Mentalizar e Visualizar

Exercício

         Temos canais ou anteparos ou telas através das quais a Luz do Mundo Infinito chegam até nós, animando as telas do nosso universo inteiro, incluindo nossas almas. Cada Canal ou anteparo, como um filtro, reduz sucessivamente a emanação da Luz, diminuindo gradativamente seu brilho para um nível quase sutil em nosso mundo físico dos cinco sentidos. Por cada conduto que passa, a Luz se manifesta de forma diferente, mas sem nunca mudar sua essência. É como se colocássemos um filtro colorido na luz do sol; nós a veremos azul, vermelha ou verde, mas a Luz não muda nunca em essência, o que modifica é o recipiente. São conhecidos como atributos divinos, já que cada um deles está relacionado a um atributo ou qualidade de Deus.

          Para acessar ao lugar que estamos, utilizamos vários atributos, que nos torna holográficos aqui.
No inicio a energia infinita é só Luz e não se manifesta. Para se manifestar, a luz se exprime nas idéias de se restringir na ação e na redução e o de gerar a massa na unidade (1) em duas Cargas, uma Negativa e outra Positiva e de se projetar no Éter na linguagem (o Verbo), de ensinamentos, conhecimento e sabedoria Espiritual:
Zodíaco,
Cores,
Búdica,
Cabalista,
Das ordens angélicas e
Quântica.

Obs: Uso somente seis linguagens espirituais.

          Na primeira movimentação da Luz imanifesta, o manifesto é a de puros Grávitons e uma Luz Branca sem massa.
Na segunda movimentação a Tela Planeta Urano, branca, Vajaravahari x Vairochana, Kether, Eheihe,("I am"), Seraphim (Chioth Ha Qodesh), Arcanjo Metatron, com seus oito nomes de Deus e seus Anjos. Corresponde ao primeiro Mundo.
Este se movimenta na origem do segundo mundo em duas cargas distintas , positiva(+) e negativ(-), a saber:
A - Carga Positiva (Pósitrons de massa=1 e Luz 340milKm/seg),
Tela Carga Positiva denominada ainda de Planeta Netuno, Sefirá Chokmah, Yah ("Senhor"), Ordem dos Querubins (Auphanium), do Arcanjo Ratziel, com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

B - Carga Negativa (Elétrons de massa=1 e Luz 340milKm/seg),
Tela Carga Negativa e chamada ainda de Planeta Saturno, Sefirá Binah, Yhvh Elohim ("Senhor Deus") a Ordem dos Tronos, Aralim, do Arcanjo Tzaphkiel, com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

          Estas manifestações de Cargas nas Telas Planeta Urano, Netuno e Saturno, formam o Triangulo Superior de Luz infinita com os quatro Canais, ou Filtros, ou Anteparos Divinos sempre em Alpha e Ômega, em dois Mundos. Os seus elementos são:
1 - Akasha e
2 - Fogo
Denominados respectivamente de Atziluth e Briah, que estão além da nossa realidade física e são o estado potencial.

OBS: O que difere as Telas em Briah é a carga e não massa e a Luz.

          Por todos os Canais, ou Filtros, ou Anteparos Divinos nas Telas Planeta Urano, Netuno e Saturno dos Mundos, Atziluth e Briah em que passa, a Luz se manifesta nas cores, a saber:

1 - Vermelho, Pandaravasini x Amitabha, Carga Negativa (Aima, Mãe, Ômega) x Carga Positiva (Abba, Pai, Alpha).

2 - Verde, Samaya-Tara x Amoga-Siddhi, Carga Negativa (Aima, Mãe, Ômega) x Carga Positiva (Abba, Pai, Alpha).

3 - Azul, Mamak x Akshobya, Carga Negativa (Aima, Mãe, Ômega) x Carga Positiva (Abba, Pai, Alpha).

4 - Amarelo, Lochana x Ratnasambhava, Carga Negativa (Aima, Mãe, Ômega) x Carga Positiva (Abba, Pai, Alpha).

OBS:Aqui nas três Telas do Triangulo de Luz Divina, do 1º e do 2º Mundo, mentalizamos o Pentagrama Flamejante que está presente no seu cérebro, depois de se movimentar nas telas, e a partir do Terceiro Mundo, diminuindo gradativamente seu brilho.
Ao entrar no terceiro mundo, somente a Carga Negativa (Elétrons de massa=1 e Luz 340milKm/seg) é que se manifesta e é diferente da unidade 1 e a Luz é menor que 340 milKm/seg.
OBS:
1 - Na essência é a mesma.
2 - Ao ganhar massa por conseqüência varia na Luz e em cor, nos Atributos Divinos.

          Em todos os Canais a partir do terceiro Mundo aparecem na Massa, as polaridades que vou chamar de P+ (polaridade positiva) e P- (polaridade negativa), expressa por uma razão m= P+ / P-, no Elétron, Carga Negativa, gerando no cociente desta razão, o consciente da cor da Luz em Atributo Divino.

