspectos fluentes (positivos) temos energia, força interior, capacidade de organização e comando; com aspectos pressionantes (negativos) causa a insegurança, a fraqueza interna, a falta de força e coragem.

O Sol bem aspectual traz capacidade de magnetismo, atração que comanda o aspecto perpetuador, conservador e aumentador do princípio vital.

O símbolo do Sol é um ponto dentro de um círculo; o ponto representa a individualização da energia criadora, concentrada e centralizada, irradiando para um círculo maior de manifestações infinitas.

O Sol representa a fagulha, a centelha Divina de vida, que anima e sustenta toda a manifestação seja concreta ou abstrata, visível ou invisível. Todas as pessoa têm o Sol dentro de si (individualização), capacidade de centralização, organização e magnetismo pessoal. A diferença está em que, misturada esta energia com a Casa e o Signo onde está, produz variações. A Terra, sendo regida pelo Sol central, irradia dentro de si um campo de emanação e sensibilidade onde se acham presentes os 3 aspectos: o impulso criador de sustentação e perpetuação do mesmo, a transformação, e o retorno ao principio vital.

O Ser humano possuí também essa essência vital criadora, que o anima e sustenta, formando também a esfera de emanação e sensibilidade, que se encontra representada no Horóscopo.

A partir daí, é fácil compreendermos como é importante a posição do Sol dentro do Horóscopo, pois de acordo com o Signo e a Casa, poderemos identificar qual a característica da capacidade vital criadora de determinada individualização.

No plano humano, a posição do Sol, está relacionada também com a vitalidade do indivíduo, sua capacidade criadora no plano mental e sua maneira interna de ser. A pessoa raciocina e racionaliza como o Signo Solar, age e manifesta-se como o Ascendente, e se relaciona com o meio e emocionalmente, com o Signo Lunar. Conforme, a posição do Sol, podemos criar e sustentar a vida, obter êxito, expansão, sucesso, apoio de autoridades e pessoas influentes, somos capazes de organizar, atrair, dirigir, governar, encontrando o reconhecimento de nossos méritos e capacidades.

Os ângulos ativos do Sol, indicam uma personalidade atraente, com ideais elevados, dignidade, capacidade de julgar, de dirigir e de se impor perante os ambientes e situações, encontrando apoio e proteção de pessoas influentes e importantes. Dá também, grande vitalidade, força mental e magnetismo pessoal.

Os ângulos passivos do Sol, de acordo com os Planetas em ação, inclinam ao exagero, conferem a diminuição do magnetismo, do atrativo, da alegria de viver e conseqüentemente produz, falta de confiança em si e nos outros, egocentrismo, indisciplina, julgamentos errados, mágoas e amor próprio ferido. Biologicamente o Sol está relacionado com os órgãos vitais, coração, fígado e baço, e bem aspectual rege a vitalidade, o poder de recuperação e saúde em geral.

Socialmente o Sol está relacionado, com o pai, com o governo e pessoas influentes em nossos destinos. A relação do Sol com a 5a Casa do Horóscopo, se apresenta também em tudo que nos traz alegria de viver, amor, as diversões, os jogos, os esportes e a vida social.

Os lugares onde se procura educar, dirigir, orientar, estimular o que está reconhecendo com valor. Por exemplo: a arte, a criatividade, beleza e o brilho social.

 

O Sol rege o signo de Leão e, na Mitologia, é Apolo, o deus da Luz e dos oráculos, deus que tudo vê e que tudo mostra, nos indicando a forma clara, verdadeira e honesta com que devemos nos relacionar, fazendo o possível para que tudo fique sempre esclarecido.

 

 

 

 

LUA - (rege o signo de Câncer)

 

 

·     Emoção. O lar, a família, a mãe. As memórias do passado. Auto-imagem. Como eu sinto. Rege o estômago, útero e seios. A Lua está intimamente ligada a todo tipo de experiências emocionais de um indivíduo. É um dos pontos mais frágeis de um tema natal. Se o Sol é o principio masculino, a Lua é o feminino. Maternidade. "O Sol cria, mas é a Lua que da' forma 'a sua criação"(*). A forma de expressão de um sentimento é indicada pelo signo onde a Lua está. A Casa Zodiacal onde cai a Lua, É o local onde ela expressa melhor sua emotividade, e o tema dessa Casa, assume uma característica muito importante e marcante na vida de uma pessoa. Como dizem alguns, a Lua traz os resquícios da vida anterior (.isso para quem acredita na hipótese de 'muitas vidas').

 

 

 

A Lua, na Astrologia, indica os seus modelos e necessidades emocionais mais profundos, a sua receptividade e capacidade de reflexão. Ela também está associada ao sonho, à imaginação ou a algo que primeiro fica incubado dentro de você para surgir noutro momento, como a gestação, que é feita na escuridão.


Você precisa respeitar o movimento de interiorização da sua Alma, dar tempo para que de fato ela possa lhe guiar no auto conhecimento, da mesma forma que acontece quando colocamos uma sementinha na terra: temos que esperar um tempo para que ela possa brotar.


Quando você utiliza a "sua lua" da pior forma, pode tornar-se ansioso, escandaloso e inconstante. Esse é o jeito da psique sinalizar o quanto você está afastado de si mesmo. Por outro lado, quando consegue aproveitar o que há de melhor nela, você torna-se uma pessoa que corre atrás de seus próprios sonhos, está sempre animada e disposta e, com isso, todos podem notar o seu encanto.


 

A Lua rege o signo de Câncer e, na Mitologia, está associada à Ártemis ou Diana, a caçadora virgem dos bosques, nos lembrando que devemos ser sempre e, antes de mais nada, caçadores de nós mesmos.

 

 


  No Sistema Solar, a Lua, reflete a luz solar, é o satélite da Terra, agindo como elemento de ligação e relação entre o Sol e a Lua. No Horóscopo, também, a Lua funciona sempre como elemento de ligação e troca, entre o meio externo e o meio interno.

A Lua, é a relação emocional do indivíduo com o meio em que vive, a família, são as impressões que são marcadas à níveis inconscientes.

A Lua representa os sentimentos originais sobre nós próprios, ou seja, é a auto imagem daquilo que somos e transmitimos. Em Astrologia, a Lua é o reflexo daquilo que fomos no passado (em outras vidas), dependendo de sua posição, aspectos e signos, são modelos específicos mentais e emocionais que nos ensinam ou ajudam na busca da alta expressão.

A Lua é associada também com as condições da infância e da relação com os pais, principalmente, com a mãe.

A Lua é todo um processo de experiência vivida, impressa no emocional. Todas s impressões emocionais do indivíduo estão marcadas na posição da Lua. Se queremos, de certa forma, retornar ao passado para saber como as pessoas carregam suas vivências, devemos olhar a posição ou os aspectos do signo da Lua. Ela está ligada ao sentimento, aquilo que se exprime em mim e que eu levo como experiência emocional. É exatamente o contrário de Saturno (que rege o signo oposto), aquele que Lua rege, que é a experiência vivida através de passo a passo da razão.

Saturno é a própria experiência, é o fator concreto da minha vida, é o que vivi ontem e vivo por 24 horas.

A Lua pode viver 24 horas, como pode levar 1 segundo, ou 1 minuto, para ela não existe tempo, pois a emoção é temporal.

Assim como só os leoninos fixam a energia pura (Sol), só os cancerianos (da lua) terão a emoção pura. Quem tem o Sol em Leão, terá a energia leonina pura e quem tem a Lua em Câncer, terá energia emocional pura.

A Lua não é afeto no sentido de desejo (aquilo que eu amo, que eu gosto, e que quero), ela é sentimento (é o que quer) o que eu sinto a respeito das pessoas (é o que transmite à elas). A Lua (como satélite no céu) é um reflexo de nós mesmo. Ela representa muito, o que eu transmito muito para as pessoas à meu respeito. Exemplo: eu ajo de forma sagitariana, mas em minha relação com as outras pessoas, eu transmito em emocional (ariano) é onde eu tenho a minha Lua. Emoção é coisa que não se pode deixar de transmitir, mesmo que a Lua esteja em capricórnio que dá certa timidez, retraimento e fechamento emocional, colocando barreiras de frieza, para não entrar no emocional, há emoção, enquanto energia não fica escondida. É através da Lua que veremos a imagem da pessoa que reflete para os outros. Exemplo: a pessoa poderá ter determinado aspecto de insegurança no mapa, porém, tendo a Lua em Leão, transmite aos outros uma imagem de segurança, centralização, somente quem a conhece profundamente vai perceber que esta pessoa tem um problema.

 

 

A Lua é um símbolo (Yin) feminino e está relacionado ao Signo de Câncer, que é emocionalidade, proteção, imagem materna. Não é que a Lua seja a nossa mãe, mas é através da posição do signo e dos aspectos do mapa, que manifestamos a relação com a nossa mãe.

Num Horóscopo feminino, a Lua representa muito o lado feminino da mulher, o lado materno, em Horóscopo masculino, ela representa a imagem que o homem faz da mulher mãe e à relação com a figura materna. As pessoas que tem o Sol em conjunção com a Lua, normalmente são fechados, sentem as coisas e rebatem para dentro de si, não as jogam para fora. Exemplo: a mulher que tem essa conjunção no mapa fica extremamente Solar, falta-lhe sensibilidade. Quando a Lua está cheia, dizem que ela está em oposição ao Sol, assim reflete toda a luz solar e transmite o magnetismo do Sol ampliado, (no mapa) também deve estar em oposição ao Sol, é característica de uma pessoa aberta, expansiva (reflete mais o que lhe vai dentro). Quando a Lua começa a minguar, a luz solar deixa de ser refletida, até chegar à nova onde não há reflexão. Aí ela não transmite o magnetismo solar, é como se ela rebatesse a luz de volta para o Sol. Isto se dá, quando em conjunção com o Sol, não transmite o interior. Na Lua Nova, o magnetismo do Sol não está ampliado, as coisas crescem para dentro, isto é, fortificam suas raízes, pois o magnetismo do Sol, não as puxa em direção à ele. A junção da Lua na agricultura é muito grande, por isso, na Lua Nova devem ser plantadas as hortaliças, que são raízes, como cenoura, nabo, que devem se fortificar dentro da terra. Assim também a Lua, tem influência sobre o nosso emocional, e para o corte de cabelo, é importante observar a posição da Lua.

 

 

 

MERCÚRIO - (rege  Gêmeos e Virgem)

 

  Após a fecundação (Lua com Sol) há a bipartição da célula para que haja a multiplicação e o crescimento. Este plano é de Mercúrio, é a primeira fase de adaptação do novo ser. Mercúrio é adaptabilidade no meio.

A primeira adaptação da à um mundo diferente, é feita através da respiração, ela tem que sair de um ambiente líquido e se adaptar à atmosfera.

Mercúrio rege Gêmeos, que está ligado à respiração. Ao longo da vida, o homem terá que se adaptar constantemente à novas situações, para isso, ele terá que perceber e captar.

A percepção é coisa mercuriana, porém não é uma percepção subjetiva (interna) e sim adjetiva (pelos cinco sentidos).

Mercúrio é a diversificação do pensamento, é a primeira etapa da diversificação, é o primeiro estágio da diversificação do conhecimento, através do pensamento, e este está ligado à Mercúrio e Gêmeos.

 

 

Pensamento livre não raciocina. Assimilação, aprendizado, é aquilo que eu capto por meu intelecto. A expressão do que eu sei, conheço da minha idéia, são elementos mercurianos. A expressão do homem, nada mais é do que um veículo da comunicação de suas idéias. Essas idéias, não precisam necessariamente serem criadas por ele. Ele pode adquiri-las à medida que vai crescendo, absorvendo, e captando informações exteriores, que farão parte de suas próprias idéias. Estas podem ser comunicadas através da palavra, da escrita, do desenho, etc...

A função mercuriana, ela não é exatamente a palavra ou a escrita, e sim a expressão da comunicação. Através de Mercúrio, eu troco informações com os outros. Ele é a conexão daquilo que uma pessoa está falando e eu assimilando, ou daquilo que estou pensando e transmitindo. É a troca, Mercúrio só existe em tempo de dois, nunca em de um. Enquanto Marte, Sol, ascendente são símbolos da umidade, Mercúrio é o símbolo da dualidade, da duplicidade, da divisão, é o movimento. Não só o movimento real que é a locomoção, mas também o movimento da relação, que é a troca de ar nos pulmões.

Mercúrio é o símbolo dual, da multiplicidade, todos os meus movimentos, estão ligados a Mercúrio. Ele rege a locomoção. E é através do movimento que eu capto e conheço melhor as coisas. Mercúrio, está ligado às viagens pequenas e rápidas. Em trânsito ativo, de Mercúrio, significa que estamos aptos a nos locomover e captar melhor as coisas, é ótimo período para viagens. Em trânsito passivo, a pessoa fica tão dispersiva e agitada que não capta bem as coisas. Respiração sistema nervoso (nervosismo), movimento (locomoção), isto está ligado à Mercúrio.

O planeta e o signo transmitem sua energia à Casa que estão: Exemplo: Mercúrio em Sagitário, transmite o aprofundamento do conhecimento, a perfeição filosófica. Mercúrio é a consciência da Alma.

Em signo fixo, determina as duas radicais: 1a - Em Cardinais, impulsividade no falar. 2a - Em mutáveis, instabilidade nas idéias.

 

·     Comunicação. Intelecto. Meios de comunicação. Documentos, cartas, telefonemas, locomoção. Rege o aparelho respiratório e sistema nervoso. Irmãos, vizinhos e parentes próximos. É a representação do ser pensante, da análise, da troca de idéias e valores intelectuais. Mercúrio também representa a jovialidade das coisas. O signo onde está Mercúrio trará' o modo como funciona o raciocínio e a associação de idéias. A Casa Zodiacal onde Mercúrio está num tema natal, marcará' os interesses intelectuais ou de busca de conhecimento e participação. É exatamente nessa Casa onde se busca uma maior compreensão dos fatos e temas a ela ligados.

 

Representa a inteligência, a comunicação, as trocas, a maneira que você possui de informar-se e expressar-se. Indica de que maneira você desliga-se da ignorância e atinge à compreensão. Ele está associado aos trabalhos do intelecto como escrever, ensinar e aprender.


Na sua pior utilização, surge o mentiroso, o ladrão, o superficial. Já em sua melhor apresentação, encontraremos aquela pessoa alegre, brincalhona, estudiosa, inteligente...

Mercúrio é o regente de Gêmeos, na Mitologia é o deus da comunicação e da eloqüência, mensageiro principal de Zeus com os mortais. A sua inteligência é o seu melhor veículo para compreender o mundo e a você mesmo, mas ela também pode nos trapacear, pois tem limites. Ela pode unir e separar. No Mapa, podemos ter pistas de qual é a melhor maneira de você utilizar a sua inteligência.

 

 

 

CERES  (rege o signo de Virgem)

 

Ceres é o planeta que representa a Natureza cultivada, assim como a ordem, o método, a análise e a saúde. No Mapa vai indicar onde você precisa organizar melhor as coisas e cultivar o que houver de melhor em si mesmo.

Estas são algumas maneiras que você possui de aplicar melhor as suas capacidades enquanto uma pessoa ordeira, limpa, saudável, metódica e organizada, evitando a permanência em atitudes doentias e insistindo em comportamentos superprotetores ou em críticas estéreis que poderão até contribuir negativamente para a sua saúde.

Essa Grande Mãe que acolhe, cuida e cura é a regente do signo de Virgem e, na Mitologia, era também a deusa da fertilidade, o que serve para nos lembrar que é assim que deve ser a nossa vida: fértil e produtiva.


 

 

VÊNUS - (rege os signos de Touro e Libra)

 

  Depois da bipartição e multiplicação, se dá o crescimento. Neste plano, trazendo a forma, o acúmulo da matéria e o embelezamento desta forma, temos Vênus. Ele está ligado ao embelezamento das coisas, das pessoas, é a natureza se embelezando. Ele é o florir da natureza, é a primavera (que é quando a natureza se enfeita e tem beleza). Já Saturno, é a época em que tudo cai, já floriu, já deu frutos e depois envelhecem.

Vênus é a juventude, é a descoberta do corpo, do amor, do desejo e da atração. Isto não quer dizer que Vênus signifique isto, mas marca um período na juventude, onde começa a ativação desta. Também não quer dizer que a criança não tenha aspectos venusianos, a vaidade; também não quer dizer que não tenha aspectos saturninos como amadurecimento e responsabilidade. Quando a criança traz um dever da escola para fazer em casa (tem a responsabilidade de Saturno), mas isto só será realmente vivido na maturidade. Vênus é o símbolo Yin, feminino, e está ligado ao arquétipo da mulher, ao desejo, à satisfação dos sentidos, à sensibilidade, ao afeto e ao carinho.

 

 

Vênus, é regente em Touro e está ligado à conservação, e então, eu me embelezo para conservar a união, para atrair e ter alguma coisa além de mim, que é um comparativo, uma relação. A conservação, pressupõe à materialização, ao segurar, ao manter, ter próximo à si, sentir as coisas na própria pele.

Vênus está ligado ao desejo material da pessoa, ao acúmulo, aos sentidos concretos do homem e aos sentimentos de apego (em trânsito, quando se tem na quadratura de Vênus, pode se ter apegos e desejos demais, sem concretização), é querer uma pessoa muito próxima.

Vênus, é todo um sentido de relação direta do sentimento (os 5 sentidos) não a emoção (Lua em Câncer). Ele está ligado à relação afetiva, aos sentidos sensoriais, também estética e ao gosto das pessoas.

Vênus, (no Mapa) mostra o conceito de beleza que a pessoa tem. Exemplo: (Quem tem Vênus em Aquário vai mostrar-se uma pessoa de gosto diferente, Vênus em Câncer mostra uma pessoa ligada à emoção, se a coisa é fria, não é bela).

Vênus em qualquer Horóscopo, mostra o lado feminino na pessoa. Em Horóscopo de mulher mostra a própria feminilidade, em Horóscopo de homem, mostra o seu lado feminino. A Lua está ligada ao lado mãe, e Vênus está ligado ao desejo que o homem tem pela mulher, isto é, no tipo de mulher que ele idealiza e aprecia. Exemplo: Se ele tem Vênus em Peixes, vai gostar de uma mulher com características piscianas, isto é sensível, tranqüila, etc... O homem tem o Sol em conjunção com Vênus, terá certo grau de feminilidade. Ele entende a mulher e se identifica com ela, isto não quer dizer que seja efeminado.

Vênus em Libra é mais espiritual, mais intelectual, mais de conceitos (com maneiras diplomáticas nos relacionamentos). Em Touro, Vênus é relacionamento material, sensual de desejos.

Na saúde, Vênus está ligado ao desejo (a satisfação dos sentidos, gula, desejo sexual), as glândulas, podem indicar uma tendência para engordar ou emagrecer, isto é, descontrole glandular.

Vênus também está ligado ao poder da fecundação: Exemplo: em trânsito ou no Mapa com conjunção com Júpiter dá uma mulher com muita feminilidade.

·     Relacionamentos. Estética, projeção de gostar, afeto, amor e vida sentimental. Rege principalmente os rins. As artes sao regidas por Vênus. Este planeta traz a necessidade de complemento através do outro. Onde está Vênus num tema natal masculino, indica que tipo de mulher que ele deseja atrair para si. Por sua vez,  num mapa natal de uma mulher, onde está Vênus. É a postura que ela toma para o poder de atração de seu parceiro. Através de Vênus É que entramos em contato com todas as nossas projeções e preferências, e interagimos no "outro" e na sociedade.

 

 

 

 

 

Vênus representa a sua sensibilidade, o sentido de belo e o afeto com que você lida com as pessoas e situações. A Casa do Mapa onde estiver Vênus é onde você precisa agir com delicadeza e suavidade. Assim, poderemos acessar nossa melhor parte, despertando nosso lado gentil, sensível, bonito e até artístico... porque o amor é uma arte!

Quando você afasta-se dela, surge então a feiúra, a insensibilidade, o melindre. Vênus é o planeta regente de Touro, na Mitologia está associada a deusa do Amor, Afrodite, nascida das espumas do mar com o sêmen de Ouranus (o Céu), ao ser castrado por Saturno.

O amor é a única porta de acesso ao Infinito que habita em nós, portanto, a beleza deverá ser sempre o reflexo de uma Beleza Maior. Por exemplo, quando observamos um pôr do sol, nossa alma é tocada pela Infinitude que esta beleza espelha em nós.

 

 

 

 

 

Pallas - (rege o signo de Libra)

 


Pallas representa a virtude e o equilíbrio, além de remeter à imagem da Sabedoria aliada à prática da vida. Na Casa astrológica onde ela estiver, indicará onde você deve lutar para expulsar todo e qualquer vício e, acima de tudo, estabelecer a virtude como condição de poder tomar o leme de sua própria existência.

Ao realizar esta tarefa com sucesso, você conseguirá fazer brilhar sua melhor parte, realçando suas virtudes e tornando-se equilibrado, comprometido com seus objetivos e justo em suas decisões. Ao contrário, quando abre mão dessas prerrogativas e opta pelo lado viciado das coisas, você permite que sua pior parte prevaleça, tornando-se uma pessoa leviana, omissa e fofoqueira, além de promover intrigas com uma facilidade indesejável.

Palas é a regente do signo de Libra e, na Mitologia, é a deusa virgem da "guerra justa", aquela luta da qual você não pode fugir e que deve empreender para conservar o que existe de puro em si próprio, além de manter o que há de mais justo e equilibrado em sua vida.

Não esqueça que Pallas é uma guerreira, que o símbolo de Libra é uma balança e que a Justiça geralmente é representada pela espada e a balança... Provavelmente para não perdermos de vista a necessidade de sermos ponderados, pesarmos e medirmos tudo que for necessário, mas também não ficarmos indecisos na hora de usarmos a espada, porque, com certeza, existem coisas que não merecem serem medidas ou pesadas!

 

 

 

 

 

 

MARTE - (rege o signo de Áries)


  
Marte é o impulso do nascer, do sair para fora, é o crescer para chegar ao Sol. O plano de Marte indica este impulso, esta força. Marte é o início da luta do homem, do impulso que ele dá para vencer. É o entrar na vida, lutando para obter um lugar ao Sol, é a própria corrida (competição) na vida. Marte representa a força propulsora do impulso que gera a obtenção das coisas que nós desejamos.

Marte é o regente de Áries, é o segundo arquétipo da força que cria a vida, desta força que faz o homem alcançar adiante e criar a idéia. Eu luto, imponho através da força de minha vontade. Marte está ligado à força da individualidade. O símbolo de Marte é um círculo com uma flecha em sentido oblíquo, ou seja, a força de Marte está dirigida para um alvo, é uma força extremamente objetiva. O seu símbolo lembra o arco e a flecha, onde eu faço força para atirar até um alvo determinado. Esse alvo à ser alcançado tem a medida exata da força que eu tenho que aplicar. Onde temos Marte, é onde lutamos, pois ele representa a nossa força de vontade para chegarmos a conseguir um lugar ao Sol e para isso, teremos que ser agressivos com o mundo, pois ele o é conosco.

Por isso Marte mexe com a nossa força impulsiva e com a nossa agressividade. Ele é a coragem que temos para colocar para fora e estar ligado à competição. Onde temos Marte, temos a nossa força de luta para competir e querer chegar à frente. Marte é um símbolo Yang (Masculino) de força, é o fruto da batalha, é o comando, é o símbolo da minha verdade. Ele mostra de que maneira expressamos nossa verdade. Com segurança ou insegurança, com dificuldade ou facilidade, ações impulsiva ou amadurecidas. Ele está ligado aos pensamentos, tanto físicos como psíquicos. Quando Marte é mal aspectual, a pessoa tem tendência a ferir-se com facilidade. Marte, pelo signo em que está, mostrará a força de luta do indivíduo. Exemplo: Quem tem Marte em Câncer, sua força será maior no sentido de proteger do que impor a sua vontade, esta força, vem com emoção e não com impulso e decisão. Marte no Meio do Céu, mostra uma pessoa que luta pelos seus objetivos, está ligado à uma pessoa que quer exercer liderança.

Na mulher, Marte na 10a Casa, pode fixar a presença masculina marcante de incentivo e impulso na profissão dela e na própria, ou a necessidade de buscar a própria liberdade profissional, mas muitas vezes isto pode canalizar para a figura masculina de sua vida.

Em Horóscopo de ambos os sexos, é um dado de masculinidade, no homem representa de que maneira se manifesta a masculinidade, se agressivamente (fogo), objetivamente (terra), racionalmente (ar), emocionalmente (água). Exemplo: Marte em Câncer será manifestado de maneira emocional, sensível, protetoramente. No Horóscopo da mulher de Marte, representa a capacidade de impulso dela e também o seu conceito de masculinidade. Com Marte em Câncer, ela tem necessidade de um homem protetor, que compreenda a sua sensibilidade e emotividade feminina; Marte em Leão, ela quer um homem que seja arrojado, agressivo na busca que ele quer. Marte simboliza a força

objetiva do homem, da figura masculina (pode ser a figura paterna). Marte no Horóscopo simboliza o impulso que eu dou para conseguir meus objetivos, minha ação independente. Urano também é impulso, mas o alvo é o futuro. Marte, o alvo é objetivo concreto, é o que quero alcançar agora. Plutão também é força, mas inteiramente diferente da força de Marte, é a força objetiva, é o poder, enquanto Marte é luta externa, objetiva, é dirigida à um alvo determinado.

·     Ação, energia, impulso, força, coragem, auto-afirmação, sexualidade. Rege o sangue, adrenalina e a força muscular. Com Marte, um tema natal ganha a expressão, a necessidade de atividade externa. Num tema natal masculino, indica como o homem irá' agir com uma mulher. E em um tema natal feminino, Marte indica por que perfil de homem essa mulher se sentirá' atraída. A coragem e determinação também são características marcianas. O desejo, a ambição e a agressividade também.

 

Marte representa, em sua psique, a energia que você coloca em tudo  e a força

que usa para   abrir os seus próprios caminhos. No Mapa, ele indicará o setor da  sua   vida  onde  mais   se  concentrará  essa  força,  onde  deverá lutar   e

enfrentar   os  desafios  com   coragem,  pois  apesar  dos   "ferimentos"    que geralmente acontecem, as conquistas também certamente virão.

Quando  você usa  da melhor  maneira  essa  sua  capacidade  de lutar  pelas

coisas que quer, desperta a sua verdadeira força, a  energia  mais qualificada,

a vontade mais consciente e melhor dirigida para a conquista de suas mais

importantes batalhas.

Quando abre mão disso, pode despertar o pior que há em  você,  respondendo  às  situações  da   vida  com  violência,   agressividade,   rudeza  e,   às  vezes, ficando sem a energia necessária para realizar até as pequenas coisas.

É importante  sempre  lembrar  que  Marte,  regente  do  signo  de  Áries,   na Mitologia, é o deus da guerra e que mesmo não saindo vencedor em todas   as

situações, não devemos  perder  de  vista  o  Herói  e  o  Guerreiro  que  existe

dentro de cada um de nós.

 

 

JÚPITER - (rege o signo de Sagitário)


   Se Marte é luta, Júpiter é a recompensa pela nossa luta. Júpiter é crescimento, desenvolvimento, elevação, é onde eu começo colher os frutos da minha luta. Onde eu tenho Júpiter, tenho resultados daquilo que plantei, eu encontro satisfação e felicidade. Quem tem Júpiter bem aspectual é uma pessoa que sabe estruturar bem a sua vida, sabe plantar bem, e quem planta bem colhe bem. Já aquele que tem Júpiter mal aspectual, não sabe estruturar a sua vida, planta mal e colhe mal, ficando insatisfeito e frustrado. Júpiter mal aspectual também significa excesso à pessoa que quer mais do que precisa. Exemplo: em trânsito de Júpiter, quadratura de Vênus, a pessoa, não sabe a medida das coisas. Espera mais atenção e carinho que o parceiro pode dar, ou melhor, do que ele necessita. Ela não sabe o grau de sua necessidade.

Júpiter também é Justiça, está ligado ao grau da Justiça que temos. Onde temos Júpiter, aí está sua satisfação e felicidade, mas como o homem, nunca busca a felicidade onde ela está, vai buscá-la onde há dificuldade, em Saturno, que é a limitação.

Por isso, em conjunção com Saturno, o Júpiter é um bom aspecto, traz equilíbrio. Júpiter não é lento, é evolutivo, é o ir para a frente na medida certa. Ele não é impulsivo, mas equilibrado. Ele será aquilo que vamos conseguindo aos poucos, através do nosso trabalho.

Júpiter são as nossa obtenções, fala-se em Júpiter como a nossa fortuna (em italiano quer dizer Sorte) não materialmente falando, é onde temos proteção. Se Júpiter está em minha 5a Casa, minha fortuna, são meus filhos, meus amores, etc... se ele está na 7a Casa, serão minhas uniões e relacionamentos, se está na 3a Casa, será o que aprendo e assimilo, e na 2a Casa é a proteção ao meu esforço, os meus ganhos. Na 1a Casa, é a minha personalidade, é a proteção da minha pessoa, meus relacionamentos, é o que desenvolvo e cresço em mim mesmo, sou expansivo e agradável à todos.

Júpiter na 9a Casa, é o crescer através do conhecimento, é a cultura, mas Júpiter nesta Casa, causa um grau de insatisfação muito grande, a pessoa está sempre buscando além.

Júpiter está ligado à saúde, é o poder de crescimento e recuperação.

Júpiter dá insatisfação na quadratura e conjunção.

·     Expansão. Exagero, otimismo, viagens, processos legais, justiça. Rege o fígado. Os valores morais, religiosos e filosóficos são regidos por Júpiter. Onde está Júpiter ("A Boa Estrela") num tema natal, haverá expansão e crescimento naquela Casa. Exageros também! Os crescimentos espirituais também acontecem por atuação de Júpiter num tema. O lado benéfico, a generosidade e a caridade de um indivíduo, são marcas jupiterianas. A capacidade de julgar ou de justiça, vem de colorações de Júpiter.

 

Júpiter representa o poder, a autoridade, a sabedoria e a razão. Ele é o maior de todos os planetas, é conhecido como o planeta da sorte e, na Mitologia, é maior de todos os deuses. No Mapa, ele vai indicar o setor prático onde você geralmente tem mais sorte e também o ponto de expansão da sua alma.

Quando você permite que o Mestre que há em você desabroche, utilizando as melhores qualidades de Júpiter, apresenta-se como uma pessoa otimista, sábia e cuja autoridade não precisa ser imposta pela força, pois ela impõe-se por si só. Mas se você abrir mão dessa autoridade verdadeira, torna-se facilmente autoritário; se esquecer também da sabedoria que transcende os conceitos e os preconceitos, pode iludir-se, achando que pode tudo e, como a onipotência não é uma prerrogativa dos mortais, torna-se infalivelmente prepotente e, consequentemente, impotente.

Júpiter rege o signo de Sagitário e na Mitologia é o "pai dos deuses e dos homens", aquele que, depois de longas batalhas, finalmente estabeleceu a Harmonia das Esferas e a manteve, numa alegoria para que nós também façamos a mesma coisa, nos harmonizando com tudo a nossa volta.

 

 

SATURNO - (rege o signo de Capricórnio)

  Depois que a planta cresceu e frutificou, ela chega agora ao último plano concreto. Caem os frutos e as folhas, ficando somente o tronco e as raízes. Do fruto sairá nova semente, para que possa haver a perpetuação da espécie. O homem que já tem suas lutas (em Marte), seus ganhos ( em Vênus), seus haveres e merecimentos, no plano (em Júpiter), tem agora que conservar e arcar com as responsabilidades de todas as experiências.

Podemos dizer que Saturno é a concretização, resume todos os passos de Vênus à Júpiter, de certa forma, ele abrange todo este significado. Por ser o último dos planetas à nível concreto, Saturno vai fechar o mundo da realidade, representando a morte do homem, no sentido físico. Ele é o limite do tempo e espaço, pois a razão do homem é o seu limite. Saturno é a preocupação em manter uma estrutura sólida, em nível real e concreto de vida. Uma experiência saturnina é feita com responsabilidade e amadurecimento, e tem a preocupação de levar à um determinado caminho, a concretização.

Capricórnio, cujo regente é Saturno, está muito ligado à realidade, pressupõe o presente, mas o presente para Capricórnio significa construir as estruturas sólidas e firmes de hoje, para poder viver com realidade, o amanhã. Seria atingir uma segurança através de uma realidade tangível e madura, e isto nos leva à uma realidade saturnina, que é, precaução, cautela, seriedade, paciência, maturidade.

Saturno está ligado à auto realização, ele é considerado na Astrologia Esotérica, como o Planeta do Carma, onde Saturno está, aí está o nosso Carma. Mas no sentido de aprendizado, crescimento, desenvolvimento e evolução. Por isso dizem que, onde está Saturno, há muitos obstáculos à serem vencidos. Dá-se muita importância à Saturno, por ser o Planeta que representa o grau da realidade do homem, a alta realização e a tomada de consciência das experiências pelas quais o homem passa. Saturno é viver a dureza de cada experiência, por mais pura que a experiência seja, ela sempre tem a dureza da realidade. Saturno nos leva a experimentar a limitação, que é uma característica do mando material. Saturno também está ligado nos deveres, e ao conceito de, Dever e responsabilidade.

Pela posições de Saturno no Horóscopo, dá para sentir, como uma pessoa arcará seu próprio dever (o dever com ele mesmo). É claro que a pessoa assume suas próprias responsabilidades, ela tem um limite, e este, é Saturno. O Mapa também vai indicar, até que ponto a pessoa tem consciência de seus próprios limites e de que maneira trabalha este limite.

Se a pessoa tiver Saturno muito pressionado, poderá ter dificuldade em saber seus limites e conseqüentemente, em concretizar o seu amadurecimento. A posição de Saturno, também nos mostra, de que maneira a pessoa irá sentir as experiências, se será à nível psicológico ou emocional. Se ele tiver numa Casa de Terra, serão à nível concreto, em Casa de Fogo, serão limitações no impulso, naquilo que a pessoa coloca para fora, pela própria força, na Casa

 

de Ar, vem pelo pensamento, pelo intelecto, não racionalmente, na Casa de Água, à nível emocional e inconsciente. O símbolo de Saturno, é uma cruz e uma foice, pode ser visto também como uma Âncora. A Cruz, representa o sofrimento, aquilo que nos incomoda, a Foice é o que corta, é o limite do tempo e a Âncora é o que prende e segura. Por isso onde temos Saturno, temos um ponto fixo, um pé preso, impedindo uma saída. No Horóscopo, Saturno, simboliza um ponto de sensibilidade, uma área de vida, onde temos que lutar para vencer a limitação, através de uma abordagem séria e concreta dos problemas. A posição de Saturno, revela ainda onde o indivíduo sente a dificuldade da experiência, o peso, a limitação, e onde por isso, se vê a trabalhar duramente para criar a segurança e a estabilidade.

É nessa área que a pessoa deve se adaptar às necessidades práticas da vida, à despeito de qualquer medo ou ansiedade que possa sentir, fazendo um esforço extra e assumindo novas responsabilidades.

Saturno nos mostra a verdadeira natureza do mundo material, sua influência, a necessidade de encararmos com realidade, é saber o ponto de vista prático e objetivo das coisas da vida. Ele nos leva a experimentar a limitação.

 

Os transaturninos

DANE RUDHYAR, refere-se aos transaturninos, como embaixadores da Galáxia e afirma: Qualquer sistema orgânico ou unidade está subjetiva à duas forças contrárias. Há a força que puxa todas as partes do sistema para o centro (Força de gravidade), mas há também a força exercida pelo espaço exterior, que realmente pressupõe um sistema maior, dentro do qual o primeiro funciona.

Todos os Planetas do nosso sistema solar e todos os seres vivos da Terra, são em alguma medida afetados pelas pressões e forças que nos atingem, vindas da Galáxia; Igualmente afetados somos em direção oposta, pela força gravitacional do Sol, centro do nosso sistema.

Saturno, todavia, representa a linha básica de demarcação entre essas duas forças opostas, a da Galáxia e a Solar.

Os Planetas que estão no interior da órbita de Saturno, são principalmente vassalos do Sol, enquanto os Planetas após Saturno, são o que chamamos de Embaixadores da Galáxia, e que concentram sobre o Sistema Solar o poder desta vasta comunidade de estrelas, a Galáxia. Não pertencem por completo ao Sistema Solar, estão dentro da esfera de influência, para desempenhar uma missão, ligando o nosso pequeno sistema (do qual o Sol é o centro) e a órbita de Saturno, com a circunferência ao sistema maior, à Galáxia.

Os transaturninos, simbolizam as forças cósmicas que impelem o homem a estudar os seus planos abstratos e o levam à ter uma visão cósmica, uma procura de integração maior com o cosmo.

 

 

Os transaturninos observados da Terra, movem-se tão lentamente, permanecendo em um signo por tanto tempo, que influenciam gerações inteiras. Essas gerações apresentam mudanças semelhantes, embora variem de pessoa para pessoa, dependendo das posições e aspectos formados por outros Planetas. As Orbitais diferenças de gerações constituem um bom exemplo dessas influências, são ameaçadoras e exigem de nós muitas vezes, um grau de esforços para adquirirmos consciência psicológica mais total e uma perspectiva mais aberta e englobante da vida. Existe a necessidade de contato profundo com as pessoas de gerações diferentes. Os fatores básicos de vida de qualquer pessoa serão sempre os mesmos, estas forças existem sempre nos seres humanos. Astrologicamente, estas forças são simbolizadas pelo Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte e são chamados Planetas Pessoais. Júpiter e Saturno constituem uma faixa intermediária entre os Planetas Pessoais e os Planetas Saturninos, visto que eles muitas vezes têm a ver, com a nossa participação na sociedade e com as normas, crenças e ambições influenciadas pela mesma. Por isso Júpiter e Saturno são chamados de Planetas Trans-Pessoais.

Os Signos, Casas e Aspectos, nos quais encontramos estes 7 Planetas, indicam o modo particular, pelo qual, estas forças atuam no indivíduo.

Essas origens são modificadas através da experiência consciente e do uso concentrado da vontade, porém os transaturninos, agem além do controle consciente do indivíduo, tal como Netuno, Urano e Plutão, estão além da Terra. Analisando suas funções, essas energias caso estejam em aspectos benéficos com os Planetas Pessoais, poderão precisar influências harmoniosas, no entanto se estiverem em aspectos pressionantes, será mais difícil de controlar, visto que a força de vontade e determinação nunca são suficientes para controlar esta energia.

Portanto, os transaturninos, atuam através de nós ativando os fatores psicológicos apresentados pelos Planetas Pessoais (Sol, Lua, Mercúrio, Vênus, Marte) e os Trans-pessoais (Júpiter e Saturno).

Os transaturninos, mostram planos do Ser e dimensões das experiências, que caracterizados pela falta de limites, suas energias atuam fora do controle consciente e não podemos defini-las objetivamente. Quando se fala, por exemplo em eletricidade, é muito difícil defini-la à nível real. Podemos defini-las como válvulas nervosas, objetivamente, nas quais se trata de transmissão desta energia, já não se fala de maneira concreta, já não é matéria cristalizada (Saturno), não é mais o lado concreto da afeição, dos carinhos, do desejo, não são mais as coisas obtidas pelos 5 sentidos. Os transaturninos, são as forças interiores do homem e por isso é muito difícil definir objetivamente estes 3 Planetas.

Os trânsitos destes Planetas, sobre pontos sensíveis da nossa Carta Astrológica, em aspectos perfeitos com os Planetas Pessoais e Trans-Pessoais, são aspectos penetrantes e altamente significativos.

 

 

·     Responsabilidade, austeridade, estruturação. Restrições, resistência. Rege o tempo. Construções e constituição. Ossos, joelho, dentes, pele. O  amadurecimento e a aceitação das responsabilidades passam por Saturno. Onde Saturno está, num tema natal, aí estará indicado não só as restrições, mas também o local onde existe a busca do crescimento através da estruturação. Segundo os esotéricos, a posição de Saturno indica onde existe acumulo kármico. Força de caráter.

 

Saturno representa o limite e a estrutura necessária à sua realização. No Mapa, vai indicar o seu ponto de restrição, o setor prático da sua vida em que, muitas vezes, você sente-se limitado, onde é exigido ao máximo. Esta exigência não existe para que você fique esgotado, mas serve para que possa dar o melhor de si.

O ponto em que Saturno se encontra também indica a cruz de sua vida, que não deve ser vista como um castigo, mas sim, compreendida pelo ensinamento de Sta. Tereza D'Ávila que dizia que "...uma cruz não deve ser arrastada, mas erguida, pois ao erguê-la nos erguemos com ela".

Isso pode ser conseguido com bastante disciplina, uma das grandes qualidades enfocadas aqui e que propiciam o surgimento de outras, como ser estruturado, realizador e responsável. Mas se você ceder aos fatores limitantes do mundo, fatalmente será aquela pessoa chata, fria, calculista, indisciplinada, irresponsável e avarenta.

Saturno rege o signo de Capricórnio e, na Mitologia, é o próprio tempo que tudo consome, não nos deixando esquecer a responsabilidade que temos com a própria vida, no sentido de não desperdiçarmos o tempo que temos para investir em nossas realizações.

 

 

 

 

URANO - (rege o signo de Aquário)

  Chegando à Urano, começamos a nos libertar da vida concreta e real, do ouvir, olhar, admirar, degustar e tatear, dos                                                                                          sentidos completos. Urano é a liberação da energia, pura, passamos a irradiar. Antes nós agimos, gostamos, amamos, sentimos, adquirimos, e frutificamos, agora vamos liberar a energia, começando a influir em um mundo maior, iniciando a compreensão da complexidade do homem. Como vimos anteriormente, os transaturninos, agem no indivíduo no plano mais sutil ou pelo menos as forças são muito mais refinadas do que os 7 planetas da Astrologia Antiga. Um dos símbolos de Urano é um Sol com uma flecha apontado para o alto, direcionada para cima, para um futuro que não sabemos onde está (representando a liberdade sem limite). Uma curiosidade sobre Urano: os índios americanos, diziam que o sol, era um buraco no céu, e que se chegassem até este buraco, encontrariam a libertação, depois dele (seria um outro Astro que representaria a liberdade), isto é Urano.