O Mundo de Yetsirah é o Terceiro Mundo e a partir deste a movimentação é feita pela Carga Negativa em seis Telas, onde os quatro Anteparos Divinos coloridos (Vermelho, Verde, Azul e Amarelo) estão presentes.
Em cada uma delas apresentam graduais mutaçoes degrades. Gradação nas cores, por alteração na massa, e conseqüentes alterar nas Cores das Luzes.

O Mundo de Yetsirah é composto de seis Telas, conhecidas nas linguagens Espirituais como:

1 - Júpiter, Sefira Chesed , El "Deus", Arcanjo Tzadkiel e a Ordem das Dominações, Chasmalim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

2 - Marte, Sefira Geburah, Elohim Gibor, "Deus onipotente", Arcanjo Khamael e a Ordem das Potencias, Seraphim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

3 - Sol, Sefira Tipheret, Yhvh Eloah ve-Daath," Senhor Deus da Sabedoria", Arcanjo Mikael e a Ordem das Virtudes, Malakim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

4 - Venus, Sefira Netsach, Yhvh Tzabaoth, Arcanjo Auriel e a Ordem dos Principados, Elohim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

5 - Mercúrio, Sefira Hod, Elohim Tzaboath, "Deus das Hostes", Arcanjo Raphael e a Ordem dos Arcanjos, Beni Elohim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

6- Lua, Sefira Yesod, Shaddai El Chai, "Substancia do Todo Poderoso", Arcanjo Gabriel e a Ordem dos Anjos, Ashim com seus oito nomes de Deus e seus Anjos.

Cada Tela tem o seu Pentagrama Flamejante formado nas cores pela movimentação das Cinco Cargas Negativas (Aima, Mãe, Ômega). Não esquecer de visualizar essa parte da passagem no Caminhar da Luz.

As Sefirot Chesed , Geburah, Tipheret, Netsach, Hod e Yesod estão compactadas em uma dimensão chamada Zeir Anpin como um todo unificado. Toda a Luz que recebemos em nosso quarto mundo físico de Malchut é derivada de Zeir Anpin.
Curiosamente, os cientistas do final do século 20 revelaram uma estranha visão do nosso universo com o advento da Teoria da Supercorda, que é uma tentativa de unificar a teoria da relatividade de Einstein com a mecânica quântica. De acordo com a teoria, todas as partículas subatômicas são na verdade diferentes ressonâncias de minúsculas supercordas vibrantes, muito parecidas com as diferentes notas musicais que podem emanar de uma única corda de violão. A Teoria das Supercordas sustenta ainda que nosso universo deve conter 10 dimensões de modo que possa se conciliar com a teoria da relatividade de Einstein, considerando a força da gravidade. Graças à evolução da ciência e da tecnologia, os cientistas atuais e os antigos Cabalistas concordam que a realidade existe em 10 dimensões e que 6 dimensões estão firmemente compactadas.

Considerando que as Telas Júpiter, Marte, Sol, Venus, Mercúrio, Lua funcionam como canais através dos quais a Luz do Mundo Infinito, Urano, Netuno e Saturno chega até nós, animando o nosso Universo inteiro, incluindo nossas almas. Cada Tela, como um filtro, reduz sucessivamente a emanação da Luz (Vermelho, Verde, Azul e Amarelo), diminuindo gradativamente seu brilho para um nível tênue em nosso mundo físico dos cinco sentidos. Por cada Tela que passa, a Luz se manifesta de forma diferente, mas sem nunca mudar sua essência.
Esta manifestação e guardada em cada uma das seis telas nas Cores e Luzes do Pentagrama

Sabemos quanticamente que a Luz vem diminuindo gradativamente seu brilho pela equação E= m.C² em (m) na razão P+ / P- = <1 e quanto mais afastado da unidade (1) mais massa e menos Luz em E da equação.
Essa graduação e feita em todas as Telas nas quatro cores da Luz.
Esses nove planetas estão perfeitamente preparados para depois de compactar a Luz a fazer descer do Sol a Terra pela Lua.

No quarto Mundo o de Assiah, um Chakra mundano (expressado através das forças planetárias) no reino de Malkut, Adonai ha-Aretz, Arcanjo Sandalphon, a Terra.
Pelos Planetas recebemos os 4 elementos nas cores da Luzes nos elétrons polarizados que descem no nosso cérebro nos quatro lóbulos (Cidade Quadrada) e se distribuem em nós pelo sistema endócrino e nervoso e sutilmente em suas luzes pelos sete Chácras.

Quer mudar de Tela na Ascenção?

A entrada a Luz na Cidade Quadrada do Akáshico (E) do Arcanjo Metatron/Sandalphon para o Nitrogênio (N), dele ir ao Oxigênio (O) e desse ao Hidrogênio (H) e finalmente para o Carbono(C).
A partir deste, o (C), comece o exercício.
Visualize a Nova Jerusalém nas cores correspondentes e os Arcanjos dos elementos na cidade.
(C), amarelo - Arcanjo Uriel.
(H), azul - Arcanjo Gabriel.
(O) verde - Arcanjo Rafael.
(N), vermelho - Arcanjo Miguel.
Associe o serviço dos quatro Arcanjos com a idéia do trabalho de transmutação da Chama violeta do Arcanjo Ezequiel (Zadkiel) e Ametista.
O serviço dos Arcanjos é elevar à elétrons puros, denominados pela elevação em Metatrônicos, todos os elétrons corrompidos, desequilibrados, polarizados da Mãe, nesta dimensão, na carga do Mal, negativo Ômega.
Qual a idéia do trabalho dos Arcanjos?