 

 

Urano influencia o homem em sua capacidade de saber se reformular, de saber se liberar de seus próprios conceitos, de renovar a sua própria vida; onde temos Urano, sentimos uma necessidade maior de liberdade pessoal. Exemplo: Uma pessoa que tem Urano na 7a Casa, tem a necessidade de se sentir livre dentro de uma relação, provavelmente, vai procurar relacionar-se com alguém que lhe permita liberdades.

A posição de Urano, nos mostra em que área nós agimos de maneira excêntrica, fora do comum, abandonando as normas convencionais. É nessa área que podemos experimentar este poder, pois é aí que criamos novas fórmulas para sair do esquema. Exemplo: Quem tem Urano na 6a Casa ou na 10a Casa, não conseguirá trabalhar em esquemas tradicionais, pois sentirá necessidade de novas situações e fórmulas, procura o desconhecido, pois Urano, atua através dos impulsos efetivamente, e esses impulsos são dirigidos ao convencional, à independência, ao inesperado.

Urano é o Raio Cósmico, é tudo que é imprevisível, inesperado e repentino. Urano é a intuição e criatividade, é renovação, é visão futurista, imprevisibilidade, rebeldia e liberdade. São os sonhos do futuro, planos e projetos. O Uraniano, não pode prever coisa alguma, pois muda constantemente, a mudança, é necessidade interior, não pode prever esquemas, é sair do convencional. E a medida que sai, que inova, sente-se inseguro e tenso pois não sabe o que irá acontecer. É como dar um salto no escuro. Esta tensão é de quem tem aspectos fortes em Aquário, este é o primeiro passo para desestruturação do próprio equilíbrio central do indivíduo. Por isso, todo Aquariano tem necessidade de um controle, pois na medida que Urano mexe nesta energia repentina de libertação, ela guarda tensão. Uma regrinha muito boa para entender Urano, é: onde temos Urano, aí está o nosso gráfico de altos e baixos. Mas tendo conseqüência disto, devemos organizar esta área, devemos dinamizar a energia, tendo o cuidado para não dinamitar. Nesta área, vamos liberar a energia controlada, para que não cause colapsos, para que não dê choque. Exemplo: Uma pessoa com Urano na 3aa Casa pode descarregar sua tensão, escrevendo, dando aulas, comunicando-se na publicidade, pois é assim que a pessoa produz enquanto libera a sua energia.

Urano em Aquário, precisa de atividade de canalização extremamente forte para que possa aliviar sua tensão. Uma pessoa com Urano mal aspectual, as vezes não consegue liberar sua energia corretamente, ainda acaba com os esquemas, ou rompe de maneira agressiva não conseguindo manter a estrutura central e renovadora, girando assim completos entre o manter e o renovar, provocando desequilíbrio, tensão e desestruturação.

Já uma pessoa com aspectos positivos, consegue liberar-se e canalizar positivamente essa energia, criando novas fórmulas e buscando novas soluções.

Através das progressões de Urano, notamos mudanças repentinas e inovadoras, pois Urano trabalha através da rapidez da eletricidade, mas nunca tira algo sem nos dar o melhor.

 

Urano representa o mental superior, a ligação direta, com níveis mais elevados.

Urano dá modificações rápidas (coisas boas).

 

·     O Inesperado. A liberdade. O anticonvencional. Acontecimentos súbitos, jogo-de-cintura, espaço, eletricidade, sistema nervoso central, tornozelo. Aura, nervos e movimentos involuntários. Reforma, independência. Quebra de padrões preestabelecidos, rebeldia. Onde está Urano no tema natal, É onde temos medo de perder a liberdade. Intuição, individualidade, originalidade. A criatividade é uma das expressões do planeta Urano. O gênio e o louco. Liberdade de idéias e idealismo. Quebra de velhas estruturas. O caos que vêem antes da ordem.

 

Urano representa o próprio Céu, além da criatividade e das idéias. No mapa, indica o seu lado criativo, inventor, original e excêntrico.

Em sua melhor apresentação, desperta o seu lado idealista e fraternal, criativo e até genial, podendo fazer com que você se torne aquela pessoa que tem uma capacidade própria de servir de sinalizador para as pessoas que estão perdidas e não conseguem sequer perceber um sentido para a vida. Esquivando-se de exercer essa função especial, você próprio perde de vista o significado das coisas, transformando-se em uma pessoa enjoada, abusada, anarquista e revoltada, sem causa nenhuma, o que, em casos extremos, poderá desencadear em atitudes subversivas e até terroristas.

Urano rege o signo de Aquário e na Mitologia é o próprio Céu, que permanece imutável, agora e sempre, para que não percamos de vista a possibilidade e a necessidade de imitarmos na linearidade da vida a verticalidade do Princípio.

 

 

NETUNO - (rege o signo de Peixes)

 

  Urano é a liberação da energia pura, e nesta liberação, o homem fica além dos limites da natalidade, lança-se para fora e começa a impregnar-se daquilo que está à sua volta. E é nesta absorção, na impregnação da totalidade que está o Netuno.

Netuno é tudo o que absorvemos do meio, é o que nossa sensibilidade percebe e capta.

Esta capacidade não é intelectual, mas sim intuitiva.

Netuno, está associado ao misticismo, ao mistério, à unidade cósmica, ao desenvolvimento espiritual e à intuição. É também a ausência de forma, a ilusão, a dissolução, a imaginação e o idealismo. Ele é o vínculo, para detectar as coisas que estão à nossa volta e não são visíveis. Onde temos Netuno, temos a indefinição, mas é aí que absorvemos e intuiremos as coisas não visíveis.

 

Netuno é subjetivo, mas poderá tornar-se objetivo, dependendo da sua posição no mapa. Exemplo: Uma pessoa que tem Netuno em trígono com Mercúrio, é uma pessoa que não será capaz de intuir, mas terá a capacidade de definir sua intuição. Por outro lado, determinadas posições de Netuno, indicam, grande capacidade de absorção de tudo o que é bom ou mau, sem discernimento. Se este não estiver no mapa, é um fator de bastante segurança, bem realidade ou melhor, o indivíduo deverá buscar a inspiração e a realidade de Urano, a intenção e idealismo de Netuno, tornando-as reais, fazendo-as concretas para a vivência diária. Netuno é a visão completa, total de 360o, é o radar que enxerga o mundo na sua totalidade.

Ele nos leva ao sentido místico da vida, é a capacidade de viver plenamente uma situação e se diluir nela. Esta capacidade de identificação com os outros, é sem dúvida, uma bela qualidade espiritual, entretanto pessoa corre o risco de ser absorvida e manipulada pelos outros, visto que se aproximam dela, quase todas as pessoas precisadas de ajuda, atraídas pela capacidade de identificação, detectadas pelo radar. Não é um plano à ser vivido depois de certa idade, é a sensibilidade inata já nasce com a gente.

Netuno, pela sua posição na Carta Natal, é a área da vida em que sofremos as influências Transcendentais, procurando um ideal e acreditando naquilo que queremos, é um campo de experiência que tendemos a idealizar ou rejeitar, muitas vezes como modo ou ânsia de fugir da realidade que se nos revela brutal e vazia de Auto Ilusão.

Netuno, leva 13 anos em cada signo determinando gerações assim. Exemplo: O aspecto de Urano e Plutão determinam uma geração que busca o entendimento do lado psicológico, procurando uma consciência maior, porém, para que a pessoa não se iluda, não fique somente no plano abstrato, é necessário buscar o lado prático, o sentido pleno da realidade, discernindo e filtrando as impurezas (deve buscar portanto, à Virgem).

Netuno é representado pelo tridente, que é o símbolo da psicologia. Ele trabalha com a psique do homem, onde o homem tem seu próprio desconhecido, é a totalidade da psique do homem, agindo com a integração do todo. Netuno, mexe com a totalidade do homem, tanto psique como fisicamente pois a saúde é o equilíbrio das energias. Netuno rege as drogas, os remédios, as bebidas e à nível prático está ligado às intoxicações e às epidemias. Ele rege as coisas confusas, situações nebulosas, à sujeira, às asmas, à respiração confusa, à poluição, à imaginação, aos sonhos, tudo que é indeterminado e as vezes ao irreal. Netuno, está ligado ao amor universal, não personalizado, ele é a visão da igualdade social. Para Netuno, o homem não tem qualquer diferença, não há fronteiras, é o Universo, o Cosmo, o Caos. Nos aspectos passivos dos trânsitos de Netuno, a pessoa tem que trabalhar a imagem interna, o lado psíquico pois poderá ficar desestruturado, não conseguindo manter o equilíbrio. O lado negativo dos aspectos netunianos, é a indefinição, é uma maneira nebulosa de ver as coisas, é como estivéssemos em alto mar, em uma pequena embarcação, sob intenso nevoeiro, sem conseguir ver o rumo. Não seria possível definir, nem um momento, o que faríamos, então é necessário acalmar-se, esperar o nevoeiro e enquanto isto não acontece, tentar colocar as coisas em volta, em ordem, para que passado o nevoeiro, o barco esteja bem organizado.

 

 

NETUNO representa uma sintonia emocional, com níveis mais elevados na ânsia, uma paixão por harmonização, com planos mais elevados de SER.

·     Espiritualização, ilusão, sonho. Transcendência através de experiências da alma. Religiosidade. Mediunidade. Os vícios (álcool, drogas, fumo etc..). Netuno também tem influência sobre o romantismo, sensibilidade e misticismo. O ilusório e o imaginário. A névoa e as confusões netunianas. Rege o cinema, artes plásticas, as imagens. Capacidade psíquica. Onde está Netuno num tema natal, ai estará a expressão do potencial místico e inspiração. Consciência cósmica.

 

Netuno representa a inspiração criadora, a fé que remove até montanhas, o êxtase que eleva, a intuição que faz você sentir-se como parte do Todo e o amor universal que lhe dá esta certeza. No mapa, indica a sua antena de ligação com o Universo e aponta a fé através da qual entramos em comunhão com este Universo.


Quando você consegue manter esta antena limpa e livre de "ninhos de passarinhos", pode acessar sua melhor parte, tornando-se uma pessoa intuitiva, inspirada, confiante na Força Maior que mantém tudo. Quando relaxa demais a ponto de permitir que interferências várias interrompam sua ligação com o Sagrado, então você começa a desligar-se e a distanciar-se de si mesmo, permanecendo confuso, iludido, aumentando a possibilidade de viciar-se em qualquer coisa (drogas, sexo, ideologias, dinheiro...), pois estará sempre precisando de algo que lhe preencha...

Netuno rege o signo de Peixes e na Mitologia é o deus dos mares, que vive em uma região submarina chamada Aigai, onde nada o perturba e de onde ele sabe tudo o que acontece na superfície... Orientação interessante a ser seguida a partir da compreensão de que podemos manter a calma interior, apesar de vivermos em um mundo emocionalmente agitado e, mesmo assim, nos mantermos "ligados" a tudo.

 

 

 

 

PLUTÃO - (rege o signo de Escorpião)

 

  Em Saturno temos o nosso limite, em Plutão mergulhamos em nosso inconsciente. A racionalidade de Saturno, é o último passo, é a visão concreta do homem.

Plutão é a grande consciência que abraça e extrapola a razão. Plutão representa a Morte do Homem, o poder que ele tem, de adquirir esta grande consciência. E para chegarmos à isto, vamos ter que mergulhar no inconsciente e descer ao nosso interior e nos confrontarmos com tudo que lá existe. Só quando mergulhamos fundo, conhecemos todo o nosso interior é que conseguiremos transmutar, transformar e renascer. Parece que existe

 

 

sempre algo escondido acerca de Plutão, algo sutil e difícil de se colocar em termos lógicos e concretos. Tudo que se relaciona com Plutão, é de certo modo, fora do vulgar, é um tanto excêntrico e indica um domínio de imensidade cósmica, que confunda o espírito, isto é verdade não só a função Astrológica do Planeta, como também acerca do movimento do próprio Planeta.

Plutão é o regente de Escorpião (8a Casa) e ambos têm a mesma relação com a morte, morrer para renascer, que é o poder da transformação e onde temos Plutão no Mapa, é onde teremos o grande terremoto da vida, e é através do terremoto interior, que nós, nos transformamos, nos reconstruímos. Na Casa onde estiver Plutão, teremos o poder criador muito grande pois esta Casa é altamente energizada e é a que estamos em contato com o reservatório profundo do poder concentrado. É ainda neste setor que ressurgiremos, fazendo aflorar toda necessidade de transformação de tudo que fizermos. Plutão atua de nível tão profundo e com tanta sutileza, que para pesquisarmos a sua influência real, devemos estudar a sua posição em nosso mapa ou na Carta Natal de amigos íntimos e parentes, afim de detectarmos a sua influência. Temos dentro de nós, em nosso consciente, determinadas capacidades ou incapacidades, determinadas tendências que não expomos à nível consciente por uma questão de auto defesa. Contudo, esse interno, começa a ser ativado em certas ocasiões e aflora muitas vezes de maneira violenta. Plutão é por isto, chamada de O grande Vulcão, pelo processo que ele desencadeia. É preciso termos consciência disto, saber usar a energia criativamente para a evolução, mesmo porque seria difícil ou melhor impossível tentar deter esta energia. As pessoas com fortes aspectos de Plutão, têm uma grande missão e que são pessoas de um poder muito grande. O poder de Plutão abrange todos os níveis, mas essencialmente, significa o poder da desmaterialização. A grande energia de Plutão, provém de uma fonte nada evidente a qual podemos chamar de Energia Transcendental, pois esta energia, verdadeiramente transcende, só pode ser entendida em termos opostos, luz e trevas, alegria e tristeza, quente e frio, etc... Plutão é um dos menores planetas, menos que a Terra, mas, esse pequeno tamanho e brilho diminuto, são fatores bastante ilusórios, pois o poder de Plutão, ultrapassa em muito seus atributos físicos.

É o Planeta mais lento, portanto, por meio tempo em um Signo (de 12 à 29 anos de duração) influencia por isso, uma geração, isto é grande parte da humanidade. Como ele passa tantos anos no mesmo aspecto, no mesmo Signo, milhões de pessoas, são coletivamente os agentes transformadores de determinados conceitos. Assim a pessoa com Plutão em Câncer, enfrenta grandes mudanças na estrutura familiar. Quando Plutão estava em Leão, foi contestado e equilibrado o conceito de autoridade de centros de atenção, com Plutão em Virgem, o homem começou a tomar conhecimento da poluição da Terra, da necessidade de modificar, pois Virgem é a Mãe Terra.

Resumindo: Plutão é excêntrico, sua energia é fora do comum e indica o domínio da imensidade cósmica, que confunde o espírito.

 

 

 

 

·     O poder. Transformação através de um tipo de destruição. O controle. "O morrer e renascer". Onde está Plutão num mapa natal, é onde temos medo de perder o controle. Rege o aparelho reprodutor e excretor, e os órgãos  sexuais. Habilidade de penetrar no inconsciente. Regeneração e transformação do organismo. As investigações. As pesquisas profundas, da mente e do espírito. O "outro lado". O controle como forma de exercer o poder.

 

Plutão representa o inferno, o invisível e o misterioso. No mapa, vai mostrar onde a sua alma terá a possibilidade de morrer para o que é inferior, renascendo transformada e, consequentemente, melhorada.

Ao enfrentar esta "morte", esta descida aos seus infernos interiores com o objetivo de enfrentar seus medos, exorcizar os fantasmas e curar as feridas, você faz uma opção consciente por tornar-se profundo investigador de você mesmo e de quaisquer outras situações que viver, indo além do que as aparências nos impõem. Caso contrário, terá de conviver com o seu lado sombrio, medroso, tempestuoso, destruidor e, às vezes, até vingativo.

Plutão rege o signo de Escorpião e, na Mitologia, é o deus do mundo invisível, nos relembrando que essa dimensão é comum a todos nós e faz parte da vida, que podemos e até devemos transitar por ela, mas com o intuito de superarmos nossas próprias limitações.

 

 

 

 

O que é movimento Retrógrado?


Aparentemente, os planetas giram em torno do Sol em velocidades diferentes. Do ponto de vista de quem está na Terra, pode até parecer que um planeta está "andando para trás", mas isso é mera ilusão. Para a astrologia, a arte que interpreta o simbolismo natural dos fatos e objetos celestes, um planeta que "anda para trás" está retrogradando, ou seja, está indicando uma possibilidade de reavaliação de um tema, geralmente ligado ao signo em que o planeta retrograda. Assim, o planeta Mercúrio retrograda algumas vezes durante o ano e, de acordo com o signo em que isso ocorre, podemos dizer que estamos vivendo uma segunda chance de entender ou reaver obejtos perdidos, pois este planeta tem a ver com comunicação e mente prática. Assim também indicamos cuidado dobrado no trato com assinaturas e acordos, processos e abertura de sociedades, acertos verbais e tudo que é escrito, pois quando Mercúrio retrograda, pensamos estar corretos mas cometemos pequenos erros de distração. Em alguns países, os astrólogos publicam pequenos calendários onde os dias em que Mercúrio está retrógrado constam em vermelho, como se fosse domingo.

 

 

 

 

Qual o significado desse planeta no nosso Mapa?

 
Considerando nossa visão da Terra, ou seja, na conjugação da órbita do planeta com a órbita da Terra, há períodos em que temos a impressão de que o planeta em sua trajetória ao redor do Sol está se movendo para trás. Este movimento aparente é chamado de retrogradação.

Mesmo sendo o movimento retrógrado aparente, sua influência sobre a atuação do planeta é notável e deve ser examinada. O movimento direto simboliza o impulso para frente, para fora. Já o simbolismo do movimento retrógrado é de recuo, de volta para trás, para dentro. Podemos portanto concluir que as qualidades representadas pelo planeta retrógrado atuam de forma lenta e sutil, ou nas palavras de Bill Tierney, "nos bastidores", dificilmente podendo ser observadas na superfície.

 

Tierney associa ao planeta retrógrado traços de Peixes, Casa 12 e Netuno, porque a retrogradação estimula as facetas da personalidade que são menos acessíveis, sua natureza é introspectiva, sendo difícil de ser reconhecida objetivamente e retardando sua expressão plena durante os primeiros anos da vida. Segundo Tierney, o planeta retrógrado indica uma questão que não está terminada, seus recursos são adquiridos no inconsciente profundo, podendo manifestar-se melhor através da reflexão.

Virginia Ewbank e Joanne Wickenburg formularam uma teoria diferente acerca do tema. Para estas autoras, o caráter do planeta retrógrado opera como se funcionasse por meio do seu segundo signo ou de sua co-regência. Assim temos: Júpiter/Peixes, Saturno/Aquário, Vênus/Libra, Mercúrio/Virgem. Tomando como exemplo Mercúrio, segundo essa idéia, estando retrógrado, este seria mais descritivo da natureza de Virgem (seu segundo domicílio), uma vez que este signo tende a estudar e analisar com cuidado o que Gêmeos agrega e propaga com mais facilidade. Como outro exemplo poderíamos pensar em Marte, que retrógrado, atuaria mais de acordo com Escorpião, isto é, menos ativo externamente que em Áries.

Em ambas as teorias, de qualquer forma devemos ressaltar que no caso de Urano, Netuno e Plutão, a retrogradação não tem o mesmo peso, pois além de serem geracionais, no caso da teoria de Ewbank e Wickenburg, não têm um signo de co-regência. Aliás, a questão da retrogradação será sempre mais relevante para os planetas pessoais, já que a partir de Júpiter, planetas sociais e geracionais, é comum encontrarmos pelo menos dois planetas em movimento retrógrado simultâneamente.

Quando um mapa possui quatro ou mais planetas retrógrados (sendo pelo menos dois pessoais, de acordo com o que vimos), temos um indicador de que a personalidade pode florescer tardiamente e só manifestar talentos e capacidades na maturidade. Pode indicar ainda, que a pessoa é menos moldada pelas estruturas externas da sociedade, desenvolvendo-se segundo suas próprias inspirações. Só quando aprende a conhecer-se é que sua verdadeira natureza emerge.

 



Um grande número de planetas retrógrados também pode ser indicador de um início de vida difícil, já que a natureza introspectiva da retrogradação retarda a expressão plena dos planetas. Assim, devemos estar especialmente atentos para o momento em que um planeta retrógrado no mapa natal muda de direção pela progressão secundária, passando ao movimento direto. Nas palavras de Sophia Mason, "o planeta retrógrado funciona como "uma torneira pingando" que finalmente se abre quanto este passa para o movimento direto".

No caso dos planetas retrógrados estarem em aspecto difícil com os pessoais e especialmente se estes envolverem o Ascendente ou o seu regente, a pessoa pode sentir-se como que exilada, desconectada de seu meio e portanto solitária.