Uriel no atributo é a imagem que experimentamos de purificação na Luz Branca da pureza em todos os elétrons polarizados dos átomos de Carbono.

Gabriel no atributo é o conceito que experimentamos da Ascensão com o símbolo do Lírio Branco que segura e suas mãos em todos os elétrons polarizados dos átomos de Hidrogênio.

Rafael no atributo é a autoridade que experimentamos das Águas de Urano que devemos portar no Vaso que somos em todos os elétrons polarizados dos átomos de Oxigênio.

Miguel no atributo é a idéia que experimentamos do Fogo purificador através do símbolo que porta como espada de Luz, atuando em todos os elétrons polarizados dos átomos de Nitrogênio.

Ao vir para a Terra foi acionado um Relógio Cósmico, com os Sete Chácras, os Budas e os Sete Raios.
Use As 14 Estações da Cruz de Aquário.
Acione os Elementais no O Filho da Vitória.

Experimentem tocar um violão de dez supercordas as sete notas sendo seis as do Mundo de Yetsirah, uma a do Mundo de Malkut em perfeita Sintonia com as duas do Mundo de Briah e uma do Mundo de Atziluth.
A Teoria da Supercorda é como um violão de 10 cordas( as 10 Telas de Urano a Terra) no qual você deve tirar o som, em cada corda, das 7 notas. Integre a teoria da relatividade de Einstein com a mecânica quântica avaliando a força da gravidade através do Gráviton em movimentação dos Elétrons nas Telas de Kether a Malkut, nas cores que emitem Luz e som do Pentagrama Flamejante. Sempre apreciando a Presença da mecânica quântica da força da gravidade na equação da vida E=m.C² em todas as Telas na energia de G (Gráviton). Em diferentes ressonâncias de supercordas vibrantes, em notas musicais que podem emanar de uma única corda de violão (Tela).
Vá de Dó a Si na Supercorda de uma das Telas.

Como?
Aplique os ensinamentos:
Os Chácras e o Pai Nosso em Aramaico e o esquema indicado em:
OS Chácras e os Budhas Dhyani.
Os 12 Passos em Aquário.
Sempre movimente a Luz do Pentagrama em direção a Luz dos Chácras.
Das 10 aprenda a tocar em Sete. Da Terra (Tela Mundo de Malkut) a Júpiter (Tela Mundo de Chesed ).
Particularmente eu te afirmo que no Triangulo da Luz Infinita você não vai tocar.
A elevação é feita da Tela Mundo de Malkut a Tela Mundo de Chesed .

Vamos clarear mais o exercício com o exemplo mais claro que eu possa colocar.
Imagine um jogo de lâmpadas desse que se usa em uma árvore de natal.
Faça analogia com as Telas do Mundo de Malkut ao Mundo de Chesed.
Visualize sete lâmpadas em que cada uma delas represente uma das Telas (recipientes) ligadas por um fio condutor ligando caminhos entre elas, onde cada um dos recipientes (anteparos) sendo uma lâmpada de Watts diferentes, porém a luz que chega a elas é a mesma da fonte mas reduzida em potencia de Watts.
Assim fazemos quando nos religamos da Terra a Júpiter imaginando receber a Luz da Fonte de Luz Infinita.
Visualize supercordas vibrando em energias quânticas, interligadas entre si, vindas do Gráviton (G) nos Elétrons e Pósitrons da Luz do Mundo Infinito, Urano, Netuno e Saturno.
A Luz é sempre a vinda de G.
Mentalize a Grande Luz do Triangulo Superior dos Mundos de Atziluth e Briah.
Conceba as lâmpadas de luz compactada na dimensão Zeir Anpin como um todo unificado das lâmpadas das Telas Júpiter, Marte, Sol, Venus, Mercúrio e Lua, cada uma com sua potencia, os relacionado a um atributo ou qualidade de Deus (G) no Mundo de Yetsirah.
A Luz que recebemos em nosso quarto mundo físico de Malchut é derivada de Zeir Anpin e muito tênue, imperceptível e sutil, mas em essência a mesma Luz de G.
Reconstrua religando sua Árvore de Natal, com uma Estrela Guia(Pentagrama Flamejante), a Luz Superior Infinita, e renasça, com supercordas supercondutoras de energia quântica vinda de G.
Deixa-se sempre ser guiado, como um Rei Mago, pela Estrela Guia, para chegar ao Seu Cristo.
A Vida é um Eterno Natal!
                                                                                 Um abraço e até breve.

 


Mazal Tov, Tisha B'Av!
O Nono Dia de Av

Rosh Hodesh Tov