Também devemos ressaltar a importância do movimento retrógrado numa análise de Trânsitos, especialmente para Júpiter ou Saturno. Se um deles por retrogradação volta a transitar um ponto do mapa, os efeitos do trânsito poderão se extender por meses, até que o planeta faça a sua última e definitiva passagem pelo ponto em questão. Nesse caso, um trânsito de Júpiter ou Saturno tem sua importância consideravelmente aumentada.

Devemos olhar com atenção um planeta lento (à partir de Júpiter) que se encontre retrógrado na Revolução Solar. No caso, devemos observar o momento em que, por trânsito direto, o planeta em questão volta a tocar aquele grau e minuto. Quando isso ocorrer, a pessoa poderá experimentar marcadamente algum fato ou circunstância correspondente ao significado do planeta em questão.

Para concluir, relacionamos algumas das palavras-chave citadas por Tierney para os planetas retrógrados:

Construtivos: profundo, sutil, reformador, reflexivo, força interior.
Não construtivas: inibido, bloqueado, reprimido, inadaptado, esquivo.

Ainda dentro do tema Retrogradação faz-se necessário abordar a questão do estacionamento.

Uma condição muito importante durante a trajetória dos planetas é a que corresponde ao momento imediatamente precedente àquele em que o planeta muda do movimento direto para retrógrado, e vice-versa. Essa fase é marcada por uma diminuição notável da velocidade do planeta, quando ele se encontra virtualmente imóvel. O planeta nessas condições recebe a designação de estacionário.

O critério para considerar o planeta estacionário pode variar, mas nos parece sensato considerar no caso de Mercúrio, Vênus e Marte, quando estes se encontram em uma velocidade inferior a 1/10 de sua média, entretanto há quem os considere estacionários quando permanecem no mesmo grau. No caso de um planeta lento, este é considerado estacionário quando permanece

 

 

no mesmo grau e minuto. Devido ao fato de estar ainda que ilusoriamente parado, podemos concluir que o planeta estacionário funciona como especialmente concentrado. Ele é uma força poderosa e indica um interesse marcante de acordo com seus significados. Em geral, é fixado na sua

 

orientação, rígido, não adaptável, atuando de forma compulsiva, especialmente com relação à área do mapa em que se encontra. É importante ressaltar que o planeta estacionário estará sempre a ponto de tornar-se retrógrado ou direto.


No caso do planeta estacionário para retrógrado, este tenderá a um caráter ainda mais subjetivo, pois a pessoa se concentra sobre suas implicações. Seu impacto interiorizante é ainda mais forte que o retrógrado normal. O planeta estacionário para direto, por sua vez, está prestes a emergir e utilizar o que desenvolveu podendo parecer mais empreendedor e manifestando o mesmo grau de urgência daquele em movimento direto. Entretanto, para ambos os casos, a utilização do planeta estacionário deve ser parte de uma a


Também faz-se necessário observar que os graus de estacionamento dos planetas lentos em trânsito, muito utilizados na Astrologia Mundial. Quando um lento estacionou em um dado grau, qualquer outro planeta em trânsito passando pelo referido grau, inclusive um planeta rápido, deflagrará situações de acordo com o significado do planeta que ali estacionou. É como se o grau permanecesse com a marca do planeta. Do mesmo modo, na eleição de um mapa devemos evitar aspectos difíceis dos planetas significadores da questão com os graus de estacionamento, especialmente os de Saturno, Urano, Netuno e Plutão.

 

 



Quando um planeta está debilitado?


Quando um planeta ingressa em um signo em que sua força diminui, ele se encontra debilitado. As funções que o planeta representa ficam comprometidas. O planeta "opera" de uma forma "aflita" ou constrangida, como quando vestimos uma roupa que nos faz sentir tolhidos e constrangidos. Desde a mais antiga era, os planetas foram distribuídos em signos nos quais se encontram mais ou menos "à vontade", mais fortes ou mais fracos. Os termos antigos empregados são planeta em domicílio, exaltação, exílio ou queda. Os dois últimos termos aplicam-se quando o planeta transita um signo em que está debilitado, enquanto que as duas primeiras situações ocorrem quando os planetas transitam signos em que estão fortalecidos, em "dignidade". Em muitas ocasiões, um planeta debilitado torna os assuntos relacionados a ele mais difíceis, com mais obstáculos e com resultados duvidosos. Nos rumos da astrologia horária e eletiva, a dignidade dos planetas é tema de atenção constante, enquanto que na astrologia voltada para análise da carta astrológica de nascimento, a "fraqueza" planetária pode ser "compensada" e "trabalhada" ao longo da vida, minimizando seus fatores complicadores.

 

No signo de Domicílio, o planeta está puro e independente de outras influências pois não tem dispositor. Segundo Alcabitius (Séx. XII ) o planeta nessa condição tem liberdade e autoridade em sua expressão.

Em Exaltação o planeta encontra-se em posição de melhor utilização de sua força. Segundo Alcabitius comanda do alto como os reis.

Assim podemos concluir que o planeta em sua Exaltação é capaz de utilizar seu potencial da melhor forma ( um bom exemplo é o caso de Marte no disciplinado e concentrado signo de Capricórnio em comparação com o impulso por vezes desgovernado de um Marte domiciliado em Áries).

Ainda a respeito de Domicílio e Exaltação, Charles Carter faz uma consideração interessante, para ele um planeta em seu domicílio se beneficia quantitativamente ao passo que o planeta em sua exaltação se beneficia qualitativamente.

O signo de Queda de um planeta, oposto ao da Exaltação, é aquele em que o planeta tem sua expressão corrompida. A Queda prejudica o planeta , provocando alteração ou rejeição.

Em Exílio o planeta está oposto ao signo de sua regência e portanto é onde tem sua força reduzida.

Se o planeta não se encontra em nenhuma dignidade ou debilidade é chamado Peregrino

 

 

 

O que é dignidade planetária?


O Sol, a Lua e os cinco planetas vistos a olho nu "regem" um ou dois signos. A regência planetária determina a força do planeta, onde ele se encontra mais à vontade e provoca os melhores resultados. O Sol e a Lua regem apenas um signo cada, enquanto os outros cinco planetas visíveis a olho nu regem dois. O fator de maior força é o domicílio, em seguida a exaltação. No domicílio, o planeta está em sua "própria casa", ou seja, faz o que quer livremente. Na exaltação, é como um rei que governa, mas não é dono de sua agenda, a quem se deve honrar, mas não é livre o bastante para dispor das condições anteriores. Quando o planeta está em exílio, ele perde a força, fica mesmo "em exílio", como se estivesse viajando em um país estranho. Quando está em queda, sua força está consideravelmente diminuída. Nem sempre os 12 signos do zodíaco apresentam as quatro situações. Outra forma de verificar a força ou a fraqueza de um planeta é observar se ele está ou não na triplicidade, um conceito antigo que também pode se aplicar na análise da situação dos planetas.



Confira a tabela abaixo e conheça as dignidades e debilidades planetárias de cada signo.

 Signo

 Domicílio/ 
 Regência

 Exaltação

 Queda

 Exílio/
 Detrimento 

 Áries

 Marte

 Sol

 Saturno

 Vênus

 Touro

 Vênus

 Lua

 

 Marte

 Gêmeos

 Mercúrio

 Cabeça Dragão 

 

 Júpiter

 Câncer

 Lua

 Júpiter

 

 Saturno

 Leão

 Sol

 

 

 Saturno

 Virgem

 Mercúrio

 Mercúrio

 Vênus

 Júpiter

 Libra

 Vênus

 Saturno

 Sol

 Marte

 Escorpião

 Marte

 

 Lua

 Vênus

 Sagitário

 Júpiter

 Cauda Dragão

 

 Mercúrio

 Capricórnio  

 Saturno

 Marte

 Júpiter

 Lua

 Aquário

 Saturno

 

 

 Sol

 Peixes

 Júpiter

 Vênus

 Mercúrio 

 Mercúrio

 

 

CABEÇA DO DRAGÃO
CAUDA DO DRAGÃO

 

O Nodo Lunar fisicamente falando é um ponto equinocial, é o elemento de ligação entre a Terra, a Lua e o caminho aparente do Sol (eclíptica).

É o ponto de encontro entre 3 elementos tão importantes em nosso horóscopo.

O Nodo Lunar permanece em um signo durante 19 meses. Na efeméride temos a posição do Nodo Norte ou Cabeça de dragão; o Sul ou Cauda do dragão, e é colocado na carta (o Sul) em sentido contrário, ou seja, tem o mesmo grau e minutos do Nodo Norte somente está o signo exposto à este.

Na interpretação do horóscopo o Nodo simboliza a ligação entre o presente e o futuro, ele é o ponto de encontro entre as relações de Causa e Efeito. Pelo qual nos guiamos.

Nesse processo de evolução ao qual chamamos vida, o Nodo é a primeira chave, a de como e porque de estarmos aqui, ele é a transição e a mistura destes dois Nodos, é a experiência do que fomos ontem e o descobrimento do que seremos amanhã.

Portanto se analisarmos bem este elemento do horóscopo, podemos obter respostas que nos ajudarão a encontrar nossa verdadeira posição nesta vida, para que possamos desenvolver e evoluir realmente.

 

Nodo Sul (a Cauda do Dragão)
O Nodo Sul é simbolicamente o passado do homem, é o conjunto de pensamentos, idéias, hábitos, eventos e atitudes, acumulados de outras vivências e não resolvidos, cujos efeitos sentimos na vida atual.

Segundo Martim Shumam: São os modelos de comportamentos profundamente arraigados, encontrados aqui no ponto Zenith do homem, com centenas e milhares de anos de trabalho nele mesmo.

O homem tende a permanecer nos modelos e hábitos passados como numa confortável situação em que tudo lhe é familiar, podendo alterar muito pouco o futuro por estar preso arraigado à fundação daquilo que ele criou.

Para alguns, o Nodo Sul pode limitar-nos, mais para os outros, se a estrutura for firme e forte, traz a vida presente por fruto de muita realização.

O Nodo Sul é o nosso calcanhar de Aquiles, é o nosso ponto vulnerável. Todas as pessoas querem saber sempre mas, raramente param e olham o passado, examinando os efeitos de tudo que criaram e permanecem presos dentro dele. É como que hipnotizadas, permanecem no mesmo molde de comportamento e maneira de viver, que na maioria das vezes, terão que lutar muito para modificá-lo e construir outro tipo de vida.

Nodo Norte (a Cabeça do Dragão)
O Nodo Norte, simboliza o futuro, é a nossa experiência ainda não vivenciada. Para o indivíduo é um novo ciclo que irá viver e carrega por isto as apreensões do desconhecido. Mas o Nodo Norte exerce um fascínio, um magnetismo sedutor, pela vontade que este tem para desvendar o desconhecido. Neste Nodo o indivíduo recebe mais ajuda cósmica, para que possa progredir construindo e criando uma nova meta de vida.

Apesar dos obstáculos, à cada dificuldade que se consegue ultrapassar, é como um trampolim para o crescimento futuro.

Além do Nodo, de tudo que é novo, o homem está sempre descontente com as velhas maneiras e métodos de fazer as coisas e é com grande desejo de descobrir e explorar o mais alto potencial de seu futuro que ele procede e em cada degrau transposto, ele se sente melhor com ele mesmo.

Porém o homem não conseguirá atingir os objetivos da Cabeça do Dragão senão souber desligar-se dos hábitos e comportamentos negativos, adquiridos anteriormente.

O Objetivo do Nodo Norte é elevar-nos e através de uma espiral ascendente atingir a mais alta evolução, buscando Deus.

 
Os Nodos que usamos comumente são os Nodos Lunares: o Nodo Norte, também chamado de Nodo Ascendente ou Cabeça do Dragão. É o ponto onde a órbita da Lua cruza a Eclíptica de sul para norte; o Nodo Sul, também chamado Nodo Descendente ou Cauda do Dragão, que corresponde ao ponto onde a órbita da Lua cruza a Eclíptica de norte para sul.

 

 


Existem algumas questões com relação aos Nodos Lunares que devem ser abordadas. A primeira diz respeito à qual Nodo usar: se o Médio (Mean) ou o Verdadeiro (True). Tradicionalmente o Nodo Médio é o aconselhado, mas vale mencionar que a diferença entre ambas as posições pode chegar, no máximo, a pouco mais que 2 graus.


É curioso que alguns astrólogos e estudantes não configurem seus programas de Astrologia para representarem ambos os Nodos marcando apenas o Nodo Norte. Fazendo isso correm o risco de ignorarem uma conjunção com o Nodo Sul. Como sabemos, em toda e qualquer teoria astrológica a conjunção é sempre o aspecto mais forte. E especialmente quando estamos lidando com um Eixo (como no caso dos Nodos), o que deve ser levado em conta é a conjunção e não a oposição. Assim, a conjunção com um Nodo é importante para determinarmos de que forma o planeta se expressa. O Nodo Norte tem a natureza de Júpiter, portanto exerce uma influência benéfica sobre o planeta envolvido. Já o Nodo Sul tem a natureza de Saturno, é indicador de dificuldades envolvendo a função representada pelo planeta em questão.


Uma outra dúvida freqüente com relação aos Nodos Lunares é quanto à maior importância de sua localização: se por casa ou por signo. Como sabemos, o Ciclo Nodal Médio (período em que o Nodo percorre o zodíaco e volta a sua posição de origem no mapa) é de 18,6 anos e portanto ele permanece num mesmo signo em torno de 1 ano e meio. Mas, em função do movimento de rotação da Terra, todos os dias ele passará por todas as Casas. Assim podemos concluir que é a sua posição por casa no mapa natal que, de fato, particulariza a interpretação. Considerando seu movimento retrógrado (permanente no Nodo Médio) temos que se o Nodo cai próximo de uma cúspide devemos estar atentos pois na verdade ele está se dirigindo para a casa anterior. Quanto mais próximo a uma cúspide devemos investigar com o cliente sobre as casas em que os Nodos podem estar atuando. Aliás podemos nos surpreender com uma atuação em ambas as casas. Segundo Dom Néroman serão nessas áreas que a influência do Céu se fará mais intensa já que ali "o influxo estará mais concentrado e intensificado".


A técnica de Evolutivo de Néroman, o Fatum, dá grande ênfase aos Nodos. Segundo ele, o Dragão (como se refere aos Nodos Lunares) é o grande receptor dos influxos que o Céu emite e que constituem a base de sua teoria. E somente quando há também um envolvimento dos Nodos nos aspectos que o Fatum forma com os planetas natais (ou em trânsito) é que acontece uma transmissão perfeita desses aspectos, sem interferências nesses influxos.

 

 

Segundo ele, o Dragão é a resultante de todas as influências às quais nos submete o Céu na nossa condição terrestre.

 

 

 


Também Dane Rudhyar e Alexander Ruperti têm trabalhos interessantes em que dividem o mapa por setores ou zonas a partir dos Nodos e interpretam os planetas levando em conta sua localização nessas áreas.

 

 


Temos ainda zodíacos gerados a partir das posições dos Nodos e cada um com uma função específica. O primeiro tem o Nodo Norte como Ascendente, num sistema de Casas Iguais e serve como uma opção, além do Mapa Solar (Sol no Ascendente), para casos em que não se conhece a hora do nascimento.

 


Há também um Zodíaco Dracônico, desenvolvido pelo argentino Néstor Echarte, e que tem o Nodo Norte como correspondente ao grau 0 de Àries. A partir daí, transformando as posições natais dos planetas para essas novas coordenadas temos um mapa de apoio para a interpretação do Mapa Natal. Esse novo mapa serviria para nos falar sobre fatores inconscientes. Na verdade, este é um zodíaco da Lua, não do Sol.

 


Cabe aqui também incluir o Mapa do Nodo Sul que nos é apresentado por Robert Jansky, pioneiro no campo da Astrologia Médica. Esse mapa é gerado a partir do Nodo Sul (tomado como o Ascendente), num sistema de Casas Iguais, e que vai tratar exclusivamente de questões de ordem física e da saúde do indivíduo.


Os Nodos são de grande importância nas técnicas de Sinastria. Contatos de planetas de uma pessoa com os Nodos de outra contam como fatores de atração entre as mesmas. Segundo Elói Dumón, os Nodos representam o impulso de nos unirmos aos demais, buscando o companheirismo, o amor à adaptabilidade, ou pelo contrário, a falta de adaptabilidade ou mesmo uma conduta anti-social.

 


Ainda que possamos ter dificuldades com pessoas do signo onde está a nossa Cauda, há quem já tenha observado que o problema esteja no signo da Cabeça (o que também faz sentido, sendo a Cabeça um ponto menos "familiar", o qual precisamos de um esforço consciente para incorporar). Verificar qual dessas teorias é mais válida é bastante fácil e pode gerar uma pesquisa interessante.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O que é o planeta regente?


Cada um dos planetas visíveis a olho nu recebe o comando ou o domínio de dois signos zodiacais, desde tempos antigos. Além desses, o Sol e a Lua, dois luminares que representam a força vital e a emoção, respectivamente, dominam apenas um signo. Leão é regido pelo Sol e Câncer pela Lua. O planeta regente tem a importância do dono de uma casa. Dependendo de como ele é, poderá ou não fazer tais reformas em seu lar. Conforme ele se apresenta, sabemos como lida com sua propriedade. Um planeta que está transitando um signo no qual não tem a menor relação, é chamado de planeta peregrino, o que dá bem a idéia de alguém que está de passagem por algum lugar onde não detém nenhum comando. A astrologia considera que um signo cujo planeta regente esteja forte e bem colocado no mapa é indício de que a pessoa domina aquele significado ou assunto de sua vida.

 

A regência astrológica é a associação dos planetas com os signos, através da relação de semelhança entre suas características básicas. Também se utiliza a expressão planeta regente para um conjunto de objetos e atividades, por exemplo: Urano rege a eletricidade e Mercúrio rege as atividades e meios de comunicação.

 

No contexto do mapa astrológico, um planeta também pode ser regente ou "senhor" de uma casa astrológica, sendo indicado pelo signo que está no início (cúspide) dessa casa. Alguns astrólogos se referem, ainda, a um regente do mapa astrológico. Em geral se diz que o planeta que rege o signo que está no Ascendente é o regente do mapa. De fato, é bastante importante o planeta regente do Ascendente, assim como o regente do signo onde se localizam o Sol (posição que popularmente chamamos de "nosso signo"), a Lua e de outros posicionamentos significativas do nosso mapa.

 

Entretanto, deve-se ter o cuidado de não reduzir toda a complexa configuração astrológica de um mapa a um único astro. Da mesma forma, ao analisarmos a posição de um astro, é necessário observar como ele se insere no contexto global. Todos somos uma mistura de muitos fatores e não apenas do Signo Solar, Ascendente, Lua e seus respectivos regentes, mas de uma gama imensa das combinações de astros, signos, casas e ângulos entre os vários pontos de nosso mapa astrológico.

 

 

 

 

Signos e Planetas Regentes:

  Áries - Marte

  Touro - Vênus

  Gêmeos - Mercúrio

  Câncer - Lua

  Leão - Sol

  Virgem - Mercúrio

  Libra - Vênus

  Escorpião - Plutão (co-regente Marte)

  Sagitário - Júpiter

  Capricórnio - Saturno

  Aquário - Urano (co-regente Saturno)

  Peixes - Netuno (co-regente Júpiter)

 

 

 

 

 

Dignidades e Regências

 

Planeta     Domicílio     Exílio     Exaltação     Queda

--------        ------------       -------         ------------       -------

Marte          Áries           Libra       Capric.          Câncer

Vênus      Libra/Touro    Áries       Peixes          Virgem

Mercúrio   Gêmeos       Sagitário  Virgem          Peixes

Lua             Câncer         Capric.      Touro            Escorp.

Sol               Leão           Aquário     Áries               Libra

Júpiter       Sagitário      Gêmeos     Câncer          Capric.

Saturno      Capric.         Câncer       Libra             Áries

Urano        Aquário          Leão         Escorp.         Touro

Netuno       Peixes         Virgem       Leão              Aquário

Plutão        Escorp.          Touro       Sagitário       Gêmeos

 

 

 

 

O que é um trânsito planetário?


Quando um planeta desenvolve sua trajetória pelo Sol, aparentemente descreve uma rota no zodíaco, ou seja, a faixa de constelações que ficam na área da eclíptica. Esta faixa eclíptica tem cerca de 16 graus de largura e ocupa a zona celeste por onde os planetas parecem transitar nas constelações, que deram origem aos signos zodiacais. Passados muitos séculos, signos e constelações já não têm mais relação uns com os outros, por causa da precessão dos equinócios. Assim, quando um astrólogo diz que Vênus está transitando Peixes, ele está dizendo que o planeta Vênus está naquele momento passando na região celeste do signo de Peixes.

Os planetas evoluem em torno do Sol em tempos diferentes. Isso depende de uma série de fatores que a física explica. A Lua, por exemplo, transita um signo inteiro de 30o em dois dias. Já Plutão, o planeta mais longínquo do sistema solar, chega a demorar anos em um mesmo signo.

A observação dos trânsitos planetários faz parte do trabalho diário do astrólogo, pois é com base neles que são escolhidos os dias mais favoráveis para empreender esta ou aquela atividade. Além disso, o estudo dos trânsitos planetários com referência ao mapa natal confere o timing (regulação de tempo, de velocidade, de ritmo) dequado aos momentos de focalização neste ou naquele assunto da vida. Por isso, os trânsitos dos planetas são um recurso importante no trabalho do astrólogo.

 

 

Por que o horário, dia e local do nascimento são tão importantes para os astrólogos?

Sem esses dados fica impossível realizar o cálculo correto da carta astrológica. Qualquer que seja o ramo de aplicação da astrologia, esses dados são fundamentais. Só para se ter uma idéia, apenas quatro minutos na diferença de horário de nascimento pode comprometer em um ano as análises de prognóstico. Em duas horas, o signo ascendente muda, assim como a Lua move-se cerca de um grau nesse mesmo intervalo de tempo.

Quanto à localidade de nascimento, as diferenças de fuso horário alteram o ascendente e as demais casas astrológicas. Assim, alguém que nasceu em Campinas, mas que fornece como local de nascimento Barretos, ambas no estado de São Paulo, apresentam diferenças na montagem da carta, o que compromete a análise. Por isso, todo astrólogo responsável e que preza sua reputação exige dados corretos para efeitos de cálculo da carta. Quando esses dados não são conhecidos, impõe-se o uso de outras técnicas menos exatas ou apela-se para o trabalho de retificação do horário de nascimento, uma especialidade só realizada por profissionais experientes e qualificados.

 

 

 

O que é Sinastria?

Uma das técnicas empregadas para a análise de compatibilidade entre duas ou mais pessoas é a sinastria, onde as cartas de nascimento são avaliadas com vistas a medir qualitativamente o grau de facilidade do relacionamento das pessoas envolvidas e as áreas que precisam ser trabalhadas. Para fins de uma análise sinástrica, é necessário que o astrólogo esteja de posse dos dados de nascimento das pessoas envolvidas. Após uma cuidadosa averiguação da carta individual de cada um, procede-se à análise da comparação das cartas, que é a sinastria. Existem algumas outras técnicas de análise de compatibilidade. Uma delas torna possível a análise de um grupo maior de pessoas, como a análise de grupo de Davison. Também existe a técnica do mapa composto, muito útil na avaliação de compatibilidade entre pessoas. Essas técnicas se aplicam às sondagens de qualquer tipo: parentais, profissionais e amorosas.

É muito comum na visão popular da Astrologia analisar se um signo combina ou não com o outro, mas esta prática nada tem a ver com a análise elaborada de relacionamentos que o estudo dos astros proporciona.

 

Cada aspecto deve ser levado em conta para a realização de uma Sinastria. Podendo-se saber como os planetas do seu mapa ativam a personalidade da pessoa com a qual voce está se relacionando.


O princípio é simples: verifique a posição dos seus planetas natais e os coloque no mapa da outra pessoa. Por exemplo: se você tem o Sol a 18º do signo de Libra, verifique em qual casa este Sol estaria se estivesse colocado no mapa do outro. Se o ponto 18º de Libra estiver na casa 1 do parceiro, então você levará características solares para este setor prático da sua vida, iluminando e energizando a sua personalidade, temperamento e comportamento.

Quais são os sinais astrológicos básicos de compatibilidade entre duas pessoas?

 

A compatibilidade básica e espontânea entre duas pessoas depende dos seguintes fatores: o Sol, a Lua e o ascendente de cada uma delas precisam estar posicionados em signos de elementos afins. Desta forma, não basta dizer que Leão e Peixes "não se dão bem". É preciso verificar as cartas. Se a pessoa cujo Sol natal está em Leão tem a Lua natal em Peixes ou Câncer, e/ou o ascendente em um signo como Sagitário ou Áries, já são indícios de compatibilidade. Se a pessoa de Peixes (Sol natal neste signo) possui a Lua em, digamos, Leão, e o Ascendente em um signo afim, como Libra ou Sagitário, já existem sinais que facilitam que um complete o outro. Na comunicação, a posição mais importante é a da Lua e Mercúrio nas cartas individuais e depois comparadas entre si. No aspecto sexualidade, as posições de Vênus e Marte são as mais importantes.

 

 



Abaixo, disponibilizaremos o papel de cada um dos planetas em Sinastria. Leve em consideração que a pessoa A é aquela que coloca o planeta no mapa do outro e a B é aquela que recebe.



SOL


O Sol provê entusiasmo, ação criativa, propósito, dinamismo e auto-expressão e o indivíduo A sempre pode ajudar B a ser mais autoconfiante, se a sua posição solar no mapa do outro trouxer bons aspectos. Caso contrário, se este Sol fizer aspectos difíceis com os outros planetas de B, pode haver confronto de ego e conflitos de vontade.

Exemplo - O Sol bem aspectado de A cai na casa 4 de B: A vai iluminar os sonhos e a vida doméstica de B, trazendo a ela mais alegria, vida e brilho.



LUA


As influências da Lua de A no mapa de B indicam os meios pelos quais as respostas habituais e automáticas, a origem e influência familiar e os condicionamentos do indivíduo A afetarão a relação. Influências harmônicas proverão ao parceiro da Lua compensar e nutrir emocionalmente o outro. Aspectos difíceis da Lua podem ocasionar desentendimentos emocionais. Exemplo - Lua de A cai na casa 10 de B: A compreenderá, instintivamente o que B deseja da vida e qual é a sua meta social. A carreira e status de B afetarão as emoções e condições domésticas de A, favorável ou desfavoravelmente, conforme os aspectos da Lua.

 


MERCÚRIO


Mercúrio qualifica a comunicação entre os indivíduos, a troca de idéias e informação. O indivíduo mercurial estimula o outro intelectualmente. É o aspecto que pode aprofundar muito a relação e os seus pontos de afinidade. Se o Mercúrio estiver mal aspectado, pode gerar conflito de idéias, pontos de vista, discordâncias e dificuldade de comunicação.


Exemplo - Mercúrio mal aspectado de A na casa 6 de B: há no relacionamento muita impaciência e nervosismo. As conversas do dia-a-dia ou que acontecem no trabalho passam a ser irritantes e chatas. As críticas são mal compreendidas e mal aceitas.


 

 

 

VÊNUS

É um fator que indica como duas pessoas interagem quando estão envolvidas em questões de afeto, romance, casamento e, por outro lado, contatos sociais, finanças, negócios e valores estéticos. Também indica como duas pessoas vão se relacionar afetivamente, quando envolvidas em relacionamento próximo.

Exemplo: Vênus bem aspectado de A na casa 7 de B: A leva beleza, charme e amor para B. Nesta relação, existe muita afeição, harmonia, aspectos de refinamento e beleza. Eles interagem harmonicamente e gostam de estar juntos.


MARTE

Fator que indica como os indivíduos estimulam os desejos e as ações do outro. Os aspectos deste planeta indicam como um age em relação ao parceiro e como é o seu ritmo dentro da relação.

Exemplo: Marte de A na casa 3 de B: essa combinação indica comunicação mental rápida e energética entre os parceiros. Se Marte estiver bem aspectado, os nativos irão inspirar-se mutuamente em assuntos ligados à escrita, investigação científica, estudos, aprendizado, troca de idéias e informações.


JÚPITER

Traz boa fortuna e crescimento para o parceiro, podendo elevar a sua noção de moral, ética e filosofia. Em bom aspecto, tem um efeito benéfico e expansivo. Em aspectos tensos, pode promover a arrogância no relacionamento, o que dificulta a afinidade entre os envolvidos.

Exemplo: Júpiter de A na casa 8 de B: enfatiza as coisas mais profundas e íntimas de B, quer seja seu estado psicológico ou suas emoções. A também pode ser o instrumento para que B tome consciência de facetas de sua personalidade até então negligenciadas.


SATURNO

Área onde os parceiros têm sérias tarefas e responsabilidades um com o outro. É indicador da seriedade e durabilidade da relação. O Saturno mal aspectado indica que o parceiro traz problemas, dificuldades e responsabilidades pesadas demais para o outro. Em aspecto favorável, sugere paciência, disciplina para permanecerem juntos e cooperarem um com o outro nos tempos difíceis.

Exemplo: Saturno mal aspectado de A na casa 12 de B: A pode esperar que B seja confiável e auto-suficiente nas áreas em que provavelmente será mais vulnerável, o que pode causar frustração ou insegurança.

 

 

 

Ciclos planetários e idades
 


Tudo no mundo funciona em ciclos. Assim como as estações do ano, as fases da lua e as marés seguem movimentos periódicos, os planetas se deslocam ciclicamente, simbolizando, no macrocosmo, as fases da vida humana (microcosmo).

 


A idade e o amadurecimento tem uma íntima correspondência com os ciclos planetários e, apesar de cada ser humano reagir de forma diferente a estes ciclos, podemos delimitar as fases de desenvolvimento como entrada na adolescência, vida adulta, crise da meia idade, dentre outras.


Para determinar estas fases, a astrologia tem como base o estudo do mapa natal dos indivíduos e os trânsitos astrológicos, ou seja, o movimento dos planetas em cima deste mapa natal. Como os astros se movimentam em ciclos periódicos e geralmente invariáveis, pode-se determinar qual a idade que, por exemplo, um planeta em trânsito fará oposição a um planeta natal de uma pessoa.


Para a análise das fases do desenvolvimento de cada um, são usados os ciclos dos planetas mais distantes, que levam mais tempo para dar uma volta completa no Sol, ou, falando em termos astrológicos, para fazer uma revolução. Júpiter, quinto planeta do sistema solar, por exemplo, leva 12 anos para efetuar uma volta completa em torno do Sol, percorrendo um signo por ano. Por isso, os astrólogos identificam nas pessoas uma importante fase de Júpiter aos 12 anos, 24 anos, 36 anos e assim por diante, que é a época em que o planeta passa no mesmo ponto onde estava na hora do nascimento daquela pessoa. Também são levados em conta outros aspectos que o planeta em trânsito forma com o planeta natal, como trígonos, quadraturas e oposições.


A mesma técnica é usada em relação a Saturno, que dá uma volta em torno do Sol a cada 29 anos, Urano, 84 anos e Netuno, 164. Plutão é mais difícil de ser analisado, já que tem uma órbita bastante irregular, passando às vezes 20 anos em um signo e 10 anos em outro.


Cada período da vida de um indivíduo é distinto e requer habilidades, posturas e atitudes condizentes com este momento. Não há nada mais triste do que estar inadequado a idade que se está vivendo. Tudo isso deveria vir naturalmente, se o homem estivesse em harmonia, em sintonia com seus processos biológicos, psíquicos e mentais para encarar seus ciclos com naturalidade.

 

 

 

 

 

Os ciclos de Saturno

 

 

 7 anos  = primeira quadratura de Saturno natal com Saturno em trânsito

14 anos = a primeira oposição de Saturno

21 anos = Segunda quadratura de Saturno

28 anos = o retorno de Saturno

 

 

 

 

 

       2 luminários                                           8 planetas

 

 

                                                                                                  

 

 

 

 

 

         T                                                       

 

Rápidos, pessoais                                      Planetas lentos

 (seu jeito de ser)                               geração ou transpessoais

                                                             (revelam a sua idade)

 

 

      =   88 dias                                   = 12 anos para uma volta completa

 

 

      = 220 dias                                     = 29 a 30 anos – 2 anos e 6 meses

 

 

T     = 365 dias                                    = 84 anos – 7 anos em cada signo

             (1 ano)

 

 

                                                             = 165 anos – 14 anos em cada signo

    = 2 anos

 

                                                             = 250 anos - 13/33 anos

 

 

 

 

 

 

                                               luminários               pessoais

 

                                                 mente concreta      pessoais                                                               

                            

 

                                              impulso        amor

                                                          Coragem       paz      pessoais

 

                                               

                                         expansão  limitação     sociais

 

 

                                                mente superior

 

 

                                            transcedência (80% não usam)

 

 

(ativos                   (receptivos

masculinos)          femininos)  

 

 

                                               recomeçar, regeneração.

Transcendência

       (20%)                                transcendência, capacidade de

                                                          compreender  (20%)

 

 

                                              mente superior criadora

 

Sociais                                      perseverança

 (30%)

                                                assimilar, que aprende,

                                                          que busca o conhecimento.

 

 

                                                luta guerreiro

 

Pessoal o eu                              amor

      50%

                                                 mente concreta, aprender, relacionar

 

                                           nascer, o início, começar

 

 

 

No negativo:

 

  = fanfarrão;         = stressado;       = pessimista;       = destruidor

 

 

 

 

 

Função

 

 

 

    =  cria  os  elos,  nada  é  por  acado,   nada   está   solto,    capacidade

            de compreender os fatos da vida.

 

 

   =  mudanças, reavaliação das suas fichas, vai liberando voce de acordo

           com  a  sua aprendizagem,  libertando  para que voce seja voce, uma            

           força que libera e renova.

 

 

    =  fala de cada ano, vai fazer isto, precisa disto, marca o tempo.

 

  

   =  trabalha 1 ano = eu  te  ajudo,  benéfico,    uma visão  maior  para

           entender.

 

 

   =  dispara a ação.

 

 

   =   madrinha, descobrir o prazer em tudo, a beleza, harmonia.      

 

 

   =    A  função de pensar, refletir e comunicar. A capacidade de

           propriocepção, isto é, perceber o Eu do não – eu.

 

 

 =   1ªs relações

 

 

 =   é o início

 

 

 

 

 

 

AS CASAS ZODIACAIS

 

 

No primeiro nível da Astrologia, estão as casas astrológicas, que são linhas imaginárias que partem da terra, dividindo o céu em doze fatias. Cada uma destas partes representa um aspecto prático da vida. Confira o significado de cada uma delas.

 

AS - Ascendente - Impulso de Orientação, a "Aurora"

CASA I - Ser - Temperamento e Comportamento
CASA II - Ter e Fazer - Dinheiro e Segurança
CASA III - Aprender - Primeiros Estudos e Cotidiano

 

 

IC - Fundo do Céu - Impulso de Fundamentação "Nadir"

CASA IV - Sentir e Sonhar - Família e Lar
CASA V - Prazer - Criação e Filhos
CASA VI - Trabalhar - Direitos/Deveres e Saúde

 

 

DS - Descendente - Impulso de Complementação "Crepúsculo"

CASA VII - Associar - Casamento e Sociedades
CASA VIII - Transformar - Perdas e Heranças
CASA IX - Refinar - Filosofia e Religião

 

MC - Meio do Céu - Impulso de realização "Zênite"

CASA X - Aperfeiçoar - Profissão e Aprimoramento
CASA XI - Libertar (se) - Amigos e Potencialidades
CASA XII - Doar - Sacrifício e Caridade

 

 

As doze casas do mapa do céu são divididas em quatro setores. O primeiro é representado pela As (Ascendente),o segundo pelo IC (Imun Coeli ou Fundo do Céu), o terceiro pelo DS (Descendente) e o quarto pelo MC (Meio do Céu). O signo descendente é aquele que estava na mesma posição onde ocorre o pôr-do-sol, descendo na linha do horizonte, na hora do nascimento de uma pessoa.

 

Ele apresenta situações naturalmente opostas em relação ao signo do Ascendente, que nascia na linha contrária. Enquanto o ascendente representa a autoconsciência, o descendente é a Complementação, o ocaso da alma, é a consciência do outro.


CASA I - (Regente natural Áries)

 

SER – Temperamento e Comportamento

 

O mundo do "eu", nosso corpo, nossa aparência, o caráter, o ser perante si e para si mesmo. Aqui estão os indicadores da 'personalidade'. É na Casa I que são marcadas as diferenças entre os indivíduos, tanto fisicamente como o caráter. A consciência de ego, mora nessa Casa. E a Casa do inicio, do começo de qualquer coisa.


A primeira casa astrológica traz o sentimento básico do "eu existo" e o desejo de entrar na vida com o impulso de conquistar, com auto-afirmação e iniciativa. É aqui que podemos ler os símbolos relacionados à natureza da alma de uma pessoa, representados pelos planetas e pelo signo que estão nesta casa.

Tratando da sua identidade, a casa 1 está ligada ao "eu sou " e ao sentimento interno da existência. Ela representa a aventura que travamos em busca de nós mesmos e da nossa própria vida, no momento em que passamos a nos entender enquanto seres independentes.

Se a sua relação com você mesmo e a sua auto-estima não estiverem bem, por exemplo, o problema pode ser identificado em seu mapa astrológico dentro deste setor prático, através da posição de algum planeta ou de um aspecto vindo de outros setores da carta celeste. O trabalho da Astrologia é orientar em relação às formas de você aumentar os potenciais do seu temperamento, que estão simbolizados nesta casa, e superar as dificuldades. Como cada pessoa e única, a resposta para estas questões não pode ser generalizada.

Para você saber quais os planos emocionais envolvidos em seu temperamento, olhe em seu mapa astrológico, veja quais planetas estão dentro da Casa 1 e leia sobre o que eles simbolizam.

 

 

CASA II - (Regente natural Touro)

 

TER E FAZER – DINHEIRO E SEGURANÇA

 

O mundo do ter, posses, valores (morais e materiais), bens terrenos, finanças, moda, fortuna. A Casa II é considerada também a "boca do zodíaco". Sendo a Casa do "possuir", é nela que identificamos a relação entre o indivíduo e a matéria. A segurança também esta' relacionada 'a II. Se a Casa I é a casa do "eu", a II é a casa do "meu". É aí também que se realizam as "trocas", pois segundo a Casa II, tudo tem seu valor. É a Casa do esforço em progredir na vida.

 

A casa II não se resume apenas a ganhos no sentido concreto e tangível, há muito mais a ser analisado. Nessa segunda etapa prática da vida, vamos construir nosso ganho, nossa segurança emocional. O Planeta que estiver ali, sinalizará a maneira com a qual vamos concretizar essa segurança.

Touro, o signo natural relacionado à Casa II, vai nos falar de como concretizar e objetivar a emoção, para assim, construirmos um patrimônio emocional, fazermos uma reserva, um estoque para os momentos de tempestades. Estamos falando da questão do apoio, da muleta, do abrigo em meio aos intempéries da vida.

O mundo é inseguro, um foco de tempestades. Encarnados neste planeta, sentimos sede, fome, sono. No físico, emocional, sentimos desgostos, tristeza e dor. Temos que nos abrigar! No caso do sono, um teto; no caso da sede, uma fonte de água.

Ao longo da vida vamos vendo o que pode ser feito, como podemos construir esse abrigo emocional, além do nosso abrigo físico, pois essa Casa é a da feitura emocional, nossa segurança em nível material. Precisamos nos abrigar para poder responder a tudo isso, mesmo que não se trate de uma riqueza, de uma opulência, mas de um mínimo onde ela teria que acontecer.

Às vezes, fazemos esforço emocional para ou por alguém. Pode ser que você tenha reservas suficientes e isso seja bom, mas se você sente uma fadiga emocional, então está gastando o que não tem. Não se deve fazer essa extravagância, pois mais tarde vai sentir falta. É hora de perceber o porquê de bancarmos "o bonzinho", o que estamos querendo ganhar com isso, que forma de "segurança" estamos construindo para nós mesmos, com esse tipo de comportamento.

A Segunda Casa representa aquilo que constitui a nossa segurança. Assim como existe uma poupança no físico, existe também o patrimônio emocional. O Planeta que estiver presente na Casa II vai nos dizer como construir esse abrigo. Seguem alguns exemplos:

Vênus - ela vai nos falar de uma feitura ligada à arte, com sensibilidade e emoção. Buscar, ver e descobrir o agradável numa relação, responder ao outro de forma agradável. Essa reciprocidade vai representar uma poupança emocional. As pessoas que têm Vênus nessa posição rodeiam-se com tudo que acham de bom gosto, elas têm bons olhos para a beleza física e material.

 


Marte - colocado nessa posição, pede agressividade e atos audaciosos visando conseguir dinheiro. Esse posicionamento pode ser contraproducente se suas maneiras são rápidas demais, querendo aproveitar de forma desejosa e ansiosa, o mundo material e o reino dos sentidos.

Palas - caso seja este planeta que estiver na Casa II, significa que para adquirir esta segurança, se estabelece uma luta. Tudo é tramado, tudo leva tempo, há uma guerra justa para que seja aumentado o seu patrimônio emocional.

Júpiter - geralmente há sucesso no campo material. A segurança para alguns pode estar ligada mais ao aspecto financeiro, enquanto que para outros pode significar possuir maiores conhecimentos ou crenças religiosas.

 

 

 

CASA III - (Regente natural Gêmeos)

 

APRENDER – PRIMEIROS ESTUDOS E COTIDIANO

 

O mundo das relações circundantes, da comunicação e locomoção. É a Casa dos irmãos, primos, parentes próximos, vizinhos, primeiros estudos, pequenas viagens, a leitura, avisos: cartas, telefonemas, etc... É a Casa do intelecto e da auto-expressão. Como me comunico com o mundo exterior. O que esta' a nossa volta, é o domínio da Casa III. O ser humano e o meio ambiente. É o lado mais mental e automático das 12 casas. É pela Casa III que entramos em contato com o lado social da vida, expressando aquilo que observamos.

 

É difícil saber a hora de falar e de calar, a forma de dizer e também, dominar a arte de ouvir os outros e compreendê-los. Na Astrologia, Mercúrio simboliza a nossa capacidade de comunicação, as dificuldades e facilidades que temos de entrar em contato e aprender com as pessoas que passam por nossa vida. Será que você tem consciência de como anda administrando este setor da sua psique?

MERCÚRIO:
Elemento : Ar ;
Polaridade : Masculina, positiva;
Eixo: Gêmeos/Sagitário;

Ritmo: Mutável. Casa III - Gêmeos ;
A trilogia de ar: Gêmeos, Libra e Aquário;

A energia do Ar é muito importante, corresponde à energia mental, do pensamento. As questões relativas ao ar se incluem na esfera da comunicação, dos relacionamentos, conhecimento, das idéias, da capacidade verbal, harmonia e da reconciliação entre os opostos. No mito, ele é Hermes e Mercúrio. É Hermafrodita, une os dois sexos em uma só energia, isto é, reúne partes que aparentemente estão separadas, mas que se complementam e se juntas, formam um Todo indivisível.


O primeiro contato com o elemento Ar nos leva a verificar a natureza de nossa comunicação, a aprendermos a nos integrar com as pessoas. Este será um tempo para nos dedicarmos a aprender mais sobre nós mesmos e aos contatos emocionais, que são os temas do Planeta Mercúrio.

Mercúrio é aquela energia que sentimos como a curiosidade, o interesse pelo aprendizado, o comércio, a oratória, enfim, toda essa energia que nos move para o "encontro" com o outro ou com os outros. Quanto mais cedo, melhor para aprendermos a observar o nosso movimento, o vai e vem que é peculiar àqueles que têm um Mercúrio em posição forte no Mapa e ficarmos atentos ao perigo de colisão que esta rapidez provoca, gerado por uma falta de sinalização. Essa energia de Mercúrio pode ser tão forte para alguns, fazendo até mesmo mudar de assunto durante uma conversa que o outro nem percebe e não entende mais nada. Ou, bons falantes, conversando horas sobre um assunto que acabaram de ouvir e nem sequer sabem do que se trata.

Um Mercúrio forte no Mapa nem sempre significa uma mente lógica, analítica, pensamentos organizados. Muitas vezes, quando por exemplo um Mercúrio na Casa I em trígono com Urano na Casa V, pode dar uma procissão de idéias, bastante criatividade, pensamento ágil, raciocínio veloz, mas também, bastante errática.

É importante verificar se nós estamos circulando ou atropelando, traumatizando. Vamos verificar com quem estamos falando, se estamos dando atenção ao que os outros falam. O que será que estamos derrubando nos outros? Será que não colocamos carga emocional demais? É através da observação que podemos tentar melhorar o contato.

Como é que eu faço o contato emocional? Que tipo de relação é gerada quando eu faço contato emocional com o outro, como eu estou equilibrando essa relação de ensinar e aprender, do ouvir e do falar, do viver. Essa relação tem que ser equilibrada, se fizer uma coisa a mais que a outra, desequilibra. Por isso, Gêmeos (regido por Mercúrio) é representado por duas colunas abraçadas e o mito conta a história de dois irmãos inseparáveis, Castor (mortal) e Pólux (imortal)*. Devemos estar atentos às duas situações comuns na energia mercurial: se é com muita força, com carinho, com criatividade ou com austeridade.

Entretanto, em termos de energia, mesmo sem saber especificamente qual a posição de Mercúrio em seu Mapa, você pode observar qual é a forma de circular e se comunicar, a maneira como você expressa esse planeta, como ele atua em você. É só observar que logo saberá. O objetivo do elemento ar e especificamente de Mercúrio é o da comunicação, do contato emocional. O que temos que observar é a forma como cada um entra em contato com as pessoas em nível de emoção. Com que carga emocional eu me aproximo das pessoas, de que forma eu me comunico melhor, que fator emocional interfere em minha qualidade de relacionamento? E como a Casa III (natural do signo de Gêmeos e do planeta Mercúrio) tem a ver com aprendizado, teremos que aprender e melhorar com essa circulação, porque não estamos sós em nível emocional.

 

 

 

 

CASA IV - (Regente natural Câncer)

 

SENTIR E SONHAR – FAMÍLIA E LAR

 

O mundo das origens. A família, a mãe, a casa onde nasceu, a função do lar, as origens da família. A casa paterna. A Casa IV é também a casa dos antepassados. Os condicionamentos também são assuntos da IV. A pátria, as raízes. É também o lugar onde ha' a segurança. Muitos dos traumas vividos na infância, são encontrados na Casa IV, principalmente as relações com pai/mãe. A primeira base da estrutura emocional de um indivíduo, esta' relacionada com a Casa IV. Esta casa também faz o elo com as ligações do passado.

 

A família é algo fundamental para o alicerce da sua vida emocional, mesmo que você já tenha saído da infância ou da adolescência. Saiba do que você precisa para lidar melhor com as suas raízes e construir o seu Lar de forma harmoniosa, através do significado da quarta casa astrológica.

O que deixa você em baixo astral? Você já parou para observar os seus altos e baixos? O que faz você mudar de humor? Qual a sua reserva emocional? O que lhe desencanta? Você é muito "desencantado" e está sempre confundindo as coisas? Já se perguntou o que realmente lhe encanta nessa vida? Essas observações fazem com que a gente se conheça melhor, fundamentando nossos sentimentos.

O setor do seu mapa do Céu que pode responder a estas perguntas é a Casa IV. Mesmo que você não tenha Mapa, não é difícil perceber, em seu cotidiano o que lhe faz perder a terra em nível emocional, o que lhe deixa em baixo astral, naquele mal estar que "fingimos" não saber o que é para não termos que encarar. E, principalmente, quando o assunto é família.

A Casa IV tem várias aplicações, além do psicológico, é a parte incontrolável dentro de nós mesmos. Normalmente as energias, mesmo conhecidas, são descontroladas, porque estão na Casa da meia noite e não recebem luz. Para entrar nesse reino, só através do sentir e do sonhar.

Observe como cuida de você mesmo: sente-se enraizado? Como se sente em relação à família? Raivoso, irado, magoado, carente? E o que você tem feito em relação a isso? Ou anda tão ocupado e preocupado com a carreira e os compromissos e passa a maior parte do tempo longe do lar? Às vezes estamos tão identificados com nossas atividades, com aquilo que vemos, que esquecemos de ver a nós mesmos, à nossa família.

A Casa IV representa aquele local que nós vamos quando estamos sozinhos, dentro de nós mesmos. Uma questão importante na casa IV é o ambiente em que vivemos. Que tipo de atmosfera criamos em nosso lar, o que atraimos para nós nesse ambiente, onde nos identificamos com ele. Essa ambientação só acontecerá realmente quando o "astral" estiver muito bom dentro da sua casa e ela for realmente um Lar, aqui significando família. A família é que torna possível essa ambientação, dentro desse plano se desenvolvem coisas que são necessárias, certas imagens fundamentais, por isso a família é muito importante no desenvolvimento de uma pessoa. Mesmo a pessoa estando independente, morando em outra cidade, haverá sempre alguma coisa para ser visto junto da família.

 

 

CASA V - (Regente natural Leão)

 

PRAZER – CRIAÇÃO E FILHOS

 

O mundo criativo e recreativo. Divertimentos, jogos, festas, hobbies, vida afetiva: esta é a casa do namoro e dos relacionamentos sem vinculo. É também a casa dos "amantes". Tradicionalmente é também a Casa dos filhos. É a Casa da expressão e da criatividade. Dizem alguns que é a Casa "mais gostosa" dentro de um tema natal. É na V que encontramos a identidade e a afirmação do "eu" perante os outros. Essa afirmação é feita através das relações descompromissadas com os outros (namoro, por exemplo) onde as auto-afirmações são feitas através do amor, alegria e prazer.

 

Todos precisam da alegria para viver bem. Você tem concentrado as suas energias para fazer com que seus dias sejam mais felizes? A sua capacidade de brincar, divertir-se, estar alegre e criar é analisada na Astrologia através da sua Casa V. É nela também que você pode conhecer o que te dá prazer e como são as suas criações.

A Quinta Casa Astrológica, relacionada ao signo de Leão e ao elemento Fogo, é o setor prático da sua vida. Nela você pode descobrir como tem curtido os seus dias, como "gosta emocionalmente" e reage quando encontra algo com que tem afinidade. Determinadas coisas na sua vida são capazes de produzir com você uma relação na qual existe um mútuo reconhecimento, onde as duas naturezas se absorvem, se enchem, se plenificam.

Todas as questões do seu prazer e da alegria podem ser vistas na Casa V. A alegria é algo de grande importância em qualquer parte da vida a nível emocional, já que quando você realiza algo com ela, o resultado é muito superior ao alcançado se a situação fosse inversa. A técnica empregada para realizar aquela atividade é diferente, há diferença no objetivo e termina havendo uma diferença de conseqüência. Você pode fazer muito para se dar um pouquinho mais de alegria. Basta um pouquinho a mais de prazer para que novos caminhos sejam abertos, tornem-se mais livres, desimpedidos. Com alegria, as coisas se esquentam e despertam.

Quando entramos frios nas situações, as coisas também estão de alguma maneira um pouco congeladas. A alegria é a capacidade de tirá-las do gelo e fazer com que adquiram uma velocidade toda especial. São nestes momentos que temos a impressão de que aquilo tudo está sorrindo. Você sabe a partir de quê, as coisas estão sorrindo para você e estão lhe alegrando?

Antes de chegar a essa verdadeira alegria, você precisa pensar também como é que anda centralizando as coisas emocionalmente, como você é capaz de brilhar. Se você centraliza a sua força, por exemplo, que é a energia representada por Marte, aquilo vai oferecer um prazer lhe tornando um herói. Aqui estamos discutindo a questão fundamental do sorriso, da alegria e do prazer e isso não é uma coisa achada, é algo que temos que nos carregar para poder atingir. Temos que considerar que existe uma cota de alegria que acontece ao acaso, tudo bem, que seja bem vinda. Mas existe a cota que é do nosso caso, o que "eu" posso fazer. É a história da centralização, eu tenho que centralizar algo, pois com essa cota, eu vou ter chance de obter aquela alegria.

Quando algo está no centro, a possibilidade de cair e se perder é bem menor do que aquela que está na beiradinha. Então, como você está centralizando suas energias em prol de uma vida mais alegre e mais saudável? Você está sabendo colocar no centro essas energias? Você está se concentrando em determinadas coisas que são importantes para o seu sorriso? Nas coisas que você gosta, com as pessoas que gosta, com as situações que podem lhe dar prazer? Como você centraliza isso, será que deixa de investir o necessário, ou entra em excesso? Temos que ter uma medida para que essa energia seja impulsionada e permita que as coisas aconteçam com prazer. Todos os signos de Fogo impulsionam: Aries, o primeiro, impulsiona pela própria natureza; o segundo de Fogo, Leão, impulsiona pelo prazer e Sagitário, o terceiro de Fogo, pela sabedoria. Os signos de Fogo são energias que arrastam e entusiasmam.

Exemplos: Quem tem Urano na Casa V, deve jogar o jogo emocional do prazer - o jogo de fazer o que gosta - brincar com a vida (no bom sentido), de forma infinita, significativa, porém, diferente. Esta pessoa brinca de inventar, sempre inventando alguma coisa, porque Urano é o inventor, é o criador. Para que a pessoa entre e participe desta festa, tem que ter um sentido, tem que ter um significado e naquele significado, ela tem que se sentir livre para poder criar.

 

 

 

 

CASA VI - (Regente natural Virgem)

 

 

TRABALHAR – DIREITOS/DEVERES E SAÚDE

 

 

O mundo servil. O trabalho de dia-a-dia. Colegas de trabalho. Casa da saúde e das doenças. Mas também é a Casa da higiene e da cura, e tem relação com médicos e medicamentos, alem das terapias. A VI é a casa dos pequenos animais ou animais domésticos. É também a Casa do noivado  (relacionamento c/ vinculo). Altruísmo, prestação de serviço. A Casa VI é o local para o aperfeiçoamento pessoal através do trabalho e das conquistas do dia-a-dia. Esta é a 'ultima etapa das seis primeiras experiências pessoais.

 

Durante a sua vida, é preciso manter sempre a "casa" limpa, jogar fora todas as impurezas materiais e emocionais que andam obstruindo o seu caminho. A única forma de realizar esta tarefa é através do trabalho. O setor prático da Astrologia que analisa os seus potenciais e dificuldades nesta área é a Casa VI. Como realizar melhor esta faxina diária e livrar-se das impurezas que se acumulam durante a vida?

A sexta casa do zodíaco, regida por Mercúrio, é a limpeza e a saúde. Todas as sujeiras acumuladas em relação ao seu comportamento, seus ganhos, estudos, família e prazeres são "varridas" para a Casa VI, onde serão eliminadas. Como analogia, pode-se dizer que a casa VI é o "intestino" do mapa. Tudo na vida necessita de organização e reciclagem para que se consiga resultados práticos.

 

 

 

Enquanto na Casa IV descobrimos nossa discreta identidade, na V nos revelamos, na VI temos uma relação direta com trabalho e a saúde. É nela que descrevemos nossa atitude em situações que comandamos ou que somos comandados. É nesse setor que escolhemos um trabalho para ser feito de maneira sincera e metódica, que funciona como um meio de cura para o egocentrismo e o egoísmo presente em nós.

A escolha do método a ser empregado é de extrema importância, para que os objetivos sejam alcançados de uma maneira mais consistente, rápida e integral. A ordenação dos procedimentos é algo predisposto na natureza.

Esta procura de uma metodologia para o trabalho também deve existir em relação ao emocional. Temos que aprender a botar para fora tudo o que não nos serve emocionalmente, da mesma forma que fazemos no sentido fisiológico. Saber se livrar deste dejetos é fundamental para uma melhor saúde.

No zodíaco, as casas práticas são a II, a VI e a X. Elas determinam a importância do uso de um método para a resolução de problemas imediatos. A Casa VI, especificamente, trata das coisas práticas que podemos fazer em relação às nossas emoções.

O início de qualquer limpeza mais profunda é uma grande faxina para desobstruir todas as saídas. Sabemos que se pintarmos todo o corpo com uma tinta, morreremos de intoxicação, porque os poros são bloqueados e não conseguem eliminar o suor que libera as toxinas do corpo. Como a Casa VI, é o grande lixeiro do zodíaco, em que todo o lixo das casas anteriores é colocado, o trabalho de limpeza nela é dobrado. O planeta e o signo que estiverem ali colocados têm que ser trabalhados com maior atenção, já que é para lá que serão enviadas e processadas todas as formas de lixo das outras casas. O trabalho de limpeza feito na casa VI trata do nível das relações materiais, enquanto a casa XII se ocupa do nível espiritual.

Um exemplo desse tipo de organização no dia-a-dia é a questão da realização financeira. É através do dinheiro que se ganha no trabalho que você pode se estruturar para fazer outras coisas... Estando pronto para estas tarefas, você tem condições de se enraizar. Neste setor prático da sua vida, é preciso realizar o trabalho de forma ritmada, com patrão, horário e disciplina.

A Casa VI é de grande importância no mapa, porque é através do trabalho que conseguimos estrutura para produzir saúde, enraizamento e centramento, entre várias outras coisas. Ela nos leva a lembrar que existem deveres a serem cumpridos antes de direitos usufruídos. O importante é que trabalho seja bem feito.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

RESUMO:

 

·      Na I eu me conheço.

·      Na II eu aprendo a lidar com o material.

·      Na III eu me comunico.

·      Na IV eu vivo a família.

·      Na V eu tenho filhos e experimento o lazer.

·      Na VI eu aprendo o trabalho.

 

Até aqui foram aprendizados pessoais. Agora, daqui por diante (Casas: VII, VIII, IX, X, XI e XII) eu vou aprender a me relacionar com os outros. Vou interagir com a sociedade.

 

 

CASA VII - (regente natural Libra)

ASSOCIAR – CASAMENTO E SOCIEDADES

 

O mundo do complementar ou do oposto. A Casa do "outro". União, associação, colaboração, a sociedade [o sócio(a)], o cônjuge: é a Casa do casamento. A partir da Casa VII, começamos a vivenciar a sociedade e interagir com ela. É nesta Casa também que acontecem os assuntos legais. A VII é também a Casa dos inimigos declarados. Aqui se da' também as relações publicas e a diplomacia. Como na VII entramos em contato com o "outro", entramos em contato também com suas neuroses.

 

O descendente ou terceiro quadrante, ponto cardeal, é iniciado pela Casa VII. Aqui, inicia-se a aprendizagem da complementação, a sabedoria de que não estamos sós, que o outro pode ser o nosso espelho e que muito sobre nós mesmos poderá ser compreendido através dos contatos, dos relacionamentos, das sociedades, dos casamentos. Casamento entende-se qualquer relacionamento baseado em compromissos mútuos, contraído legalmente ou não. Embora seja mais conhecida como a casa do casamento, é também curiosamente indicada como a "Casa dos inimigos declarados".

A Casa VII representa o encontro do homem com o Sagrado, na medida em que ele se desvencilha da prisão de "sua vontade" e passa a perceber que existe algo divino nos encontros dessa existência, e de que nada acontece por acaso, mas sim, por ocaso. Os encontros que acontecem são "colocados" em nossas vidas como se fossem provações, exercícios para unir a nossa alma, que é bastante fragmentada, através de uma outra história de natureza mais transcendental, definitiva em nossas vidas. Se isso não for visto numa relação, perderemos não só a relação, mas a possibilidade de crescer nela e com ela.

Assim como o Sol, em sua natureza, tem que se pôr para que a noite nasça, as pessoas também necessitam se retirar por um momento para dar espaço ao outro. E na hora que esse Sol se põe, nós, que surgimos com ele na Casa I, no momento do nascimento, teremos que se pôr com ele, também. O caso é que nós não estamos acostumados com as trevas, a sair de cena e deixar que o outro ou uma outra coisa brilhe em nosso lugar e ocupe o centro.

Aqui é bom ficar claro a importância de se pôr. Se pôr significa deixar de fazer determinada coisa que queremos e fazer aquilo que o outro prefere. Claro que o casamento perfeito é aquele em que o outro faz o mesmo. Todos nós temos uma Casa VII, logo, todos têm o seu momento de se pôr, e quando isso não acontece, vêm as frustrações e as insatisfações, seja no nível emocional, afetivo, profissional ou de amizades.

Se retirar do centro significa anular sua vontade para atender o que for necessário em benefício do outro. É esquecer nossos próprios desejos e vontades e priorizar o assunto alheio, entrar em ocaso, deixar que algo ou alguém brilhe em nosso lugar enquanto ficamos nos bastidores. Assim, extrairemos de cada relação o que ela pode nos dar, com espontaneidade e naturalidade, de acordo com o equilíbrio da Vida. Afinal, relacionamento significa equilíbrio. Na "Casa do Outro" devemos esvaziar nosso egocentrismo e de uma forma prática e harmoniosa, deixar que os outros brilhem. Dar o que temos para dar, em vez de cobrar aos que não tem o que nos oferecer e receber dos que tem com satisfação.

A casa VII representa Eros, deus da emoção, oposto à Psique, representante da razão, da Casa I. Segundo a mitologia, Eros chega na calada da noite e foge antes do Sol raiar para que Psique não o veja. Só existe uma maneira de perceber Eros: colocar para fora o excesso de individualidade, de sol presente que a gente tem na vida. Só esvaziando nosso ego é que abriremos um espaço para conhecer a energia do amor, de Eros. Para isso, não é necessário criar novas relações e sim trabalhar as que já existem.

Com isso, aprenderemos a "prender" o Eros em nosso cotidiano, seja dia ou noite. Colocando o outro e as relações importantes que fazem parte da nossa vida no centro. Com justiça e equilíbrio estamos aptos a ir recebendo de cada coisa ou pessoa o que cada um tem para dar. Concentrando nossas energias, tempo, espaço e dinheiro no outro, podemos descobrir que as coisas são muito mais bonitas do que percebíamos anteriormente. Experimente.

 

 

CASA VIII - (regente natural Escorpião)

 

TRANSFORMAR – PERDAS E HERANÇAS

 

O mundo das transformações e sexualidade. O sexo, a morte, as operações, as destruições, as metamorfoses, a transcendência, as investigações. Dinheiro relacionado 'a terceiros: é a Casa das heranças. As crenças: religiosas, filosóficas, científicas. O oculto, o escondido, o mistério também são assuntos da Casa VIII. Se a Casa II é a "Boca do Zodíaco", a VIII é a "Saída do Zodíaco". Na II era "o meu dinheiro". Na VIII é "o dinheiro dos outros". É a Casa dos novos ciclos. Na VIII tudo é profundo e denso, nada ficando na superfície.

 

A vida de todos nós é imprevisível. Sem sabermos como, nem porquê, algo que nunca pensávamos perder, sai das nossas mãos. A vida começa a mudar, coisas inesperadas acontecem e pequenas ou grandes perdas vão se tornando freqüentes. Vamos perdendo as coisas que havíamos conquistado e as pessoas que nos cercam. As coisas parecem não mais dar certo e ficamos com uma sensação de que estamos sendo enterrados vivos. Será?


A Casa VIII representa exatamente todos os tipos de perdas emocionais que acontecem conosco. Perdemos a carga de emoções que acumulamos durante toda a vida e da qual precisamos numa certa altura para que nós possamos nos desprender dela e atingir outros objetivos. É a hora de encarar situações que não fomos educados para entender nem para aceitar. Somos educados para ganhar, ganhar e ganhar.

Em geral, nossa reação imediata diante da perda é de luta, de novas tentativas, de busca por saídas rápidas. A oportunidade deveria ser de "dar um tempo", parar e ver qual setor da nossa vida que está precisando ser melhor compreendido e muitas vezes, no final de uma crise, resta algo novo, nascido daqueles momentos difíceis, até mesmo um potencial escondido e só agora descoberto.

A oitava Casa do Zodíaco também simboliza o local de limpeza e despejo desses excessos emocionais. Ela provoca situações embaraçosas para que algo em nós mesmos seja descoberto, algo que não havíamos percebido, por nossa escassez de percepção, de atenção. Quantas mortes, mistérios, segredos e raptos acontecem em nosso dia-a-dia? Será que estamos atentos a eles? Que segredos e mistérios existem nas perdas? Quantas vezes repetimos gestos, medos e raivas sem sabermos porque?

Estamos falando da perda dos excessos, daquela bagagem que vamos colocando em nosso barco, sem a utilizarmos nem conseguir nos desvencilhar. Então vem a vida e faz a "limpeza", no sentido até de evitar o peso excessivo para que possamos continuar nossa viagem e não afundarmos o barco.

As vezes, perdemos porque não damos tempo para que as coisas amadureçam suficientemente e possam chegar a uma realização. Na tentativa, em vão, de não perder, muitas vezes matamos a possibilidade de ver a frutificação e plenificação emocional das coisas.

Plutão, o planeta regente da Casa VIII, simboliza o aprofundamento, a regeneração, a transformação. As gerações degeneram e Plutão regenera, no sentido de aproveitar coisas ou fases ruins e inferiores. O Lotus que é uma das mais belas flores do mundo, nasce do lodo; a lagarta, um bicho pequeno, que queima, entra no casulo para virar uma borboleta. É esse o grande mistério produzido na Casa VIII, o da alquimia, da transformação da pedra em ouro, da mudança de energias ditas negativas em positivas, assim como a terra transforma excrementos em adubos. No momento em que eu estou vivo e o mundo está vivo, tenho algo de bom para retirar do mundo e uma coisa boa para dar para o mundo, e isso acontece em todas as épocas e lugares diferentes, com unanimidade, entre todos.

Todos nós temos um lado "de fora" que precisa brilhar, mas é necessário olharmos para dentro e procurarmos uma sombra que não se deve temer. Ver as coisas pelo outro lado é algo que não deve ser ignorado. Podemos sentir medo e em vez de tentarmos ir fundo e investigar, nos retiramos. Em vez de ver o invisível nos outros, preferimos vestir o capacete (adereço de Plutão) e ficarmos nós mesmos invisíveis.

 

Devemos ter cuidado com o medo, que nos impede de criarmos casa, de amadurecer. E nós nunca estaremos curados se o outro não estiver também, seja este quem for. Isso significa que quando enxergamos uma situação emocional arruinada, destrutiva nos outros, não podemos fingir que não vimos, nem nos recolhermos porque sentimos medo. Por outro lado, também não podemos partir para a agressão, para afastar o que tememos.

Morremos todos os dias, a todo instante. Morremos todas às vezes que fazemos uma opção, quando mudamos de emprego, cada vez é deixado para trás aquilo que havíamos nos esforçado para conseguir. Todas as vezes que assumimos uma nova postura, uma nova opinião, estamos renascendo. É preciso matar o velho para que o novo surja. Devemos sempre olhar para a nossa bagagem interior, o que carregamos na vida e que na verdade não nos serve mais.

Por isso toda atenção nos momentos de crise e de perdas. Eles podem ser a grande possibilidade da vida. Se não, por sermos tão apegados emocionalmente, por não nos darmos conta de nossa emoção, por não promovermos uma limpeza emocional, perdemos mais do que deveríamos e impedimos nosso próprio crescimento. As vezes, matamos dentro da gente uma capacidade "estranha", uma emoção, um pressentimento, simplesmente porque não aceitamos penetrar na sombra nem de nós mesmos muito menos na dos outros.

 

 

CASA IX - (regente natural Sagitário)

 

REFINAR – FILOSOFIA E RELIGIÃO

 

 

O mundo do longínquo, o lado espiritual e justo do ser. Os estudos superiores (faculdades, Pós-Graduação, doutorado, etc.) estão relacionados com a Casa IX. Todas as aquisições do espírito e da alma têm seu lugar na IX. As grandes viagens (tanto físicas como psíquicas), o estrangeiro, o exterior. É também a Casa das leis, da ordem e da justiça. Na IX encontramos as filosofias de vida e os 'mestres'. A Casa do conhecimento e da sabedoria. A IX tem relação com os cunhados. É também a Casa dos Sonhos,  visões, previsões e profecias.

 

Qual é a filosofia emocional da sua vida? Depois de passar pelas perdas, choques e "mortes" em seu cotidiano, é preciso ser como a Fênix que, de maneira elevada, renasce das próprias cinzas. Este é o sentido da nona casa astrológica, o setor prático da sua vida que simboliza a maneira como você conduz e refina suas emoções, além de indicar quais são os critérios e valores capazes de elevar os seus sentimentos.

Para alcançar esta sutiliza emocional, livrando-se das coisas grosseiras, todos precisam de princípios que possam religar o cotidiano a algo maior. Existem outras formas e critérios de pensar o mundo, diferentes daquelas que você está habituado. Ir buscar estes novos princípios é realizar a longa viagem proposta pela casa IX, colocando sua visão e sentimento no ponto mais alto possível.

 


A sua filosofia emocional é o conjunto de critérios que você utiliza para sentir a vida cada vez melhor. Qual é o princípio e de que forma você tem conduzido a sua emoção para isto? Realizando a longa viagem que o seu cotidiano precisa, você será capaz de renascer e sublimar as suas atividades.

A Casa IX traz sempre esta elevação e um refinamento sentimental. O planeta que estiver presente nesta casa em um Mapa do Céu vai funcionar como uma peneira, que não deixa passar as emoções grosseiras e baixas.

Além de estar ligada às grandes viagens, a Casa IX também fala dos estudos elevados, diferentes dos realizados na casa III, da qual é oposta. Na III, o astrólogo poderá identificar a aprendizagem e a comunicação de uma pessoa; já na IX, ele verá como esta pessoa interpreta estas informações, estabelece uma linha e as dirige para o infinito, para o transcendente. Na III acontece o estudo, a primeira lição e aprendizado da vida; na IX, surge a sabedoria.

A religião também é vista neste setor do seu Mapa do Céu. É através dela que adquirimos a capacidade de sair do mundo e ir em direção ao absoluto, adquirindo clareza suficiente para guiar-se com persistência, paciência e lucidez. A religião não é uma questão individual, é universal, já que tem uma só finalidade: levar o homem a alcançar o que há de maior em sua vida, apurar a filosofia que utiliza durante o seu percurso e renascer através da sabedoria.

 

 

 

CASA X - (regente natural Capricórnio)

 

APERFEIÇOAR – PROFISSÃO E APRIMORAMENTO

 

 

A décima casa astrológica, natural do signo de Capricórnio é regida por Saturno, simboliza a sua Profissão, aquele trabalho no qual você busca aperfeiçoar-se ao máximo e, com ele, atinge a sua realização. Ninguém pode atingir a Perfeição durante a vida, mas através desta casa, você provavelmente terá um vislumbre desta Perfeição.
A Casa X, que começa com a linha do Meio do Céu, é o ponto mais alto do zodíaco. Para saber onde ela fica, é só imaginar uma linha reta puxada verticalmente de nossa cabeça no instante do nosso nascimento para o ponto mais elevado do céu (no mesmo onde está o Sol quando é meio-dia). Só conseguimos enxergá-la se fizermos um esforço, "esticando" o pescoço, já que está acima da nossas cabeças.

A Casa X inicia o último quadrante do Mapa, ou seja, o último "conjunto" de três casas que contém um símbolo correlato. Ela marca o Impulso de Realização do ser humano, a meta mais alta que cada um deve atingir.

Mas será fácil esta tarefa, a de buscar a perfeição e o máximo de nós mesmos em um mundo tão imperfeito? Diante da desarmonia que nos cerca, como nos inspirar e aspirar o melhor?

 

O esforço que você deve empregar para cumprir este setor prático da sua vida e, com isto, evitar a frustração, é inspirar-se numa meta e não se preocupar com os seus ganhos pessoais. É claro que você pode, com essa realização, ficar famoso, ser reconhecido socialmente, mas o aperfeiçoamento ao qual está ligado a Casa X, está totalmente desvinculada dos benefícios próprios. Ele é um Dom a ser utilizado em prol de uma comunidade. Você pode até ficar rico com ele, mas não pode "criar fama e deitar na cama". Com a sua verdadeira profissão, você assume um compromisso.

Para ser profissional, não basta apenas chegar na hora no trabalho e fazer tudo a seu tempo. É preciso, sim, buscar a perfeição, o aprimoramento constante, por mais experiência que já se tenha naquela função. Para ser profissional, você precisa alcançar o seu Zênite, aquilo que há de mais alto em você, para então brilhar e realizar-se.

Pense naquilo que você já realizou nesta vida. Que trabalho ou obra você apresentou à sociedade e pode apontar como algo que realmente trouxe a realização para você? Dê mais atenção a isso, mesmo que você não tenha uma profissão ainda definida. Faça seu trabalho com amor e vigilância, tentando ser melhor a cada dia.

Esta perseguição do Perfeito, a vigília do trabalho que está sendo realizado, o aprimoramento máximo dentro das imperfeições do mundo são o maior significado da Casa X. Mesmo sabendo que a perfeição é inatingível a nós, se estivermos buscando estar melhores a cada dia, é em direção a ela que estaremos caminhando.

O mundo social, a carreira, o status profissional, a posição social. Se a Casa VI representa o trabalho de dia-a-dia, a X representa o profissionalismo. É a Casa das conquistas sociais, a situação financeira, o que queremos ser, é a Casa do pai, patrões e governantes. É também a Casa das ambições. O objetivo maior de vida também "mora" nessa Casa.

 

 

CASA XI - (regente natural Aquário)

 

O LIBERTAR-SE – AMIGOS E POTENCIALIDADES

 

O mundo das afinidades, das amizades, das comunidades, dos grupos, dos amigos. Se a Casa VII representa "o outro", a XI representa "os outros". É pela Casa XI que encontramos os grupos sociais. Escolas, cursos, entidades, sindicatos, associações, e os planos para o futuro. É nessa Casa que  abrimos nossas idéias para o mundo. É pela XI que começamos a entender o real sentido da comunidade 'a nossa volta. É também por aí que nossa ideologia encontra reflexo.

 

Para sermos livres, precisamos antes conhecer nossos limites emocionais - os condicionamentos mais entranhados em nosso padrão de comportamento, aqueles que repetimos automaticamente - para depois livrarmo-nos deles. É na 11ª casa astrológica que encontramos estes possíveis condicionamentos e, também, uma dica de como vencê-los. Neste setor prático da nossa vida não podemos ser autômatos, devemos usar a mente para a realização de ideais e da criação.


Você está preso e subordinado a quê? A quem ou a o quê entrega a "sua cabeça" para que seja "feita"? Será que não está muito subordinado às necessidades da matéria, a tal ponto que é impedido de até mesmo olhar o céu? Quando mantemos a cabeça abaixada, acabamos por olhar somente o nosso próprio umbigo. Olhar o céu é libertar-se, é tomar conhecimento do infinito, eterno e do perfeito.


Quando falo matéria não me refiro à Terra, à mãe Gaia, pois é a Terra que nos dá o sustento, oferece a base para os nossos pés e serve como nosso ponto de apoio. Não podemos olhar o céu e voar em nossa imaginação sem termos as bases bem plantadas, os pés confortavelmente e amorosamente bem integrados à Terra. Estar subordinado significa estar pensando apenas em sucesso pessoal ou em uma liderança que atenda somente a nossa vaidade. Um ideal só é realizado quando totalmente liberto da necessidade de aplausos, de reconhecimento pessoal, de glórias e honras. Libertar-se das vaidades, do orgulho e do ego é criar asas para voar e possibilitar verdadeiras criações.


Cada um precisa libertar-se da bola de ferro que o prende e aumenta cada vez mais. Esta "bola de ferro" é o condicionamento que não nos deixa caminhar, quanto mais voar. Libertados desta corrente, devemos então analisar o que podemos fazer com nossa humanidade e potencialidade.


Todos temos nossas sementes ainda não plantadas. Para que esta sua potencialidade desabroche, você precisa pensar e fazer circular suas idéias. É preciso pegar a faca e cortar o queijo, e não manter um potencial para nunca ser realizado. Libertar-se dos condicionamentos não significa encontrar as potencialidades, mas significa que é por ali que emocionalmente você pode encontrar a sua libertação.


Para alcançarmos este vôo, nada melhor do que estar leve, sem apegos ou padrões de comportamento repetitivos. É imprescindível que você tome consciência da vida que está levando, o que anda fazendo com suas idéias, ideais e capacidade de realizar seus potenciais. O que você tem feito com o seu poder maior, doado a todos os homens, que é o Dom do Livre Arbítrio? Como tem feito suas escolhas? Ao menos tem utilizado esse potencial maior, que é a capacidade de decidir sua própria vida?


Para saber decidir bem, o primeiro passo é romper com os condicionamentos e deixar para trás os pesos que não lhe deixam voar. Temos as chaves para abrir nossos compotas e deixar a alma sair, temos o livre arbítrio, temos o pensamento. Se pararmos para pensar, o mínimo que seja, já estaremos nos libertando de várias bolas de ferro. O pensamento é uma grande chave para a verdadeira liberdade. Pense um pouco mais antes de agir.

 

 

 

 

CASA XII - (regente natural Peixes)

 

DOAR – SACRIFÍCIO E CARIDADE

 

 

O mundo da provação, o exílio, o Karma. A transcendência espiritualizada. É a Casa do recolhimento tanto físico como psíquico. Também é a Casa onde os "dons" são expostos: sensibilidade, criatividade, inspiração, fantasia. É também a Casa dos 'inimigos ocultos'. Outras características da XII: poder  de meditação, o misticismo, a intuição, o inconsciente, a mente cósmica, a mediunidade. As energias planetárias demoram a fluir quando residentes na Casa XII. É também a Casa da "caridade", do promover o bem estar do outro.

 

O último setor prático de um Mapa do Céu analisado pela Astrologia, a casa XII, é o ponto que mostra a sua missão em ser co-participante do grande espetáculo do Universo, que é a Vida, buscando a Unidade de todas as coisas.

É muito natural que, dentro de algumas destas situações, você acabe sentindo-se ferido, tendo sido desviado dos seus planos e projetos. O importante nestes momentos é não perder tempo com reclamações e lamentos, mas entender como você pode tornar-se um canal para que o Sagrado aja através de você. Quando não há esta percepção, o que seria sacro-ofício torna-se sacrifício, um dos mais freqüentes artifícios que as pessoas utilizam para não ficarem nulas diante do Maior e fazerem parte do grande espetáculo da Vida.

Quando bloqueamos a nós mesmos e deixamos de ser um canal para que o Sagrado aja através de nossos atos, evitando assim os sacrifícios, esta omissão acaba por gerar algo muito pior, que é o sentimento de tristeza, vazio e a depressão. Todo o sofrimento desnecessário nasce quando as pessoas tomam atitudes que as separam da Unidade.

A verdade é que ninguém nasceu, à luz da Tradição, para o sofrimento. Mesmo assim, todos os seres humanos sofrem e muito. Esta contradição acontece porque as pessoas deixam de contemplar o mais belo e sublime de todos os espetáculos, que é a vida, e perdem a noção de que esta beleza só pode ser realizada através delas próprias.

As pessoas transmitem, umas para as outras, o apoio necessário para que vivam. Se alguém ajuda o outro, está, na verdade, servindo de canal para que uma energia maior passe através dele, muitas vezes mesmo sem perceber. Ao entregar-se, anular-se ao Sagrado, oferecendo-se como canal, você é alimentado e afasta a depressão e o sofrimento da sua vida. As pessoas que chegam para "beber" desta energia são chamadas "pedintes". Em vários momentos, você mesmo é pedinte e a outra pessoa está no papel de canal, repassando algo que você necessita para o seu crescimento e desenvolvimento. Isso não significa que um pedinte seja sempre amável e humilde, muitas vezes as pessoas aproximam-se e arrancam de nós algo que desejam, até de forma grosseira. O importante é reconhecer, nestas horas, um momento de anulação e doação.

 

 

A confusão começa quando você pensa que está repassando toda essa beleza para o outro. Ao imaginar que tudo que acontece em sua vida é de única e exclusiva iniciativa sua, você deixa de perceber a interferência da Unidade e passa a comportar-se como se ela não tivesse nenhuma responsabilidade sobre as outras pessoas e nem sobre as circunstâncias. E o pior: acaba pensando que as pessoas a quem você repassou algo lhe devem alguma coisa. Nestes casos, é bom nunca perder de vista que você é apenas um instrumento do Sagrado.

As formas desse contato com o Sagrado acontecem nas mais variadas situações da vida. Eles representam oportunidades de se "anular", de se oferecer como canal. Assim como uma simples mangueira derrama água sobre as plantas, fornecendo elementos para que vivam, nós também podemos canalizar o que o outro precisa para o seu desenvolvimento.

 

 

 

RESUMO GERAL SOBRE AS CASAS:

 

 

·      I - Aries             Você sabe quem é você?

·      II - Touro           Sabe em que baseia seu valor próprio?

·      III - Gêmeos      Está aprendendo com suas experiências diárias?

·      IV - Câncer        Se respondeu "sim" a estas três perguntas  então é

                              capaz de estabelecer uma base pessoal estável e uma

                              solida auto-imagem.?

·      V - Leão             Você expressa suas emoções através de atividades

                            criativas?

·      VI - Virgem        Esta' querendo se ajustar ao mundo exterior através do

                            uso pratico de seu conhecimento?

·      VII - Libra          Se for assim, você pode se relacionar bem  num nível

                             interpessoal     e    atuar      harmoniosamente     em

                               relacionamentos  igualitários.

·      VIII - Escorpião  Você deseja controlar desejos centrados no ego por

                             respeitar outras pessoas em sua vida?

·      IX - Sagitário     Você esta' tentando aumentar seu conhecimento

                             buscando uma compreensão mais ampla da vida através

                              de suas experiências sociais? Pode compreender um

                              ponto de vista mais amplo?

·      X – Capricórnio Se for assim, você pode  estabelecer  bases  solidas   e

                             através delas atuar a nível social ou   obter uma

                              imagem social.

 

 

·      XI - Aquário       Você esta' buscando consciência social ou de grupo

                            através da expressão compartilhada e  experiências

                              humanitárias?

 

·      XII - Peixes       Você  deseja  se  comprometer  com  as  coisas em  que

                            acredita, mesmo que isto exija sacrifício pessoal?

 

 

 

 

CASAS VAZIAS. O QUE SIGNIFICAM?

 

 
A reação natural que uma pessoa tem ao ver o seu mapa pela primeira vez, é ficar preocupada com as casas que não possuem nenhum planeta. Se a casa 7 está vazia, por exemplo, surge imediatamente a pergunta: será que nunca vou me casar ou me associar a ninguém? Como cada casa está associada a uma determinada área prática da vida, é natural que a ausência de um planeta assuste à primeira vista, mas isto não significa que aquele campo de experiência desta pessoa seja inexistente.

Para trabalhar aquele setor do mapa sem planetas, você precisa dispensar um pouco mais de atenção a ele, já que este cuidado não surge naturalmente, como em outras áreas. Os planetas representam planos emocionais e a ausência deles em algum setor significa que não é natural para você colocar a sua emoção naquele ponto, o que pode gerar algumas dificuldades, mas não inexistência.

Só como exemplo, podemos pegar a Casa 1, que simboliza o temperamento e comportamento de uma pessoa. Existe algum ser humano que não possui um temperamento ou que não se comporta de determinada forma diante da vida? Uma pessoa não vai deixar de ter personalidade só porque não tem nenhum planeta na Casa 1. A dificuldade que ela pode enfrentar é a de não saber se colocar ao centro das situações tanto quanto deveria e ser muito neutra em relação a si mesma, dificuldade que pode ser trabalhada, depois que for percebida.

É esta a grande contribuição da Astrologia: às vezes, alguém pode estar com um problema profissional (Casa 10) e através da leitura do mapa percebe que as dificuldades acontecem por uma deficiência na Casa 1, como a citada anteriormente. A Astrologia não serve para dizer o que vai ou não acontecer, mas para ajudar as pessoas a compreenderem melhor os seus trunfos e dificuldades. As tendências no mapa não são verdades imutáveis, mas pontos que podem ser identificados, amenizados ou até exaltados, através do livre-arbítrio de cada um.

 

 

 

 

OS ASPECTOS E SEUS SIGNIFICADOS

 

Os Aspectos, são os ângulos formados entre Planetas/Planetas e Planetas/Pontos.

 

O que são as linhas vermelhas e azuis desenhadas no meio do mapa?

Quando você observa o seu mapa astrológico, provavelmente já prestou atenção que ele pode estar cheio de linhas azuis e vermelhas. Em cada mapa, uma cor pode predominar sobre a outra ou até mesmo estarem equilibradas. Mas afinal de contas, o que são elas? As linhas, sejam elas vermelhas ou azuis, são ângulos que os planetas formam entre si, chamados tecnicamente de aspectos.

A astrologia atribui valores simbólicos a essas linhas, por exemplo: as linhas azuis, sextils ou trígonos, representam aspectos de facilidades e oportunidades, são quando dois planetas se tocam para distribuir apenas as suas energias harmoniosas e afinadas. Já as linhas vermelhas, quadraturas e oposições, são aspectos de dificuldade e de crise; quando dois planetas se "tocam" para expressar as suas características dissonantes e "desafiam" um ao outro. Naturalmente, só desejaríamos linhas azuis em nossos mapas, mas estão lá também as outras linhas para nos mostrar que temos dificuldades como todo mundo e que podemos vencê-las, deixando o vermelho menos avermelhado, e o azul mais vivo no percurso de nossas vidas.

 

O aspecto é sempre um ângulo. Os principais ângulos na astrologia são os de 0, 60, 90, 120, 150 e 180 graus. Estes seriam os 'aspectos principais'. Há outros ângulos e alguns astrólogos se especializam em estudarem estes 'ângulos menores', como, por exemplo, os de 45, 72, 135, 144, entre outros. Os 'ângulos menores' podem ser bem numerosos e não são tão visíveis quanto os ângulos maiores.

Abaixo, vamos estudar o funcionamento de cada um dos ângulos maiores.
O significado dos aspectos
 
A Conjunção (azul)
Distância angular entre os planetas para que haja uma conjunção: de 0º a 5º.

A conjunção é uma conjugação de forças entre dois planos da alma, um "unidos venceremos" que nos habilita a lançar mão de algumas capacidades que se somam para nos ajudar a vencer. É um aspecto de muita estimulação, que vai exigir uma ação. Por exemplo, se uma pessoa tem Marte em Conjunção com Saturno, ela terá uma força estruturadora ou uma capacidade de batalhar disciplinadamente por aquilo que quer. Se isso se apresenta na Casa II, esta pessoa apoia-se na própria força de vontade, direcionada com rigor e seriedade, para estabelecer seus valores, seus ganhos e sentir-se segura. Será uma pessoa com a iniciativa para conquistar seus objetivos (Marte), mas agirá sempre com cautela e com senso de responsabilidade (Saturno).

 

·      Dá ênfase ao elemento de atividade. Os Planetas reagem um sobre o outro. Energia concentrada que pode ser positiva ou negativa (no sentido energético da palavra) conforme a natureza dos Planetas e de outros aspectos.

A conjunção é o aspecto mais poderoso na astrologia. Quando dois planetas estão conjuntos, as energias simbolizadas planetas são indissociáveis e trabalham sempre juntas. Há uma mútua influência de um planeta sobre o outro. Assim, se uma pessoa tem uma conjunção Mercúrio/Marte, o planeta da comunicação e o da energia estão interligados, o que significa que tanto ela irá se comunicar (Mercúrio) de um modo vigoroso e direto (Marte) como ela terá um tipo de energia (Marte) bastante inquieta (Mercúrio)! Como tudo em astrologia passa por nuances e pela visão do conjunto todo, esta conjunção atua de um modo diferente dependendo do signo em que está. Assim, se ela está em Câncer, esta pessoa, paralelo a este modo de falar mais impulsivo, também teria uma característica mais emocional. Se esta conjunção está no signo de Virgem, esta pessoa teria um modo crítico (Virgem) mais contundente (Marte) de se comunicar.

A conjunção é considerada um 'aspecto neutro' para a pessoa que o tem. Por quê? Porque ela só conhece o modo conjunto daquelas duas energias atuarem, de modo como encara este modo conjunto como natural ou 'neutro'. Para ela, é natural que aquelas duas energias estejam sempre juntas.

Algumas pessoas não tem apenas dois planetas conjuntos em um signo. Podem ter três ou mais, o que indica uma maneira muito evidente daquele signo se manifestar. Por vezes, tão poderosa que pode definir uma vocação ou um traço muito marcante. Por exemplo, uma pessoa que tenha uma tripla conjunção em Capricórnio pode ter um desejo de se sair bem profissionalmente muito pronunciado, assim como pode ser uma pessoa esforçada e batalhadora para conquistar isto.

Até quantos graus separando um planeta de outro é considerado uma conjunção? Com todos os aspectos ocorre o seguinte: quanto mais 'exato' um aspecto, mas atuante ele é. Mas a conjunção admite uma 'orbe' (separação) de até dez graus.

IMAGEM ASSOCIADA: A de dois (ou mais) gêmeos univitelinos.

 

 


A Oposição (vermelha)
Distância angular entre os planetas para que haja uma oposição: de 175º a 185º.

Uma separação de 180º que deve nos levar a um "reajuntamento", a uma união de opostos, pois tudo aquilo que está separado existe para que possamos compreender que, originalmente, as coisas são unidas. O mundo é fragmentado, dividido, mas esta divisão é só aparente para que, por contraste, possamos nos emprenhar em juntar essas coisas dentro de nós. Marte, em oposição a Saturno em um Mapa do Céu, por exemplo, pode se

 

apresentar com uma vontade limitada, em que a pessoa sente-se tolhida (Saturno) em sua iniciativa de lutar e estabelecer o seu espaço (Marte). Já uma oposição entre a Lua e Plutão pode acarretar um certo desânimo (Lua) provocado pelo medo (Plutão), mas esta situação deve ser superada pelo aprofundamento e regeneração das emoções.

·      Tensão. Confronto consciente dos impulsos contrários. Depende muito dos outros aspectos. Forças antagônicas competindo entre si.

A oposição ocorre entre signos que pertencem a mesma energia, mas que vão em direções opostas: Áries e Libra, Touro e Escorpião, Gêmeos e Sagitário, Câncer e Capricórnio, Leão e Aquário, Virgem e Libra. A oposição causa tensão, mas, ao mesmo tempo, pode levar a momentos em que as duas energias são atendidas. A tensão da oposição é o desejo de atender impulsos opostos. Assim, por exemplo, o Sol em Leão simboliza o desejo de reconhecimento e de exercer sua personalidade. Mas se está oposto ao Ascendente em Aquário esta pessoa se apresenta de um modo menos centrado e tem necessidade de se relacionar em grupo. Entretanto, com o Sol em Leão ela continuará desejando exercer sua personalidade, mas o Ascendente em Aquário fará com que haja momentos em que ela se veja buscando os interesses de um grupo e não de si própria. A oposição é sentida, portanto, como uma grande divisão interna. Mas ela não é 'má', já que podemos entender melhor as outras pessoas quando nós mesmos reconhecemos nossas contradições.

IMAGEM ASSOCIADA: Um cabo, sendo puxado para um lado e para outro, pode estar em equilíbrio ou 'ceder' mais para um lado.

 

 


A Quadratura (vermelha)

 

Distância angular entre os planetas para que haja uma quadratura: de 85º a 95º.

A quadratura, uma angulação de 90º, representa o obstáculo vivo por excelência, são dois planos da psique que nos testam e ao mesmo tempo nos apuram. Ela é o aspecto que nos leva para as provas mais difíceis e provocam crises que, sem dúvida, nos levam ao crescimento. Uma pessoa que tem Mercúrio em quadratura com Netuno, por exemplo, vai enfrentar situações em que a sua forma de falar abala a serenidade e bloqueia a intuição, mas é esta crise que fará com que a inspiração apure o entendimento das questões mais elevadas. A quadratura, portanto, nos impulsiona através das crises, o que demonstra que nem sempre um aspecto "vermelho" deve ser visto como negativo, afinal, aspectos desarmônicos podem causar contratempos, mas não necessariamente o fracasso.

·      Dependência "de". Compele a ação a uma forma definida ou a uma crise. Impede a mobilização de forças. Dificuldade na ação mas, em alguns casos, pode ser construtivo e um desafio a ser vencido.

A quadratura ocorre entre planetas que distam 90 graus um do outro, com tolerância de cerca de 10 graus para cada lado (ou seja, podem distar na realidade 80 ou 110 graus).  Qual é a peculiaridade da quadratura? Ela só ocorre entre signos que pertencem ao mesmo 'modo' de energia. No artigo sobre energias foi identificado três grandes grupos: os signos Cardinais, os signos Fixos e os signos Mutáveis. Tomemos como exemplo os signos Cardinais: Áries está em quadratura com Câncer, que está em quadratura com Libra, que está em quadratura com Capricórnio, e este último está em quadratura com Áries!

O ângulo de noventa graus é sentido pela pessoa como 'tensão'. São dois planetas colocados em signos que expressam uma energia básica (Cardinal, Fixa ou Mutável) de um modo muito diferente. Assim, por exemplo, a pessoa com Marte em Áries e Sol em Capricórnio tem 'em disputa' os princípios da energia (Marte) e da essência pessoal (Sol). Em essência, ela é uma pessoa que tem necessidade de cautela e planejamento (Sol em Capricórnio), mas ela expressa sua energia de um modo impulsivo (Marte em Áries).

Apesar de provocar tensão a quadratura não é um 'aspecto mau', conforme será explicado no final deste artigo. Mas, de todos os aspectos, ela é o que causa maior tensão, visto que é necessário empenho para integrar as energias que estão em disputa.

IMAGEM ASSOCIADA: A de dois combatentes, cada um procurando obter a melhor posição.

 

 

Semi-Quadratura: (45 graus)

 

·      Exterioriza a qualidade da quadratura dentro de limites definidos. Intensidade de ação. Dificuldade.

 

Sesqui-Quadratura: (135 graus)

 

·      Ação consciente. Pode acentuar as dificuldades.

 

 

 


O Trígono (azul)

Distância angular entre os planetas para que haja um trígono: de 85º a 95º.

O Trígono (120º) é conhecido como um aspecto nobre; é a relação entre dois planetas que se sintetizam, um refinando o outro. É um aspecto ativo e vigoroso, já que provoca um engrandecimento dos planos emocionais envolvidos, sendo também um aspecto de entusiasmo e vitalidade, pois proporciona fortalecimento. Netuno em trígono com Mercúrio, por exemplo, proporciona uma tranqüilidade (Netuno) que refina o raciocínio (Mercúrio), uma serenidade que inspira a compreensão daquilo que nem sempre é possível expressar através de palavras, fortalecendo e vivificando a fé.

·      Facilidade de criatividade, expansão e compreensão. Pode também significar desperdício e não aproveitamento de oportunidades.

 

O ângulo de 120 graus só ocorre entre planetas em signos do mesmo elemento. A órbita permitida é cerca de 7 graus para cada lado, podendo ser alongada para 10 graus se a Lua estiver envolvida. O ângulo de 120 graus é considerado o mais harmonioso de todos para uma pessoa, porque há uma colaboração e entendimento básico entre dois planetas em signos de mesmo elemento. Assim, um Sol em Virgem em trígono com Marte em Capricórnio irá 'somar' a natural busca de eficiência de Virgem com uma maneira muito organizada e controlada de fazer as coisas, de Marte em Capricórnio.

Apesar de ser um ângulo 'fácil' para quem o tem, isto não significa que uma pessoa fará um bom uso de um trígono, já que ela pode usar a facilidade para, por exemplo, enganar outra pessoa ou para se acomodar.

IMAGEM ASSOCIADA: A de duas pessoas que tem grande harmonia (e muita semelhança) entre si.


O Sextil (azul)

Distância angular entre os planetas para que haja um Sextil: de 55º a 65º.

Esse aspecto (60º) é mais ideal, metal e envolve planos que expandem-se, afinam-se, que criam possibilidades. Mercúrio em Sextil com Netuno, por exemplo, nos apresenta uma afinidade entre expressão e fé; através da intuição netuniana o pensamento mercuriano pode tornar-se mais sutil e mais abrangente. Já Saturno em Sextil com Vênus faz com que uma pessoa seja disciplinada e rigorosa, mas sem deixar de lado a sensibilidade e a noção do que é belo e agradável.

 

·      Construtivo, organizacional, prático. Produtivo menos que o Trígono. Acentua a positividade ou negatividade do contato.

 

O sextil ocorre entre planetas nos signos da Água e Terra e entre planetas nos signos do Ar e do Fogo. O que os signos da Água e da Terra tem em comum? Uma maneira 'Ying' de ver o mundo, ou seja, uma ênfase no mundo interno. Á Água porque se concentra em seus sentimentos e a Terra porque busca segurança. E o que os signos do Ar e do Fogo tem em comum? Uma maneira 'Yang' de ver o mundo, com uma ênfase no mundo externo. O Ar precisa de informação e contato e o Fogo precisa projetar seus desejos e aspirações.

Assim, quando dois planetas estão em sextil isto é sentido, pela pessoa, como algo 'harmonioso', já que um planeta parece 'colaborar' com o propósito do outro. Por exemplo, um Sol em Câncer precisa de laços emocionais significativos. Se a Lua está em Touro, esta pessoa forma laços emocionais duradouros, que beneficiam a necessidade de seu Sol de obter sentimento de suas ligações emocionais. Outro exemplo: uma pessoa com Júpiter em Sagitário e Lua em Aquário. A necessidade de expansão de Júpiter não encontrará resistência na natureza aberta a mudanças da Lua aquariana.

 

Qual é a orbe permitida no caso do sextil? No máximo cinco graus de cada lado. Assim, um planeta a 10 graus de Touro está em sextil com um que esteja a 15 graus de Peixes, mas já não estaria mais em sextil se este planeta estivesse a 19 graus de Peixes.

IMAGEM ASSOCIADA: A de dois amigos que embora diferentes se dão bem!

 

 

 

Semi-Sextil: (30 graus)

·      Criatividade. Incrementa a polaridade.

 

 

 

 

 

QUINCUNCE: (150 graus)

 

 

·      Criação, esforço, pressão (consciente ou inconsciente), tensão. Armar ou criar um desfecho para alguma situação.


O quincunce é um ângulo muito interessante porque liga dois planetas que estão em signos que não tem nada em comum. Assim, Virgem é Yin, Terra e Mutável e Aquário é Yang, Ar e Fixo. O que os liga? Nada. O quincunce indica a necessidade de ter de 'ajustar' dois estranhos. Assim, por exemplo, uma pessoa com Sol em Câncer e Lua em Aquário teria, ao mesmo tempo, uma necessidade básica de obter afeto e proteger/ser protegido, mas com a Lua em Aquário ela precisa de certa dose de independência ou sentir que está sendo autêntica. Isto exigirá desta pessoa saber em qual momento em que ela deve dar vazão a sua necessidade de ligação e proteção (Sol em Câncer) e qual é o momento em que precisa se afastar (Lua em Aquário) para dar vazão ao lado menos previsível de suas emoções.

O quincunce não é uma 'tensão aberta'. É como um mosquito: não 'mata', mas incomoda. Há momentos em que o quincunce age de modo desarmônico e há momentos em que tudo funciona bem. É um aspecto variável e oscilante, que exige 'trabalho' para ser mantido e atendido!

O órbe permitida é de cerca de 5 graus.

IMAGEM ASSOCIADA: A de dois estrangeiros tentando se entender em idiomas diferentes.

 

 

 

AS FORMAÇÕES PLANETÁRIAS

O que ocorre quando três planetas estão em trígono, cada um em um signo? Eles fecham um triângulo, certo? É o chamado 'Grande Trígono', que simboliza o poderoso e harmonioso funcionamento de três energias. Mas funciona sozinho? Isto é, quem tem um Grande Trígono teria 'sorte' na vida? Não. Esta pessoa teria facilidade em lidar com as três energias em questão e em particular com o elemento em que elas estão, mas na astrologia não existe nada que não dependa da vontade de uma pessoa, e há pessoa com Grandes Trígonos que podem ser tremendamente infelizes.

Outra formação é quando um T ou uma Cruz são formados. O T seria uma oposição e os dois planetas da oposição em quadratura com o terceiro. E a cruz seriam duas oposições, cada uma mantendo noventa graus entre si. Tanto o 'T' como as oposições demandam muita energia. Simbolizam conflitos. Porém, mais uma vez, fica a pergunta: tornam as pessoas mais infelizes? Novamente, a resposta é negativa, pois tudo irá depender do uso que estas pessoas fizerem desta configuração e de seu interesse em compreender as energias envolvidas.

Há muitas formações planetárias e mais um exemplo delas é o Yode. O Yode é um planeta que faz quincunce com um planeta em um signo e com outro planeta em outro signo, sendo que entre estes dois planetas há um sextil. O Yode demanda mais ajustes que o quincunce isolado e o planeta que está 'na ponta' do iode tem de ser compreendido.

 

 

 

RELACIONAMENTOS

 

 

Sociabilidade:

·      Asc., Lua, planetas nos signos de Câncer e Libra, posição de Vênus e Júpiter e M.C.

 

Popularidade:

·      Lua, Vênus, Câncer, Libra e Casas I, V, VII, X e XI.

 

Relacionamentos com superiores hierárquicos:

·      Asc., Sol, MC e Casa X.

 

Sócios e colaboradores:

·      Casa VII.

 

 

 

Subordinados:

·      Casa VI, Virgem e Lua.

 

Amigos:

·      Casa XI, Aquário e Urano.

 

Inimigos declarados, rivais e concorrência:

·      Casa VII, Marte e Libra.

 

Inimigos Ocultos e traições:

·      Casa XII, Netuno, Escorpião e Peixes.

 

Relacionamentos familiares:

·      Lua, Câncer, Casa IV, Casa X.

 

Pais:

·      Pai: Sol, Saturno, e Casas X ou IV.

·      Mãe: Lua, Vênus e Casas IV ou X.

 

Irmãos e vizinhos:

·      Casa III e Mercúrio.

 

Irmãs:

·      Casa III e Vênus.

 

Tios e Tias:

·      Casa IV e XII.

 

Avós:

·      Casas I e VII.

 

Relacionamento c/ jovens:

·      Mercúrio, Lua e Vênus.

 

 

 

Relacionamento c/ idosos:

·      Saturno.

 

Cunhados:

·      Casa IX.

 

 

Relacionamentos afetivos:

·      Vênus, Lua, Sol, Marte, Casa V e Leão.

 

 

Relações sexuais:

·      Marte, Escorpião, Casas V e VIII, Áries e Touro.

 

Matrimonio:

·      Sol, Lua, Vênus, Marte, Casa VII e Libra.

 

 

Filhos:

·      Casas V e XI, Lua, Júpiter e Leão.

 

 

Conflitos da Profissão:

·      Casas X e IV.

 

 

Processos:

·      Casa VII, Júpiter e Libra

 

 

Perda de Liberdade, prisão, confinamento e hospitalização:

·      Casa XII, Saturno, Netuno e Peixes.

 

 

 

 

 

PERSONALIDADE

 

 

 

 

 

·      Exteriorização:

- Veja os planetas nos signos positivos (masculinos).

·      Interiorização:

- Veja os planetas nos signos negativos (femininos).

·      Ação e Movimento:

- Veja os planetas nos Signos Cardinais.

·      Estabilidade, Firmeza, Força de Vontade e Paixão:

- Veja os planetas nos signos Fixos.

·      Adaptabilidade e Flexibilidade:

- Veja os planetas nos signos Mutáveis.

·      Vitalidade, Demonstração e Entusiasmo:

- Veja os planetas nos signos de Fogo.

·      Materialismo, Materialidade, Espírito Prático, Trabalho e Labor:

- Veja os planetas nos signos de Terra.

·      Intelectualidade, Estudo e Cultura:

- Veja os planetas nos signos de Ar.

·      Emoção, Sensação e Sentimentos:

- Veja os planetas nos signos de 'Água.

 

 

 

 

 

¨    Espírito e Individualidade: Sol

¨    Alma e Personalidade: Lua

¨    Temperamento e Instintos Hereditários: Ascendente

¨    Mental, Intelecto e Faculdade de Expressão: Mercúrio, Casa III.

¨    Vontade: Sol

¨    Imaginação e Memória: Lua

¨    Inteligência: Mercúrio

¨    Sentimento: Lua e Vênus

¨    Ação, Atividade e Energia: Marte

¨    Expansão e Ideal: Júpiter

¨    Estabilidade, Seriedade e Responsabilidade: Saturno

¨    Originalidade, Intuição e Invenção: Urano

¨    Inspiração, Espiritualidade e Misticismo: Netuno

¨    Religião e Idealismo: Casa IX, Júpiter, Netuno, Sagitário e Peixes.

¨    Dons psíquicos e Ocultismo: Signos de 'Água, Casas VIII e XII, Escorpião, Peixes, Urano e Netuno.

 

 

 

 


Volte a Homepage